domingo, 31 de outubro de 2010

31 de outubro o dia da Reforma Protestante, 493 anos depois...

Para alguns, Lutero é um ogro que destruiu a unidade da Igreja Católica Romana, uma besta selvagem, um monge renegado determinado a acabar com os fundamentos da vida monástica. Para outros, ele é o grande herói que liderou a pregação do evangelho puro de Jesus e da Bíblia, o reformador de uma igreja corrupta.

Em 31 de outubro de 1517, véspera da festa católica de Todos os Santos, Martinho Lutero anunciou suas teses, e o impacto foi tal que a data é apontada como o início da Reforma Protestante.

Poucas pessoas na história do cristianismo têm sido discutidas tão acaloradamente como Lutero. Ele mudou o curso da história pela coragem, desafiando o poder do papado e do império, mantendo pontos de vista contrários à prática e preceitos da religião estabelecida, o catolicismo romano, por serem conflitantes ao conteúdo da Bíblia.

O principal ensinamento do Evangelho contra o qual Lutero se rebelou foi o da penitência. A salvação é graça de Deus e não pagamos nada por isso. A centelha que se acendeu no ex- monge provavelmente veio em 1515, quando Lutero começou a dar palestras sobre a carta de Paulo aos Romanos. Como ele mesmo disse, foi logo no primeiro capítulo do livro que Lutero encontrou a resposta às suas dificuldades.

Por conseguinte, o monge passa a comentar sobre sua descoberta, "senti que nasci de novo e que eu havia sido carimbado para entrar no paraíso. Toda a Escritura teve um novo significado. E desde então "a justiça de Deus" passou a indescritivelmente doce para mim estava sob um grande amor ".

Lutero parece ter sido um homem relativamente calmo, dedicado aos seus estudos e com lutas espirituais. Sua grande descoberta - ele trouxe uma nova compreensão da Palavra de Deus - não o levou imediatamente a protestar contra a forma como a Igreja Católica Romana ainda compreende a fé cristã. Pelo contrário, o monge dedicado continuou os seus ensinamentos e pastorais e, embora haja evidências de que mostrou sua nova teologia, não tinha intenção de se opor ao que ensinavam no catolicismo romano.

Em 1517, quando Lutero pregou – a forma de se divulgar os fatos na época - suas famosas 95 teses na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, não tinha a intenção de criar uma turbulência religiosa. Ele anunciou as teses na véspera da festa de Todos os Santos e o impacto foi tal que a data de 31 de outubro, como o início da Reforma Protestante e da reafirmação da palavra Deus.

As 95 teses estão condenadas pela Igreja Católica Romana desde 15 de junho de 1520. Lutero, então, abertamente em conflito com a Igreja Católica Romana, foi excomungado no início do ano seguinte. O papa Leão X exigiu que Lutero se retratasse pelo menos de 41 de sua teses, mas o monge alemão, já famoso em toda a Europa, rejeitou publicamente. Foi o último passo para o que se tornaria a Reforma Protestante.

Tradução e adaptação: Milton Alves
Fonte: Protestante Digital
-------------------------------------

Dia das Bruxas Traz Fantasmas, Ghouls e (Alguns) Cristãos

Embora alguns crentes se recusem a participar do ritual anual, devido às suas raízes pagãs e foco na escuridão e no mal, outros não apenas participam, mas realizam eventos especiais como uma forma de estender a mão aos membros da sua comunidade para abrir novas oportunidades para compartilhar o evangelho.

A Igreja Betel em Modesto, na Califórnia, por exemplo, estará realizando um evento "Truque ou Travessura" de domingo à noite, durante os quais carros serão decorados e cheios de doces e outras guloseimas que os jovens podem pegar enquanto eles vão de carro para carro.

"Nós sempre fizemos no dia 31," disse Letícia Garcia, assistente administrativa de Betel, a Abelha Modesto. "é uma extