quinta-feira, 30 de setembro de 2010

O amor que devemos aprender, 1 Cor 13

Em I Coríntios 13:4-7, a Bíblia nos fala sobre o amor. Ela diz que: "O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta."

No grego antigo, havia três palavras que significavam amor: "eros", "phileo" e "ágape". Eles usavam a palavra de acordo com o tipo de amor a que estavam se referindo.

A palavra "eros" se referia ao amor sexual e, como sabemos, deve existir dentro do casamento.

A segunda palavra "phileo" significava o amor que existia entre pais e filhos, e entre irmãos. Este tipo de amor, que se desenvolve com o tempo, também deve existir no casamento.

Por último, temos o amor "ágape" que é o mais profundo e o mais sublime de todos. Este amor sempre caracterizou Deus. Em João 3:16 a Bíblia nos mostra o tão grande amor do nosso Deus quando diz: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho..." Existe maior amor do que este? Encontramos também este amor expresso em I Coríntios 13:4-7 . Um casamento fundamentado no AMOR ÁGAPE pode sobreviver a qualquer tipo de tempestade, desencontros, desavenças, etc. Se alicerçamos nosso casamento no AMOR ÁGAPE, a palavra de Deus se torna realidade quando Ele diz: "o amor nunca acaba". Certamente este tipo de amor precisa ser aprendido e esta aprendizagem exige muito esforço e conhecimento. Todos precisamos aprender a amar. Mas, para que um casamento seja feliz é necessário existir estes três tipos de amor.

Em I Coríntios 13:4-7, Deus nos mostra as 15 características do amor que eu e você devemos expressar em nossas vidas:

1. A Bíblia nos diz primeiramente que o amor é SOFREDOR. Se tenho dentro de mim esta qualidade de amar alguém, então custo a ficar zangada, nunca levanto a voz ou perco a calma.

2. Em seguida, aprendemos que o amor é BENIGNO. Se tenho esta tão preciosa característica, então sou uma pessoa bondosa e criativa em pôr minha benignidade em prática. Procuro sempre elogiar em vez de criticar. Vejo sempre, na outra pessoa, algo positivo.

3. A Bíblia nos ensina também que o amor NÃO É INVEJOSO. Se possuo este tipo de amor, não fico com ciúmes quando a outra pessoa tem, por exemplo, um emprego melhor do que o meu; não fico insegura se a outra pessoa é mais capacitada ou mais atraente do que eu.

4. O amor NÃO TRATA COM LEVIANDADE. Se realmente amo, como digo, então não procuro ser o centro das atenções nas conversas, nem me gabo das minhas habilidades, fazendo com que meu noivo ou marido se sinta inferior ou deixado de lado.

5. A Bíblia continua dizendo que o amor NÃO SE ENSOBERBECE. Se tenho este tipo de amor, então não sou orgulhosa, nem arrogante diante da pessoa que amo. Não espero ser bajulada para fazer o que é de minha responsabilidade. Não procuro fama para mim mesma.

6. O amor NÃO SE PORTA COM INDECÊNCIA. Com esta outra característica do amor, não sou grosseira para com a pessoa que amo. Não sou sarcástica nem crítica. Procuro, cada vez mais, demonstrar meu amor com cortesia.

7. Na Palavra de Deus vemos também que o amor NÃO BUSCA OS SEUS INTERESSES. Este tipo de amor não é "auto-centralizado" mas "outro-centralizado". Não me centralizo nem focalizo em mim, mas sim naquele a quem amo, buscando seu bem eterno, suas necessidades reais-eternas. Estou sempre procurando descobrir os interesses dele. Não sou possessiva com aquela pessoa que amo, não vivo exigindo os meus direitos e querendo que faça a minha vontade.

8. Aprendemos ainda que o amor NÃO SE IRRITA. Se amo, não me exaspero, nem fico facilmente amargurada. Se amo não procuro ficar sempre na defensiva, nem sou super- sensível.

9. O amor NÃO SUSPEITA MAL. Se amo verdadeiramente, tenho que demonstrar que, de todo meu coração, confio em quem amo e tenho dentro de mim a capacidade de perdoar. Não procuro me vingar pagando o mal com o mal.

10. A Bíblia nos diz que o amor NÃO FOLGA COM A INJUSTIÇA. Com este amor na minha vida, nunca vou me regozijar quando a pessoa que amo falha, nem quando recebe a justa punição, muito menos quando recebe injustiça, seja ela pequena ou grande.

11. O amor FOLGA COM A VERDADE. Se é só a pessoa que amo que recebe o elogio ou recompensa que em parte também caberia a mim, eu assim mesmo me alegro.

12. Deus nos ensina que o amor TUDO SOFRE. Se amo, sou capaz de suportar qualquer tipo de provação ou angústia pelo bem daquele a quem amo.

13. O amor TUDO CRÊ. Com este amor, confio na pessoa que amo. Creio nela e no seu valor diante de Deus.

14. O amor TUDO ESPERA. Se estou realmente amando, creio que Deus está agindo na vida da pessoa que amo, trabalhando e moldando como o oleiro faz com o barro. Nunca desanimo.

15. O amor TUDO SUPORTA. Pela pessoa que amo sou capaz de tudo suportar. Não fico desanimada, nem triste.


Finalmente, podemos dizer que o AMOR ÁGAPE é aquele amor que se dá e se sacrifica pelo mais alto bem da outra pessoa. Tal sublime amor prático é completamente abnegado, ou seja, busca o que é melhor para aquele que ama. O AMOR ÁGAPE também é dedicado, ou seja, continua amando aconteça o que acontecer.

Um excelente treinamento para o casamento: "Mostre amor pelas pessoas da sua família. Lembre-se que você não tem que esperar até 'sentir' amor. Aja agora e procure amá-las.




Fonte: solascriptura
----------------------------------

Pesquisa mede conhecimento dos americanos sobre religião

Comparado com os ateus e agnósticos, protestantes têm menos conhecimento sobre os ensinamentos, história e personalidades das grandes religiões do mundo, revela um novo inquérito.

Das 32 questões de conhecimentos religiosos feitas pelo Pew Forum on Religion e Public Life, ateus e agnósticos tinham em média 20,9 acertos, enquanto os protestantes como um todo responderam corretamente 16.

Os judeus e os mórmons também tiveram boa pontuação, com 20,5 e 20,3 acertos, respectivamente.

Quando chegou ao Cristianismo, entretanto, protestantes evangélicos brancos estavam entre aqueles com os maiores níveis de conhecimento. Eles marcaram 7,3 das 12 questões relacionadas à Bíblia e ao Cristianismo. Os mórmons foram os únicos com a pontuação mais elevada, com 7,9.

Ainda assim, ateus e agnósticos não foram muito longe com uma pontuação de 6,7.

Os resultados, divulgados na terça-feira, são baseados em uma pesquisa nacional conduzida a partir 19 de maio a 6 junho, entre mais de 3.400 norte-americanos acima de 18 anos.

O Pew Forum empregado a ajudar o professor da Universidade de Boston Stephen Prothero, autor dos Religious Literacy, entre outros a projetar o levantamento e análise dos resultados.

Algumas das perguntas incluiram identificar: a religião de Madre Teresa, a religião dominante no Paquistão, a figura que inspirou a Reforma, que religião ensina que a salvação vem por meio da fé, e se os professores de escolas públicas podem ler a Bíblia como um exemplo de literatura.

"Nós poderíamos ter projetado perguntas mais difíceis ou mais fáceis. Acontece que, através de uma combinação de design de pesquisa e boa sorte, os resultados foram uma curva de sino quase perfeita em que a pontuação média foi exatamente a metade das 32 possíveis respostas corretas, e muito poucas pessoas têm todo o direito de todas as suas dúvidas ou questões erradas," disse Luis Lugo e Alan Cooperman, diretor e diretor adjunto da pesquisa.

Os pesquisadores também notaram que eles se recusaram a dar ao público uma nota "A" ou "F" porque eles "não têm como objetivo determinar o quanto o público deve saber sobre a religião."

No entanto, a pesquisa mostrou que os americanos fieis sabem pouco até mesmo sobre sua própria religião.

Mais da metade dos Protestantes (53 por cento) não podem identificar corretamente Martin Luther como a pessoa que inspirou a Reforma Protestante. Quarenta e cinco por cento dos católicos não sabem que sua Igreja ensina que o pão e o vinho usados na comunhão não só simbolizam, mas tornam-se realmente o corpo e o sangue de Cristo. E 43 por cento dos judeus não reconhecem que Maimônides, um dos rabinos mais venerados da história, era judeu.

De modo geral, pelo menos, dois terços dos entrevistados têm conhecimento sobre a religião de Madre Teresa, o Islã é a religião dominante no Paquistão, Moisés, o líder do êxodo do Egito, e a afirmação da Constituição de que o governo não deve criar nem interferir na religião.

Apenas um pouco mais da metade conhece que Joseph Smith foi Mórmon, que o Ramadã é o mês sagrado islâmico, o Alcorão é o livro sagrado islâmico e a regra de Ouro (Golden Rule) não é um dos Dez Mandamentos.

Quarenta e sete por cento sabe que o Dalai Lama é budista e apenas 45 por cento conhece que os quatro evangelhos são Mateus, Marcos, Lucas e João.

Menos de um terço estão bem informados sobre Jonathan Edwards participar no Primeiro Grande Despertar (First Great Awakening) e "somente protestantes " tradicionalmente ensinam que a salvação vem pela fé.

A maioria dos norte-americanos, no entanto, são capazes de responder corretamente pelo menos metade das perguntas da pesquisa sobre a Bíblia, como qual é o primeiro livro da Bíblia e onde Jesus nasceu.

Medido em seu conhecimento da religião na vida pública, 89 por cento sabem que professores de escolas públicas não podem conduzir classe em oração, mas somente 23 por cento sabem que os professores podem ler a Bíblia como um exemplo de literatura.

Notavelmente, o Pew Forum descobriu que os graduados universitários acertam oito perguntas mais na média, do que as pessoas com o ensino médio ou menos. Quem lê as Escrituras, pelo menos uma vez por semana, fala sobre religião com amigos e família, e tem altos níveis de compromisso religioso também são susceptíveis à maior pontuação.

Aqueles com menor pontuação no exame de conhecimentos religiosos incluem hispânicos católicos, protestantes, negros e americanos que descrevem a sua religião como "nada em particular."

A pesquisa foi uma tentativa de fornecer uma base de referência de quanto os norte-americanos sabem sobre a religião hoje.

Os pesquisadores observam que eles não podem concluir se os americanos em 2010, sabem mais ou menos sobre religião do que as gerações anteriores fizeram por causa da falta de dados históricos sobre os níveis de conhecimento religioso na opinião pública dos EUA.


Fonte: Christian Post
-----------------

Para que serve o Colágeno?

O colágeno é uma classe bastante abundante de proteínas formadas por aminoácidos no organismo humano. Ele tem a função de manter as células unidas e é o principal componente protéico de órgãos como a pele, cartilagens e ossos.

A produção de colágeno é o resultado de uma complexa sequência de eventos bioquímicos no interior das células. Pelo fato de o colágeno ser produzido naturalmente pelo nosso organismo, ele pode ter uma produção diminuída ou exagerada, causando alguns danos à nossa saúde.

Quando entramos na fase adulta (a partir de 30 anos), a deficiência do colágeno começa a ser notada. Nessa fase fica mais visível a diminuição da elasticidade da pele, o aparecimento de rugas e o aumento da fragilidade articular e óssea. Por isso é importante repor esse nutriente.

O colágeno pode ser adquirido em forma de cápsulas ou em pó, encontrados em lojas de produtos naturais. Outra forma de reposição é a ingestão de gelatina.

A gelatina é um produto feito a partir do colágeno e contém proteínas que, quando absorvidas pelo intestino, são parcialmente digeridas e fornecem aminoácidos fundamentais para a manutenção dos ossos e reconstituição de algumas articulações.

A gelatina contém 18 aminoácidos. O organismo humano necessita de 10 dos chamados aminoácidos essenciais, que são consumidos através dos alimentos. A gelatina contém 9 destes aminoácidos essenciais em uma proteína alimentícia de fácil digestão e utilização.

O aminoácido triptofano não está presente na gelatina; entretanto, isto não é muito significativo uma vez que este aminoácido é encontrado em quantidades adequadas em outros alimentos.

Benefícios do Colágeno

• Combate a flacidez, rugas e fragilidade óssea;
• Enrijece os tecidos da pele;
• Colabora no aumento da tonicidade dos músculos;
• Previne o surgimento das estrias e celulite
• Fortalece as unhas e melhora o aspecto dos cabelos;
• Auxilia como coadjuvantes em dietas de emagrecimento.

A deficiência de colágeno, também chamada de colagenose, acarreta problemas como: má formação óssea, rigidez muscular, problemas com o crescimento, inflamação nas juntas musculares, doenças cutâneas, entre outros.


Fonte: Beleza e Saúde
-------------------

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Dica de Música: Hillsong - Worthy is the Lamb

Obrigado pela cruz, Senhor,
Obrigado pelo preço que Você pagou
Carregando todo meu pecado e vergonha
Em amor Você veio
E deu graça surpreendente

Obrigado por este amor, Senhor,
Obrigado pelas mãos perfuradas
Lavou-me em Seu fluir purificador
Agora, tudo que eu conheço:
Seu perdão e seu abraço

Digno é o Cordeiro
Sentado no Trono
Coroamos agora com muitas coroas
Você reina vitorioso
Alto e elevado
Jesus, Filho de Deus
O Querido dos Céus crucificado
Digno é o Cordeiro
Digno é o Cordeiro



O grande pregador Youssef Akiva e a sua história dos três anjos mendigos

Por Cristiano Santana

O meu radar localizador de "exejegues" detectou mais uma interpretação equivocada da Palavra de Deus. Trata-se da mensagem "O Tribunal de Abraão", pregada por Youssef Akiva, o judeu cearense, nos Gideões Missionários da Última Hora - 2010. Para quem dispõe de pouco tempo, basta ouvir apenas os dois primeiros minutos do vídeo.



Já no começo do vídeo, é possível perceber que ele está se referindo ao capítulo 18 de Gênesis, no qual Abraão recebe três anjos. Para os meu espanto, o sábio Akiva diz que os seres angelicais se apresentaram, no calor do dia, como mendigos! O fato de Abraão ter acolhido os mendigos (anjos) teria sido a demonstração de uma atitude grandiosa, magnânima. Mas será que essa interpretação se sustenta?

As raízes culturais da hospitalidade de Abraão

Analisando o episódio culturalmente, a postura do patriarca não enseja supresa alguma. Esta é a típica hospitalidade beduína, tanto a antiga como a moderna. Apenas o melhor é oferecido ao hóspede. Em algumas regiões ainda permanece o costume beduíno do hospedeiro permanecer em pé enquanto os visitantes tomam a refeição. Segundo o costume oriental, quem convida serve, e não come.

O motivo de Abraão ter se prostrado diante dos anjos

"Levantando Abraão os olhos, olhou e eis três homens de pé em frente dele. Quando os viu, correu da porta da tenda ao seu encontro, e prostrou-se em terra..." (Genesis 18:2)

Não me darei ao trabalho de explicar porque Abraão se prostrou. Basta apresentar trechos dois célebres comentários bíblicos sobre a passagem em referência:

"Prostrar-se como sinal de respeito a um homem ou Deus. A atitude varia de uma ligeira inclinação do corpo até uma inteira prostração com a cabeça tocando o chão" - Albert Barnes Notes on the Bible

"Quando o visitante é uma pessoa comum, o anfitrião simplesmente se levanta; mas se é de um nível superior, o costume é dirigir-se ao estranho, e depois de se curvar, levá-lo para a sua tenda, colocando o braço ao redor de sua cintura, ou batendo no seu ombro enquanto caminham, para garantir que ele é bem-vindo" - Jamieson Brown and Fausset Commentary

A pergunta que surge então é esta: teria Abraão se prostrado daquela forma se fossem três mendigos? Creio que não. Os mendigos é que teriam de se prostrar diante dele.

O motivo de Abraão ter chamado o anjo principal de "meu Senhor"

"e disse: Meu Senhor (Adonai), se agora tenho achado graça aos teus olhos, rogo-te que não passes de teu servo" (18:3)


Digno de nota é a ocorrência da palavra "Adonai" que normalmente se refere a uns dos títulos bíblicos de Deus, isto é, "Senhor". Não confundir com JEOVÁ que é traduzido em nossas bíblias como SENHOR (todas as letras em caixa alta). É claro que alguém pode argumentar que nesse versículo "Adonai" não tinha a função de explicitar a natureza divina do anjo principal ( de acordo com Hebreus 13:2). De qualquer maneira, o texto denota que Abraão o considerava superior, o que nos leva a descartar completamente a hipótese de sua aparência ter sido a de um mendigo, vestido de trapos.

O reconhecimento da superioridade dos anjos, por parte de Abraão, também é corroborada pelos seguintes comentários:

"Percebendo que um deles era o Senhor (isto é, Deus), ele se prostou reverentemente diante dele, e pediu que o anjo não passasse dele, mas que permitisse que ele os tratasse como seus hóspedes." - Keil and Delitzch Commentary of the Old Testament

"Falando com um deles que parecia ser o mais majestoso, pois ele pensava que eram homens." - Comentário Geneva

Conclusão: Fica evidente que o Youssef Akiva "viajou" nesse interpretação, não sei se por ignorância, ou deliberadamente (acredito na segunda hipótese). Poderíamos usar tão somente a lógica para rejeitar a estória dos anjos mendigos. Ora, sabemos que o anjo principal era o próprio Deus, numa manifestação teofânica. Ele é chamado de JEOVÁ (SENHOR), e fala como JEOVÁ (Gen. 18, 17-22). No versículo 22 é dito que Abraão "ficou ainda em pé diante da face do SENHOR (anjo)", enquanto os outros dois se dirigiram às cidades de Sodoma e Gomorra, para destruí-las. Como é que o próprio Deus iria aparecer a Abraão vestido de mendigo? Com que propósito Deus se disfarçaria com trajes andrajosos? Só a mente fértil do "rabi" Akiva para inventar essa treta.

Fonte: Blog do Cristiano Santana
------------------------

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Tá na Bíblia!


“Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que Eu vos mando. Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor, mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de Meu Pai vos tenho feito conhecer. Não me escolhestes vós a Mim, mas Eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto em Meu Nome pedirdes ao Pai Ele vos conceda.”
(João 15.14-16)

Cristianismo de Consumo


Por T. A. McMahon

O que quero dizer com cristianismo de consumo? Em termos gerais, é qualquer tentativa de construir o Reino de Deus ou edificar o cristão individual (ou atrair o convertido potencial ao cristianismo) por meios e métodos que apelam à carne – ou seja, o coração enganoso e egoísta do homem. O começo de tal cristianismo consumista foi no jardim do Éden quando Satanás manipulou Eva para que desobedecesse a Deus, deixando que ela cresse, no entanto, que estava aperfeiçoando a si mesma (Gênesis 3:1-6).

Especificamente relacionado com o que está acontecendo hoje em dia, o cristianismo de consumo é um esforço para ajudar igrejas cristãs a crescerem em tamanho e a se tornarem eficientes através da aplicação de princípios comerciais, estratégias de marketing e conceitos de gerenciamento. Esse é o empreendimento mais popular do cristianismo atual, fato bastante estranho, até mesmo preocupante, para qualquer pessoa que tenha entendimento de “consumismo” e “cristianismo”. Por quê? Porque esses dois termos são antagônicos.

Consumismo, no senso de negócios, é um conceito baseado em satisfação do freguês, a qual é a chave para qualquer transação comercial de sucesso. O produto ou serviço oferecido deve ser ajustado aos desejos e necessidades expressas pelo freguês, ou não haverá lucro sustentável. O freguês sempre tem razão, porque onde não há freguês, não há lucro e, portanto, não há transação comercial.

Deus reina no cristianismo bíblico. A Sua revelação para a humanidade são “tudo de que necessitamos para a vida e para a piedade” (II Pedro 1:3 NVI). Cristianismo bíblico é simplesmente tudo o que a humanidade necessita saber para ser reconciliada com Deus, para fazer a Sua vontade diariamente e para viver com Ele por toda a eternidade. Não é uma estratégia de marketing e, de fato, não tem nenhuma associação ao mundo de negócios e seus conceitos.

Qualquer tentativa de aperfeiçoar a prática do cristianismo bíblico através de princípios comerciais está, no melhor dos casos, adicionando metodologias fúteis à Palavra de Deus. No pior dos casos, tal tentativa rejeita a suficiência das Escrituras em favor das obras da carne, apaga o Espírito Santo e sujeita aqueles que assim procedem ao serviço do deus deste mundo, a serem enganados por ele e, finalmente, a se tornarem seus escravos. De qualquer modo, leva à destruição espiritual na igreja e tem conseqüências eternas.

O cristianismo de consumo está no centro do movimento de crescimento de igrejas e seu efeito letal pode ser encontrado em todas as denominações (também pseudo-cristãs). Muitas igrejas evangélicas têm se entregado de coração a uma estratégia de marketing designada primeiramente a atrair os perdidos, que são vistos como fregueses em potencial. À medida que os não-cristãos freqüentam os cultos e se misturam com os membros (novos e mais antigos), não se pode evitar que o conceito de consumismo se espalhe por toda a congregação. Inevitavelmente, isso afetará a pregação, a música, a Escola Dominical, as programações, etc., o que, por sua vez, produzirá uma falta de profundidade através da igreja inteira.

Freqüentemente, as estratégias de marketing têm tido sucesso em adicionar números a uma congregação. Dezenas de milhares de pastores nos EUA e internacionalmente têm sido influenciados por ministérios altamente populares, colocando em prática metodologias de marketing usadas por eles, visando ganhar almas e aumentar o número de membros em suas igrejas. Será essa a maneira bíblica de ganhar almas e efetivar o crescimento na igreja?

Para alguns cristãos bíblicos a resposta é obviamente “não!”, mas para um número cada vez maior dos que proclamam ter a Bíblia como autoridade e fonte totalmente suficiente da verdade de Deus, esse “não!” tem mudado para “possivelmente... talvez...” ou “sejamos cuidadosos em não jogar fora o que é bom junto com o que não tem valor”. Vejamos, portanto, se há algo de valor a ser salvo em tudo isso.

O consumismo tem apoio nas Escrituras? Será que Deus formatou o Evangelho para gratificar os desejos mundanos da humanidade? Existem certas coisas na Bíblia que devem ser evitadas para que não assustem os que poderiam se converter? Será que a Palavra de Deus reflete uma preocupação de que as pessoas possam tomar outro rumo se as necessidades que sentem não forem saciadas? A Bíblia nos manda tornar a verdade mais aceitável ao oferecê-la aos perdidos de uma forma diluída ou usando entretenimento? Ainda se trata do Evangelho que salva quando a mensagem é alterada para agradar ao paladar dos não-cristãos? Se algum cristão acha que a resposta a essas perguntas é “sim”, creio que o pensamento do mundo já influenciou profundamente seu entendimento bíblico.

Certamente, os pastores é que deveriam saber melhor. No entanto, na maioria dos casos em que o consumismo afetou uma igreja, os pastores foram o instrumento em implementá-lo. Os pastores aos quais estou me referindo, e com os quais estou muito preocupado, são aqueles que se consideram bíblicos, que sinceramente querem ver almas salvas e que honestamente querem cumprir seu chamado e seu ministério de maneira agradável a Deus. Como pode tal pastor de ovelhas ser atraído para o cristianismo de consumo?

O processo freqüentemente se desenvolve de forma sutil. Imaginemos que um pastor ama os membros de sua igreja e quer que sejam felizes. Ele também quer que cresçam espiritualmente e está sempre procurando meios pelos quais novas ovelhas possam ser adicionadas ao rebanho. Quando conflitos acontecem e expectativas de crescimento não se realizam, as soluções são freqüentemente procuradas com outros que tiveram sucesso nesses aspectos. Os remédios recomendados quase sempre envolvem alguma forma de ajustamento.

Por exemplo, um conflito muito comum que existe hoje em dia é sobre os diferentes gostos em música, o qual é usualmente resolvido estabelecendo-se cultos separados – um com hinos tradicionais e outro com cânticos atuais. Como essa solução parece satisfazer a maioria dos membros, muitos pastores sentem-se encorajados a adicionar mais almas à sua igreja ao combinar a atração da música contemporânea com mensagens ao gosto do público (ou seja, atraentes e que não o façam sentir-se ameaçado), apresentadas num culto casual e conveniente de sábado à noite. Programas inovadores são, então, formulados para sustentar o interesse desses membros em potencial e para motivar os membros desinteressados e inativos, com ênfase particular em atividades de entretenimento para atrair jovens e mantê-los na congregação.

Alguns pastores têm me contado que, relutantemente, coletam idéias já usadas pelo mundo para que possam competir com ele, de maneira a alcançar os perdidos para salvá-los do mundo. Eles estão cientes da ironia desse método, mas argumentam que é o único jeito de não ter que ficar pregando para bancos vazios. A propósito, a pregação é freqüentemente diminuída e suplementada por visuais, produções musicais e teatrais.

Esse é um caminho que, embora pareça inofensivo a princípio, leva ao caminho largo do cristianismo de consumo. Apesar de simpatizarmos com pastores que se sentem compelidos (alguns até coagidos pela própria igreja) a descer até esse caminho, a verdade é que ele é pavimentado com meios-termos bíblicos e leva a um beco espiritual sem saída.

Essa metodologia para o crescimento da igreja não é algo novo na cristandade. Trata-se de uma forma crônica de fazer as coisas do jeito do homem ao invés de seguir o modo de Deus. O imperador Constantino, que viveu no século IV, ainda está para ser igualado em suas estratégias de sucesso para o “crescimento da igreja”. Ele professou ter se tornado cristão e induziu a metade do Império Romano a fazer o mesmo. Essa era de compromissos assumidos pelo imperador (que intitulou a si mesmo “Vigário de Cristo” e “Bispo dos Bispos”) de modo a atrair novos convertidos é caracterizada por Will Durant como um tempo em que “o mundo se converteu ao cristianismo”. Outro historiador escreveu: “Ao invés de ser uma fonte de melhorias (em relação às perseguições que os cristãos sofriam antes), essa aliança (política) foi uma fonte de ‘maior perigo e tentação’... Enchendo as igrejas indiscriminadamente com pagãos... simplesmente acabou com as claras demarcações morais que separavam a ‘igreja’ do ‘mundo’.”

Um milênio mais tarde, “Martim Lutero encontrou uma Roma pagã totalmente entregue ao dinheiro, à luxúria e a males semelhantes”, escreve Edwin Booth. Ele se “espantou e não conseguiu compreender o porquê disso”. O grito de guerra da Reforma foi “Sola Scriptura!” e, apesar desse lema não ter sido seguido totalmente, a Palavra de Deus e Seu caminho foram restaurados como autoridade e regra de vida para milhares de pessoas enganadas pela acomodação devastadora que se abatera sobre a Igreja Católica Romana.

O cristianismo de consumo nunca foi uma prática de um lado só. É necessário que haja um ofertante e um receptor. Tetzel, um monge dominicano do século XVI, famoso vendedor de indulgências, foi um grande manipulador. Ainda assim, seu trabalho foi facilitado por “indulgir” a natureza egocêntrica dos seus fregueses católicos. Tanto ricos quanto pobres estavam dispostos a pagar qualquer coisa para evitar as chamas do inferno e o purgatório.

O protestantismo tem tido sua quota de exploradores espirituais e de consumidores a serem explorados. Da mesma maneira que a “campanha de levantamento de fundos” de Tetzel foi fundamental para a construção da Basílica de São Pedro em Roma, os evangelistas de “saúde e prosperidade” do século XX (muitos continuando do mesmo jeito atualmente) ajudaram a transformar a Trinity Broadcasting Network (canal de TV nos EUA) na maior rede televisiva religiosa do mundo. Distorcendo a doutrina bíblica da fé e tornando-a em uma força que qualquer pessoa pode usar para obter poder e cura, esses espertalhões ajuntaram fortunas às custas de pessoas biblicamente fracas e iletradas, como também daqueles cujo “deus é o estômago e (...) têm orgulho do que é vergonhoso; só pensam nas coisas terrenas.” (Filipenses 3:19 NVI).

Durante os últimos quinze anos, os mais suscetíveis às maquinações de charlatães religiosos eram crentes professos que tinham mais afinidade com experiências do que com a sã doutrina. Eles se achavam usualmente entre os pentecostais e carismáticos. Crentes mais cuidadosos, cientes da doutrina, pareciam estar imunes a idéias como a da “Semente de Fé” de Oral Roberts, ou aos shows blasfemos de “Poder do Espírito Santo” de Benny Hinn, dois líderes entre muitos que promovem a linha de “sinais e maravilhas”.

Contudo, a credulidade espiritual agora achou solo fértil – ou melhor, um charco profundo – entre aqueles que tradicionalmente se ativeram ao discernimento bíblico. Apesar das metodologias sedutoras serem um pouco diferentes, as bases para o engano espiritual efetivo são as mesmas: nenhum cristão, evangélico ou não, está imune a “tudo o que há no mundo a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens” (I João 2:16 NVI). Além do mais, a única proteção contra tal engano – a leitura e a obediência à Palavra de Deus no poder do Espírito Santo – está sendo sistematicamente diluída por toda a igreja evangélica.

A História da Igreja tem demonstrado a necessidade de se aderir à Palavra de Deus e quando isto acontece o resultado pode ser visto em santidade e frutos. Quando o cristianismo bíblico é adulterado (por adicionar-se métodos de homens), ou completamente abandonado, as distorções religiosas dos homens prevalecem, levando a Igreja a uma cegueira e anemia espiritual: “Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte” (Provérbios 14:12 NVI). Existe uma correlação entre o nível de apoio nas Escrituras que uma igreja demonstra e sua aceitação de práticas e crenças heréticas. À medida que uma igreja se esvazia de entendimento bíblico, a habilidade de seus membros de discernirem falsas doutrinas torna-se praticamente nula.

O efeito mais perigoso do cristianismo de consumo é o que ele faz da apresentação do Evangelho da Salvação, a única esperança que as pessoas têm de se reconciliar com Deus. No cristianismo de consumo ouve-se uma propaganda sutil, mostrando todas as coisas que Deus oferece à humanidade: “Ele nos ama tanto que deseja que passemos toda a Eternidade com Ele, a humanidade é muito importante e de valor infinito”. Isso torna-se a razão do sacrifício de Cristo na cruz. A essa mistura de verdades e distorções voltadas para o ego, adiciona-se uma breve “oração de conversão” que deve ser repetida por aqueles que foram persuadidos a aceitar a oferta sedutora. Esse método tornou-se tão comum que é até difícil para alguns cristãos reconhecerem que há algum problema com ele, sem falar em discernirem quão duvidoso é se as pessoas alcançadas foram realmente salvas.

Como? Comecemos por alguém que foi genuinamente salvo e vamos examinar a situação a partir daí. Qualquer pessoa que é nascida de novo pelo Espírito de Deus tem um coração novo, cheio de amor genuíno por Deus e pelos outros, como também pela Palavra. Ele ou ela é uma nova criatura e, ainda que não seja perfeita, dentro dela existe um coração que deseja agradar a Deus mais do que a si mesma.

Um exemplo específico é encontrado em Lucas 7:36-50, envolvendo uma mulher de má reputação que entrou na casa de Simão, o fariseu, por quem Jesus tinha sido convidado. Ela lavou os pés dEle com suas lágrimas, secou-os com os seus cabelos e beijou-os repetidamente. Jesus declarou que ela amou muito porque muito lhe fora perdoado.

Essa passagem nos mostra como é essencial a convicção de pecado quando alguém vem a Cristo. Os fariseus, cheios de si e virtuosos aos seus próprios olhos, tinham pouca ou nenhuma convicção de pecado, portanto, não procuravam perdão. A mulher, pelo contrário, não pensou em si mesma, ou no desprezo dos convidados daquele jantar. Sua gratidão a Jesus, por ter lavado os seus pecados, a compeliu a morrer para si mesma e a viver para Ele.

O evangelho de acordo com o cristianismo de consumo, por outro lado, tem que apelar para o ego, colocando a ênfase em coisas (verdadeiras ou distorcidas) que vêm ao encontro das necessidades expressas dos perdidos. Isso restringe seriamente quase todas as doutrinas bíblicas que possam trazer convicção de pecado. Qual é o problema? É que Jesus veio salvar os pecadores, não os consumidores.


Fonte: Chamada
-------------------------

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Bebezinho ungido bota a mão na cabeça e faz cair na unção: Sugestionabilidade aflorada




Hoje tem espetáculo? Tem, sim senhor!

E vai ter palhaçada? Vai, sim senhor!

Sinceramente esse mundo "penteca e neopenteca" cada vez mais, vale cada vez menos..

Postou no Púlpito Cristão, Jonara Gonçalves, de família pentecostal histórica, orando por uma reforma na igreja pentecostal brasileira.

--------------------

domingo, 26 de setembro de 2010

Nudismo Evangélico em crescimento

Agora parece que virou moda tirar a roupa para Jesus! O irmão não leu errado não. É isto mesmo. No Brasil já há vários grupos de evangélicos praticantes de nudismo realizando reuniões de oração do jeito que vieram ao mundo. Nos Estados Unidos e na Austrália há igrejas em que todos participam do culto nús, do pastor às crianças; da vovó à irmã bonitona.

Somos um grupo de cristãos de diferentes igrejas que descobriram na prática naturista uma forma de desenvolvimento pessoal, de comunhão mais profunda ou, em alguns casos, apenas uma saudável opção de lazer. Apesar do direcionamento predominantemente evangélico estamos abertos a cristãos de todas as correntes, já que não acreditamos na discriminação.

Assim como o cristianismo, o naturismo também não se restringe a grupos sociais específicos, sendo composto por pessoas das mais diferentes profissões, níveis de escolaridade, faixas etárias e classes sociais. Naturistas aprendem a enxergar o outro além dos rótulos: antes de sermos desta ou daquela classe social, desta ou daquela raça, desta ou daquela religião ou nacionalidade, somos antes de tudo, depois de tudo e em todo o tempo, seres humanos, criados à Imagem e Semelhança de Deus, e esta imagem é o que pode existir de mais sagrado e presente em todos.

A comunhão entre Deus e nudismo custou caro ao arquiteto curitibano Estevão Prestes, 31 anos. Evangélico há 14 anos e freqüentador da Praia do Pinho (Santa Catarina) há três, ele foi expulso da Igreja do Evangelho Quadrangular, da qual foi professor da escola dominical. “Quando meus hábitos foram descobertos, fui chamado pelos pastores a um conselho. Houve a leitura de acusação formal de comportamento imoral”, conta Estevão, que hoje é membro da Igreja Presbiteriana. “Não escondo que sou naturista, mas também não ando com crachá. Os que sabem, me aceitam”, garante.

Estevão gosta de orar sozinho na praia e de ler a Bíblia – nu, é claro: “A vivência naturista me aproxima da espiritualidade. Tenho momentos de comunhão com a natureza, com Deus e o com próximo”, justifica. Pureza não está ligada às roupas’. Há muitos evangélicos naturistas no Brasil. A pureza da alma não está ligada às roupas. Considero o naturismo uma visão da Criação. As pessoas ainda têm preconceito contra o nu porque por falta esclarecimento. Sempre fui atuante na Igreja e não esperava ser excluído de minhas atividades de uma maneira tão desagradável. Mas a religião não deixou de estar no meu dia-a-dia. Converso com Deus seja onde for. Não escondo que sou naturista. Não tenho do que me envergonhar.

Nudismo Pentecostal

O nudismo evangélico é uma idéia é tão inovadora, que muitos preferem o anonimato, como a líder de instituição pentescostal há 15 anos, Márcia, 48 anos, que trocou o nome para não ser reconhecida por seus fiéis. A pastora se converteu ao naturismo há três anos, após visitar a Praia Olho de Boi, em Búzios. “Me encantei com o respeito e a pureza. Ser naturista é estar em contato pleno com o Senhor”, defende ela, que visita sítios de lazer e já frequentou a Praia do Abricó, no Recreio, interditada ao nudismo por força de liminar.

Márcia diz ter aprendido que o naturismo não tem conotação sensual. “Vemos a nudez com olhos do espírito, sem malícia”, ensina a pastora, que lamenta o preconceito que enfrenta. “A igreja evangélica está recheada de dogmas e tabus. Somos tolhidos de vermos o mundo como é. Não poderia abrir minhas opiniões aos fiéis. Causaria grande rebelião”, pondera a pastora naturista. Ela também compartilha a palavra de Deus com amigos em recantos de nudismo. “Certa vez, uma irmã estava com sérios problemas e prestei favores espirituais para ela ali mesmo, em um sítio de convívio naturista”, recorda.

Assista um vídeo sobre o assunto publicada pela BBC Brasil:



Fonte: Genizah
---------------------------

Testemunho evangélico é destaque no quadro TOP FIVE do CQC

O programa de humor Custe o Que Custar (CQC), de frequência semanal, transmitido pela Rede Bandeirantes, possui em sua programação um quadro chamado TOP FIVE onde mostra as cinco melhores “pérolas” da televisão brasileira ao longo da semana.

Nesta segunda feira dia 20 de Setembro, o programa mostra o testemunho de uma senhora e seu problema um tanto inusitado.

“Eu tinha desde pequena prisão de ventre, vocês me desculpem em nome de Jesus, eu peço perdão pelo que vou dizer; mais eu passava vinte dias sem saber o que era sentar no vaso sanitário, pra dar uma bela de uma cagada” diz a senhora, contando que fora curada.

O episódio aconteceu em um dos templos da Igreja Mundial do Poder de Deus, liderada pelo Apóstolo Valdemiro Santiago. A cena ficou em primeiro lugar no quadro TOP FIVE do programa.

Confira o vídeo (a partir dos 7 minutos):



Confira o testemunho:




Fonte: Gospel Prime
----------------------

Coisinhas delicadas...rs




Jovem pastor Americano prega sermão de 24hs pela internet nos Estados Unidos

Um pastor jovem dos Estados Unidos chamado Steven Furtick teve uma idéia inusitada, segundo o próprio foi a idéia mais louca e estupida que já teve.

A idéia de Steven era permanecer por 24hs pregando um sermão, o que conseguiu com ajuda da internet, o tema principal de sua mensagem foi “Fé audaciosa” que tem a ver com seu novo livro “Sun Stand Still: What Happens When You Dare to Ask God for the Impossible (O Sol Ainda Está Parado: O que Acontece Quando Você Ousa Pedir a Deus pelo Impossível).”

“Há muitas pessoas vivendo com a dor do normal, o sobrenatural não acontece mais em suas vidas,” disse ele.

O pastor de 30 anos relembrou os telespectadores, “Nós servimos um Deus que pode fazer o impossível.”

“Por que você parou de acreditar que Deus faz o impossível?” perguntou ele.

Furtick, que lidera a Igreja Elevation em Charlotte, NC, estava comemorando o dia que ele lançou seu primeiro livro. Ao invés de assistir aos rankings da Amazon todo o dia, ele decidiu celebrar o lançamento do livro em “estilo épico”.

O pastor encerra às 24 horas com um desafio; “eu estou pronto para ver o que acontece quando tomamos o nosso lugar como a vida, a respiração, o avanço da Igreja de Jesus Cristo… caminhar na fé audaciosa, clamando pela promessa e vendo Deus fazer o impossível”.

Fonte: The Christian Post
----------------------------------

Apóstolo Estevam Hernandes chama blogueiros evangélicos de vagabundos e endemoniados

No culto do poder desta quarta-feira, o Apóstolo Estevam Hernandes, fundador da Igreja Renascer em Cristo, voltou a criticar donos de blogs que expressam na internet suas opiniões. Durante a pregação na igreja Estevam afirmou:

"Esses vagabundos que ficam escrevendo esses blogzinhos, gente que se diz servo de Deus e ficam escrevendo bobagens na internet, isso é tudo endemoniados. Amém?"

No dia seguinte após um questionamento de um membro da Renascer que se disse chocado com a afirmação, o Apóstolo usou o Twitter para reafirmar sua opinião sobre os blogueiros: “a verdade choca mesmo”, mas fez uma ressalva: “não falei todos (os blogueiros), mas, sim os que usam pra destruir.o Corpo esses sao mesmo…”

Entre blogueiros e twitteiros a alguns concordaram com o líder da Renascer, já outros demonstraram profunda indignação e reprovação ao ato. Diversas publicações no Twitter surgiram sobre o caso: “E eu achando que o foco de um culto teria que ser Deus… Sinceramente acho que tem coisas mais importantes para se falar no púlpito”, disse um, “Chamar blogueiro de vagabundo endemoniado só porque ele deu uma opinião e ainda querer que a igreja (que nada tem a ver com isso) concorde é RIDÍCULO”, afirmou efusivamente outra “twittada”.

Outros famosos líderes evangélicos, como os Pastores Marco Feliciano e Silas Malafaia, também já se expressaram contra as opiniões contrárias a eles publicadas em sites e blogs pessoais na internet.

Igreja Renascer em dificuldade financeira e oferta de “R$ 15 é uma miséria”

Aparentemente nervoso e emocionado, Estevam afirmou que despesas de energia elétrica das igrejas, rádio e televisão chegam à 400 mil reais. “Sinceramente eu fico revoltado, porque agente vai na rádio e fala ‘você pode ajudar a obra de Deus com R$15?’. É uma dificuldade queridos, R$15 é uma miséria. Só de energia elétrica por mês de rádio e televisão mais as igrejas nós pagamos quase R$400 mil. Ninguém tem idéia. Sabe quanto é o aluguel deste prédio (regional Santana)? R$ 65 mil reais e se atrasar um dia é 20% a mais. ”

O líder da igreja admitiu que o aluguel da Regional Santana está atrasado: “…dizem a igreja atrasou o aluguel. Atrasou sim, você pensa que tenho vergonha em falar? Atrasou porque não tinha dinheiro para pagar, mas vai pagar. Em nome de Jesus. Não devemos nada para ninguém não queridos e todo mundo que trabalha conosco sabe que vai receber, mas as vezes temos dificuldade. Só que estamos de pé lutando e a obra crescendo”, finalizou.

Fonte: Gospel+
------------------

Pensamento





"Temos aprendido a voar como os pássaros, a nadar como os peixes, mas ainda não aprendemos a sensível arte de viver como irmãos."

( Martin Luther King)

Pastor Silas Malafaia declara apoio a Marina Silva

O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, Silas Malafaia, declarou apoio à candidata do PV, Marina Silva nesta sexta-feira, dia 24. O conferencista mantendo um discurso coerente com seus princípios, pediu votos através de seu twitter. Diferente de outros lideres da Assembleia de Deus como José Wellington Bezerra e Manoel Ferreira que declararam apoio a Dilma Rousseff, mesmo a petista sendo a favor do casamento gay e do aborto, Malafaia diz que foi coerente.

Faltando poucos dias para a eleição, acirrou-se na internet posicionamento sobre preferências. Dilma nos últimos dias declarou que tem apoio de pastores, após a repercussão negativa ao vídeo do pastor batista Paschoal Piragine Jr. Serra, que visitou a EXPOCRISTÃ e condenou Dilma por se declarar católica apenas em período eleitoral, também tem repetido seu compromisso com os evangélicos, que começou quando era governador do Estado de São Paulo.

Silas disse mais: “espero que, se Dilma ganhar, vocês que são cristãos não fiquem envergonhados, e não se calem diante de coisas que viram por aí, e que só o tempo poderá nos mostrar. Sinceramente, honestamente, gostaria de estar equivocado em relação às posições do PT. Não ficarei triste se o tempo mostrar que estou equivocado nestas questões, porque no tempo presente, elas são a realidade dos fatos.”

Fonte: CREIO
--------------------

sábado, 25 de setembro de 2010

Alguém pode me explicar isso? Ex Pastor vira gay e manifesta demônio em reunião


Por Márcia Gizella

É o seguinte, quem recebe a Jesus Cristo verdadeiramente em sua vida, quando o sangue de Cristo é aplicado na vida de uma pessoa não há mais possessão demoníaca.

Espírito Santo não é exu para entrar e sair. Enfim, é bom ter consciência de que as obras da carne não podem ser atribuídas ao diabo, assim então ninguém teria culpa de seus erros.

Pior que a mentira, a heresia e o erro religioso, são estas entrevistas ridículas e que em nada acrescentam. Custa-me acreditar na veracidade dessa cena, para mim o cara estava encenando para dizer justamente o que foi combinado para que os incautos fossem ludibriados. Há sim a existência de demônios, eles se manifestam sim, mas não em quem é templo do Espírito Santo de Deus.

O povo perece por falta de conhecer as Escrituras, por não conhecer a verdade, pois o próprio Jesus disse: "Conhecereis a Verdade e ela vos libertará".
Entrevista com demônios não é bíblico, muito menos a afirmação de que se perde o "selo" do Espírito.

Esses pobres coitados da IURD estão necessitados do alimento verdadeiro e sedentos da água que mata a sede e purifica suas almas. É a Palavra quem liberta, através dela é que Deus manifesta Seu poder e Seu Espírito opera poderosamente na vida do homem seja Ele quem for.

Voltemos ao Evangelho, chega de exaltar o diabo, o inimigo não mede forças com Deus, ele já foi derrotado na cruz.

Fonte: Não abro mão da graça
-------------------------

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Opinião: Tony Ayres sobre os teólogos da prosperidade



"O que os chamados tele-evangelistas têm feito com a Palavra, a forma deslavada como pedem dinheiro, vendem bênçãos e pregam um evangelho sem necessidade de metanóia; o estilo de vida de ostentação e suntuosidade que adotam; CONTRÁRIO A TUDO O QUE ENSINOU JESUS, mostra que a relação que se estabelece entre eles e o povo é mesmo de compra e venda e que o deus mais importante para eles é o dinheiro. O Reino de Deus ou o Reino dos Céus é coisa de pobres, que nem lhes interessa mais pregar, porque as ovelhas já foram instiladas com o gérmen da “prosperidade”.


(Tony Ayres Psicoterapeuta Cristão)

Vote no meu candidato em nome de Jesus!

Justiça eleitoral de olho em candidatos que pedem voto "em nome de Jesus" Usar a igreja para fazer propaganda eleitoral é proibido por lei e pode render multa de R$ 2 mil a R$ 25 mil

Justiça Eleitoral aperta o cerco contra candidatos que usam estrutura de igrejas como curral eleitoral.

"Vote no meu candidato em nome de Jesus". O pedido dos pastores e dirigentes de agremiações evangélicas pode render multas e até cassação de direitos políticos. Os pastores não poderão pedir votos durante os cultos, nem apresentar seus candidatos, revelando suas preferências, ou tentar impor aos fiéis as siglas que devem votar.

A propaganda eleitoral no interior das igrejas é expressamente proibida pela legislação eleitoral. A recomendação para que a veiculação de propaganda nos templos seja suspensa imediatamente foi expedida pelo Ministério Público Eleitoral, que apesar de não confirmar, já conta com fiscais dentro das igrejas do Acre.

O MPE investiga denúncias de que os pastores estão usando os cultos para pedir votos para diversos candidatos, além de vender o apoio das igrejas em favor de candidaturas radicadas em várias legendas partidárias. O voto pedido em nome do criador ganhou significativa fatia no meio político, com candidatos explorando os fiéis para alcançar triunfos eleitorais.

O grande número de candidatos ligados ao meio religioso demonstra que a fé se tornou um dos meios mais prováveis, para pessoas alcançarem um mandato eletivo. Com esta mesma visão os juízes e procuradores eleitorais no Acre, resolveram voltar suas atenções para esta parte do eleitorado, que vem sendo usadas, em pelo menos três pleitos consecutivos.

Apesar dos pastores afirmarem desconhecer as práticas de campanha nas igrejas, no interior e arredor dos templos, a propaganda eleitoral está proibida, podendo a multa chegar a R$ 25 mil, em caso de descumprimento da recomendação do MPE. Segundo alguns dirigentes, os pastores não misturam religião e política, deixando os fiéis livres para exercer o direto do voto.

Alguns fiéis, apesar de não manifestarem publicamente suas opiniões, vêem como repugnante o comportamento dos pastores e dirigentes quem utilizam a fé das pessoas como instrumento de captação de votos. Já outra parte menos conservadora, declara que as igrejas precisam participar e eleger representantes, para que aberrações de alguns projetos considerados nocivos aos movimentos religiosos, não sejam aprovados sem a participação das agremiações religiosas.

O fato é que até mesmo os frequentadores de missas e cultos, estão fazendo sérias denúncias, quanto ao uso da estrutura das igrejas em favor de candidatos, desvirtuando os princípios das manifestações religiosas, que visam à aproximação das pessoas dos princípios contidos nos livros religiosos, adotados pelas igrejas. A maioria das denúncias parte de pessoas que buscam a palavra de Deus, no entanto, são obrigadas a presenciar verdadeiros comícios, por parte de pastores e candidatos.

Os pedidos de votos feitos no interior de igrejas sujeitam seus autores a multas que vão de R$ 2 mil a R$ 25 mil. A propaganda eleitoral no interior das igrejas é expressamente proibida, pois os templos constituem bens de uso comum, sendo neles vedada a veiculação de propaganda de qualquer natureza (art. 37 da Lei 9.504/97).

Convênio entre entidades garantirá fiscalização das igrejas

O Ministério Público Eleitoral do Acre montou toda uma estrutura que garantirá a fiscalização aprofundada das denúncias de uso das igrejas, para favorecer candidatos, ou coligações políticas, mesmo que alguns membros dos movimentos religiosos disputem vagas eletivas nas eleições 2010.

O Procurador Regional Eleitoral, Fernando Piazenski, informou que um convênio entre a Polícia Federal, Tribunal Regional Eleitoral e Ministério Público Eleitoral, possibilitou a montagem de uma estrutura, com dois delegados que investigarão todas as denúncias de uso das igrejas, para direcionar os votos dos fiéis.

"Vamos garantir a lisura do processo eleitoral. Todos os ambientes que constituem bens de uso comum serão fiscalizados. As igrejas estão inclusas dentro desta proposta, que visa coibir o direcionamento da vontade do eleitor", destacou Piazenski.

Indagado se já havia pessoas exercendo a fiscalização dentro das igrejas, o procurador respondeu com uma incógnita; "não vou dizer nem que sim, nem que não, mas em outros centros e Estados próximo ao Acre, já são disponibilizados agentes que fazem este tipo de fiscalização".

Os juízes e procuradores unificaram o discurso, endurecendo as investigações e usando todas as proibições da Lei eleitoral, para coibir, principalmente o uso das instituições públicas e movimentos religiosos como forma de captar votos a determinados candidatos e coligações partidárias. Fernando Piazenski enfatizou que se existir qualquer tipo de denúncia, vai haver a verificação e punição dos envolvidos.

Denúncias - Os fatos considerados lesivos envolvendo irregularidades durante a campanha podem ser denunciados por uma linha telefônica disponibilizada pela Justiça Eleitoral, para uso exclusivo de denuncias que envolva a compra de votos e abuso do poder econômico. Disque-Denúncia Eleitoral 0800-642-2226. A Justiça Eleitoral garante o sigilo e anonimato dos denunciantes.

Fonte: oriobranco
----------------------

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Uma certeza... absoluta!

Alguma vez ouviu o termo: "Semear no deserto?"

Quando ouço esta frase a primeira coisa que salta à minha mente é fé e loucura.


Sim, nós fomos chamadas para viver em fé, o que para muitas pessoas é loucura.


Sem duvida que a nossa conduta, os nossos atos, as decisões que muitas das vezes tomamos devem expressar, sem fingimento, a nossa fé em Cristo Jesus.


Lembremos o que Tiago advertia:


«Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma» (Tg 2.17)

Entende que aquilo que vai criar impacto nos que te rodeiam, não são as muitas coisas que falas, mas a maneira como vives a fé que pregas.

Ainda hoje, aquilo que as pessoas procuram e precisam, inclusive os nossos filhos, é ver em nós como se vive em fé.

Plantar no deserto?

O que se pode esperar de uma planta tão frágil no deserto?
Humanamente?


Nada... semear no deserto é um disparate.

Mas mesmo que tudo à tua volta aponte para um iminente "desastre", Aquele que te prometeu e que te é fiel não te deixará envergonhada.

Se tens semeado, se tens investido em alguma coisa que o Senhor já te deu pela fé, não desistas, não te importes com o que os outros possam pensar, não te intimides com o sol quente e as noites extremamente frias.


Sabe, que o Deus em quem confias e esperas é Aquele que tem poder para fazer brotar águas vivas, fontes superiores e inferiores em pleno deserto e aquilo que parece que não vai dar em nada, no Seu tempo, irá florescer, porque o nosso Deus vela pela sua Palavra para a fazer cumprir.

Sê forte, sê corajosa e continua a viver na alegria e na certeza de que o que semeaste, irás ver crescer e colher.

Nunca te esqueças... colherás o que semeares!

Fonte: MH Costa
----------------------

Kaká ataca de cantor! Ouça aqui a música que o jogador gravou com sua esposa Caroline Celico

Kaká voltou a ter destaque na imprensa mundial e dessa vez, não foi pelos seus gols e sim pela sua estreia como cantor. O jogador gravou junto com sua esposa um tema de amor que fala da história de seu relacionamento.

A música “Presente de Deus”, foi composta pelo próprio Kaká e é cheia de referências religiosas, uma coisa que ninguém mais se espanta, já que os dois são membros evangélicos ativos. Essa música faz parte do álbum junto a outros 12 títulos.“Disse o que eu diria a ele. Além de realizar um sonho estamos ganhando um verdadeiro presente de Deus”, canta Caroline Celico na música.




Fonte: En Latino
-----------------------------

Humor: Testemunho bom pra cachorro



Fonte: Cristão Confuso
------------------

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Divulgada lista das 100 principais igrejas dos EUA

A lista Outreach 100 anual das Igrejas de maior e mais rápido crescimento nos Estados Unidos está exposta e traz polêmicas.

“A partir de uma perspectiva de pesquisa, essa não-participação é triste. Mas teologicamente falando, as razões pelas quais muitas Igrejas escolhem não transmitir os seus números são nobres,” disse Kent Shaffer da ChurchRevelance.com, que existe para ajudar Igrejas a tornarem-se mais efetivas e eficientes. “Muitas Igrejas não participantes somente não querem afetar negativamente outras Igrejas. E, é claro que outros se esquecem de relatar seus números aos pesquisadores.”

Nos recentes anos, a lista Outreach 100 tem atraído críticas sobre, entre outras coisas, alimentar o ego de grandes pastores de Igrejas e não reconhecer algumas das pequenas Igrejas saudáveis que estão crescendo.

Igrejas com um comparecimento de fim de semana de 1.000 ou mais representam em torno de 2 por cento das 300.000 Igrejas Protestantes dos Estados Unidos. E mega-igrejas (com 2.000 ou mais atendentes) abrangem menos do que meio por cento.

A menor Igreja encontrada na lista das maiores Igrejas de Outreach este ano, tem uma média de participação de fim de semana de 5.500 e a lista das que crescem mais rápido inclui Igrejas com uma assistência maior que 1.000.

“Durante os últimos sete anos, houve 18 Igrejas publicadas no topo da lista,” observou Shaffer. “Combinados eles fizeram um grande diretório de Igrejas que valem a pena estudar. Mas a principal constante das listas podem também, ocasionalmente, tornar-se arrogante, alimentar competição não saudável, e criar uma perspectiva desbalanceada nas quais as medidas do ministério são as mais importantes.

“Pessoalmente, Eu vejo que há uma resposta certa ou errada se a Igreja deve participar (contanto que eles tenham a atitude correta do coração).”

A revista Outreach reconheceu que algumas Igrejas escolheram não participar da pesquisa este ano e as razões listadas foram: eles não queriam revelar dados de comparecimento, eles não tinham tempo para participar, a lista não incluiu a participação de cultos online, ou eles estavam preocupados se essas pesquisas poderiam promover uma mentalidade baseada em números mais que a missão.

O editor da revista, Lindy Lowry, deixou isso claro, contudo, que a lista não é “somente sobre números como os indivíduos desses números representam – pessoas que encontraram esperança em Cristo, e as Igrejas que os apontam em direção a Ele.

“Se nós tivermos a percepção dessas Igrejas e aprendermos algo de sua paixão por outreach, essa questão especial irá cumprir seu propósito.”

Para a lista de 2010, a Outreach aumentou o número de perfis de cinco para 15 e adicionou mais artigos de “histórias por trás dos números.” Algumas das Igrejas em destaque que estão servindo a comunidade através do que eles chamam de “Dream Center (Centro de Sonhos).”

“à medida que nos aproximávamos do Outreach 100 de 2010, nós sabíamos que queríamos falar mais histórias de Igrejas para realmente refletirmos seu impacto e chegarmos ao coração de por que eles estão crescendo,” afirmou Lowry.

A Igreja de maior crescimento, de acordo com a Outreach 100, é a Igreja 12Stone em Lawrenceville, Geórgia. A Igreja vivenciou um crescimento de 30 por cento, acrescentando com mais de 2.200 pessoas para o comparecimento do culto deste fim de semana. A Experience Life em Lubbock, Texas, e a The Rock Church e World Outreach Center, em San Bernardino, Califórnia, foram arredondados para a posição três.

No total, as 100 Igrejas de mais rápido crescimento tiveram o total de participação de mais de 641.000 e um total de 373 lugares de adoração. A maioria das Igrejas são não-denominacionais.

A Igreja de Lakewood em Houston, Igreja North Point Community em Alpharetta, Geórgia, e a Segunda Igreja Batista em Houston foram listadas como as três maiores Igrejas nos Estados Unidos. O comparecimento da Lakewood é de 43.500 e os outros do topo têm uma participação de fim de semana de aproximadamente 24.000.

Combinadas, as 100 maiores Igrejas têm um comparecimento total de 1.012.832.

As listas baseiam-se nas médias de participação de fim de semana nos meses de fevereiro e março.

Entre as maiores Igreja, a Igreja Batista Brentwood em Tennessee teve 27 lugares de adoração, a maior que qualquer outra.

Notavelmente, a média de idade da Igreja na lista das maiores Igrejas é de 46 anos, e 33 anos entre as que crescem mais rápido. A prazo médio dos atuais pastores seniores na lista das maiores Igrejas é de 18 anos, e 14 anos na lista das de crescimento mais rápido.

As listas do Outreach 100 foram compiladas pela LifeWay Research e inclui somente Igrejas Protestantes que optaram por participarem do estudo. A Outreach divulga anúncio solicitando a participação de mais de 8.000 Igrejas. Eles foram convidados por fax, e-mail, carta, telefone e carta registrada.


Fonte: Christian Post
-------------------------------

Aeróbica gospel?

“Americanos adotam a aeróbica gospel para perder peso e “louvar” a Deus”

Os músculos abdominais queimam à medida que elas se exercitam, mas a dor é melhor suportada enquanto rezam para Deus em um salão de uma igreja perto de Washington, ao som de uma melodia gospel.

“Estamos terminando, dêem graças a Deus”, grita a instrutotra da aeróbica gospel Melanie Kelly, tentando superar o som da música que embala o ritmo do grupo de mulheres afro-americanas.

Segundo ela, a aeróbica gospel faz uma fusão da espiritualidade com o esporte, da adoração pela boa forma ao louvor ao Senhor.

“A aeróbica gospel faz com que nos reunamos e nos exercitemos para apresentar nossos corpos como templos para Deus”, explicou Dawn Harvey, pastora da Igreja e fundadora da Embrace your Greatness, movimento que visa a dar mais poder às mulheres.

“Nossos corpos abrigam o Espírito Santo, por isso queremos cuidar de nossos templos para poder ter vidas longas, prósperas e saudáveis”, acrescentou, citando a primeira carta de São Paulo aos Coríntios.

Kelly dá aulas semanais de aeróbica nesta igreja na periferia de Washington desde abril, quando diz que resolveu fazer isso por causa de uma visão celestial.

“Um dia estava em casa dançando e me exercitando e Deus me mostrou a visão da aeróbica gospel”, contou Kelly, que trabalha como analista de sistemas.

“Livrem-se do demônio! Vamos, força, meu Deus é um Deus formidável!”, anima a instrutora ao grupo que faz flexões.

“O corpo sente, dói… mas, quando nos esforçamos, superamos isso”, explica Mary Grice, funcionária dos correios.

“É ginástica aeróbica, mas fazer isso pelo Senhor torna mais fácil e nos dá um impulso extra”, acrescenta Kindra Owens.

Patrina conta que perdeu 8,5 kg desde que se uniu à aula em maio de 2009.

“Era sócia de uma academia antes, mas nunca ia. Lá eles só tocam Britney Spears e coisas do gênero, e eu não quero escutar a Britney Spears”, explicou.

“Aqui nós recebemos apoio. Sabemos que as pessoas estão orando por você e estão do teu lado”.

Para as participantes, ao contrário das academias normais que são “um mercado da carne, onde homens e mulheres escassamente vestidos se comem com os olhos”, nas aulas de aeróbica gospel a única coisa que lhes interessa é o instrutor maior, ou seja, Deus.

“Ele está nos olhando agora. Está sempre conosco”, diz Harvey trocando a música para alterar o exercício que vai moldar os glúteos de suas alunas, com ajuda divina.


Fonte: Plantão Gospel
------------------------------

Tá na Bíblia!


“Eu irei adiante de você e aplainarei montes; derrubarei portas de bronze e romperei trancas de ferro. Darei a você os tesouros das trevas, riquezas armazenadas em locais secretos, para que você saiba que eu sou o Senhor, o Deus de Israel, que o convoca pelo nome.”

(Isaías 45: 2,3)

Polêmica: Dilma é Lesbica e teria uma amante mineira, diz Verônica Maldonado

No valetudo do final de campanha surge hoje a figura de Verônica Maldonado dizendo “Dilma Rousseff é Lésbica, mas nunca quis assumir nosso romance publicamente”

A declaração é de Verônica Maldonado, uma doméstica que afirma ter tido um longo romance com a atual candidata à presidencia da república, Dilma Rousseff.

“Nos relacionamos durante mais de quinze anos, mas quando surgiu essa oportunidade em Brasília, ela nunca mais quis saber de mim”

Verônica afirma possuir fotos, cartas e outros documentos que comprovam a relação duradoura e pretende pleitear na justiça o direito à uma pensão mensal.

“Afinal nós tivemos um relacionamento durante mais de quinze anos, período em que deixei de trabalhar, estudar, apenas para ficar com ela. Acho que tenho direitos como qualquer outra mulher!”

Segudo o advogado de Verônica, Dr Celso Langoni Filho, a possibilidade de ganho de causa é concreta, uma vez que sua cliente é capaz de comprovar a existência de uma relação estável e duradoura. Ele cita o caso da Justiça de Pernambuco, que tomou uma decisão inédita este mês ao reconhecer a união estável de duas lésbicas para fins de pagamento de pensão.

“A decisão da juíza Paula Maria Malta, da 11ª vara da família e registro civil da capital pode abrir jurisprudência para que outros juízes sigam o parecer” Afirma Celso Longoni.

Em sua decisão, a juiza alegou que o artigo 226 da Constituição diz que a família é um bem da sociedade e que tem proteção especial do estado. A lei se refere ao elacionamento entre homem e mulher, mas não fala em pessoas do mesmo sexo.


Fonte: Folha do Sertão
---------------

Hinos Inesquecíveis: Rocha Eterna

Filha de pastor com suposto poder de cura atrai milhares no RJ

Alani, de seis anos, filha de um pastor pentecostal, atrai milhares de pessoas em busca de pretensas milagrosas. Ela participa dos cultos da Igreja Pentecostal dos Milagres em Alcântara, um bairro do Rio de Janeiro.

Na entrada da igreja os cartazes mostram fotos das curas de fiés que receberam a cura através da missionárinha Alani.

Antes de subir no palco a menina assiste ao culto com uma boneca no colo. O pai da menina Adauto Santos pastor da Igreja Pentecostal dos milagres escolhe pessoas da igreja que dizem que foram curados pela oração da menina.

Alani faz uma oração antes de começar a sessão de cura e algumas pessoas até caem.

O pai de Alani conversa com as pessoas que foram tocadas para mostrar os milagres realizados durante a oração da menina.

Fonte: Revista Época
-------------------------

Cenas do Mundo: Chuva de granizo com aparência de neve em São Paulo



A cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo, foi atingida ontem por uma chuva de granizo que cobriu ruas, carros e telhados. O Corpo de Bombeiros registrou ao menos dez ocorrências referentes ao temporal. Apesar da aparência de neve, o fenômeno foi considerado normal por meteorologistas.

O engenheiro especialista em análise de risco do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), Hassan Barakat, afirma que o fenômeno ocorreu também no Tatuapé, Penha (zona leste), Vila Maria e Campo de Marte (zona norte) - às 16h, com duração inferior a cinco minutos. Segundo ele, não dá para prever a queda de granizo. Esse tipo de chuva é sempre de curta duração, de 5 a 10 minutos.




Fonte: Cruzeiro do Sul
------------------------------

Salmo 138

Eu te louvarei, Senhor, de todo o coração;
diante dos deuses cantarei louvores a ti.
Voltado para o teu santo templo

eu me prostrarei
e renderei graças ao teu nome,
por causa do teu amor e da tua fidelidade;
pois exaltaste acima de todas as coisas
o teu nome e a tua palavra.
Quando clamei, tu me respondeste;

deste-me força e coragem.
Todos os reis da terra te renderão graças,

Senhor, pois saberão das tuas promessas.
Celebrarão os feitos do Senhor,

pois grande é a glória do Senhor!
Embora esteja nas alturas,

o Senhor olha para os humildes,
e de longe reconhece os arrogantes.
Ainda que eu passe por angústias,

tu me preservas a vida da ira dos meus inimigos;
estendes a tua mão direita e me livras.
O Senhor cumprirá o seu propósito para comigo!

Teu amor, Senhor, permanece para sempre;
não abandones as obras das tuas mãos!

-------------------------------------

Pastor "Bike" é detido em julgamento de cristãos

Ontem enquanto acompanhavam o julgamento de dois cristãos de igrejas domésticas, Liu Yunhua e Jianli Gao, o pastor "Bike" (Zhang Mingxuan) e sua esposa foram detidos pela Segurança Pública de Beurau (PSB).

O evangelista apaixonado, conhecido por andar de bicicleta por todo o país em missões de incentivo, foi detido, preso e interrogado inúmeras vezes ao longo dos últimos 10 anos por seus esforços aos cristãos das igrejas domésticas. Ele é o presidente da China House Church Alliance.

A sessão do tribunal para o julgamento de segunda instância, no caso de perseguição aos cristãos e Liu Yunhua e Gao Jianli, da cidade de Xuchang, na província de Henan, começou às 9h de segunda-feira, hora local, na Corte Intermediária Popular de Xuchang. Pastor Bike e sua esposa chegaram à corte para assistir junto do público, mas foram detidos pelo PSB local de Xuchang. Às 11h30, eles foram liberados.

Outros cristãos de Yucheng, Henan, que foram assistir ao julgamento, também foram detidos pela PSB no caminho de casa. São eles: Liu Fulan, Hua Cuiying, Li Yuxia, Ma Keai, Liu Sen (o filho do réu Liu Yunhua). Até o momento não há nenhum registro de sua libertação.


Tradução: Carla Priscilla Silva
Fonte: China Aid Association
-------------------------------

Humor: Em seu blog o que postaria Jesus?

Pensamento

"A oração em si mesma é uma arte que somente o Espírito Santo pode nos ensinar. Ele é o doador de todas as orações. Rogue pela oração - ore até que consiga orar, ore para ser ajudado a orar e não abandone a oração porque não consegue orar, pois nos momentos em que você acha que não poder, é que realmente está fazendo as melhores orações. Às vezes quando você não sente nenhum tipo de conforto em tuas súplicas e teu coração está quebrantado e abatido, é que realmente está lutando e prevalecendo com o Altíssimo.”

(C. H. Spurgeon)

Igrejas luteranas deixam IELA por causa de decisão de ordenar pastores gays

Várias congregações da região central do estado de Illinois saíram da Igreja Evangélica Luterana da América. Essa saída mais uma vez frisou como a decisão da denominação de aprovar pastores homossexuais provocou um escoamento lento e constante de congregações.

Um ano atrás neste mês em sua convenção nacional, a IELA votou “para abrir o ministério da igreja aos pastores gays e lésbicos e outros funcionários profissionais que vivem em relacionamentos de compromisso”.

A reversão de suas normas internas foi decidida por mais de 100 votos — 559 a favor a 451 contra; mas desde a votação a IELA está perdendo membros e congregações.

De acordo com o jornal News-Gazette de Illinois, pelo menos mais três igrejas iniciaram o processo de deixar a IELA, que afirma ter 10.400 congregações e 4.6 milhões de membros batizados. Sob as normas da IELA as congregações que desejam se desligar precisam realizar duas votações aprovadas por dois terços da maioria para sair, com um período de consulta de 90 dias com o bispo local agendado entre as votações. A congregação corta oficialmente os laços com a denominação com a aprovação da segunda votação.

A revista noticiou que no fim de junho, 462 congregações haviam feito sua primeira votação para sair da IELA, com 312 adotando a resolução. Dessas, 196 congregações fizeram sua segunda votação, com apenas 11 congregações optando por não sair da IELA.

Os pastores de três igrejas luteranas em Illinois disseram ao News-Gazette que estavam deixando a IELA por causa de preocupações com o fato de que a denominação não estava mais sendo fiel à base bíblica do ensino da Igreja, principalmente no que se refere aos ensinos sobre o pecado e salvação.

O Rev. Jeffray Greene, pastor da Igreja Luterana Americana de Rantoul, onde 94 por cento de sua congregação votaram para sair, disse para o News-Gazette que sabia por sua experiência na época de seminário que os defensores da teologia homossexual estavam determinados no começo da história da IELA a mudar o ensino da denominação.
“Vinte sete anos atrás, quando eu estava no seminário (Seminário Teológico Luterano do Pacífico em Berkeley, Califórnia), havia duas teologias incompatíveis sendo aceitas na IELA”, disse Greene. Ele acrescentou: “A IELA foi formada para ser o que é. Três caras gays que foram para o seminário comigo tinham isso como sua agenda”.

O Pastor James Lehmann da Igreja Luterana Immanuel em Flatville, onde 94 por cento também votaram para sair, disse para o jornal de Illinois que a IELA está enviando a mensagem de que há múltiplos caminhos para a salvação, em vez de apenas por meio de Jesus Cristo, e isso representa um problema insuperável.

“Penso que foi uma lástima que tivéssemos de fazer a votação”, disse Lehmann, “mas para ser fiéis à nossa fé, precisamos fazer isso”.

Algumas das congregações luteranas revelaram que estavam considerando ligar-se à Igreja Luterana Norte Americana (ILNA), que foi formada em resposta à decisão da IELA de ordenar pastores homossexuais. Há várias denominações luteranas conservadoras nos Estados Unidos, tais como a Igreja Luterana — Sínodo de Missouri, a Associação Americana de Igrejas Luteranas, a Associação de Congregações Luteranas Livres e outras.

Delegados da Igreja Luterana — Sínodo de Missouri em julho votaram para aprovar uma resolução elogiando dois documentos teológicos que declaram que a decisão da IELA de ordenar pastores homossexuais violentou as Escrituras Sagradas e relacionamentos estremecidos entre as duas igrejas, criando a impressão de que todos os luteranos dos EUA estão de acordo com a posição da IELA.

A ILSM também votou para fortalecer os esforços para promover fidelidade ao luteranismo confessional mundial como uma resposta clara à decisão da IELA.

Fonte: Life Site News
tradução Júlio Severo
----------------------

Cenas do Mundo: Tufão Fanapi mata 18 pessoas na China

A China está em alerta perante a chegada do tufão "Fanapi", que segundo os meteorologistas será o mais intenso dos que afetaram o país este ano e que já deixou três mortos na vizinha Taiwan. O Centro Nacional de Meteorologia da China espera para esta noite ou amanhã de manhã a chegada do "Fanapi", que em um dos dialetos da Micronésia significa "pequenas ilhas do atol".O "Fanapi" é o 11º tufão que afeta a China este ano, e espera-se que seja o mais intenso e devastador da temporada da monção à luz das últimas previsões.


Fonte: EFE
-------------------------

terça-feira, 21 de setembro de 2010

A Ponte. Pela morte de um, muitos obtiveram a vida

Por Alexandre Pitante
É lastimável ver a situação do homem atualmente que, vive com se não existisse o amanhã, despreocupados de onde vão passar a eternidade, regaladamente aproveitam a vida dizendo que precisam aproveitá-la até o fim.

Analisando friamente a conduta do ser humano hoje, pessoas que não querem Jesus por nada, não estão nem um pouco preocupados com a salvação de suas almas, vivem nas orgias, bebedices, drogas, no trafico, bailes e festas mundanas que os têm levado ao abismo ainda mais, só posso dizer que fico muito desgostoso tendo a certeza que Cristo nos amou mesmo assim, sabendo que muitos não dariam valor em Seu sacrifício substitutivo por nós no Calvário.

O homem definitivamente não merecia o que Cristo fez por ele, porém, Deus nos amou com um amor incondicional mesmo não sendo por muitos correspondido. Enviou seu único filho para morrer em nosso lugar.

Assista a esse vídeo, trailer do filme “A Ponte”, que conta a historia de um homem que teve que escolher em matar seu filho ou salvar uma grande quantidade de pessoas que estavam dentro de um trem.

Pela morte de um, muitos obtiveram a Vida...



"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". (Jo 3.16)

Fonte: Avivamento pela Palavra
------------------------

Ladrão após leitura da Bíblia e ouvir música gospel se entrega


Na Coreia do Sul, um ladrão tentou roubar uma professora de religião, mas acabou sendo evangelizdo por ela. Ling Cho entrou em uma escola de língua inglesa em Ulsan Jungbu e tomou a bolsa da tutora, que estava sozinha. Ele a ameaçou com uma faca. Mas a mulher não se intimidou e decidiu virar o jogo.

Ela perguntou a Cho por que estava roubando, e ele contou como iniciou sua vida de crimes, além de dizer que tinha problemas financeiros e que ficara deprimido por ter sido deixado pela esposa. A professora viu nele uma boa oportunidade e começou a ler passagens da Bíblia para o bandido, que acabou pedindo desculpas.

A mulher lhe deu um tocador de MP3 cheio de canções evangélicas e Cho foi embora, arrependido. Pouco depois, voltou e pediu que ela o entregasse à polícia. Como a professora se recusou a fazer isso, Cho se entregou às autoridades e agora pode passar cinco anos na cadeia.
-------------------------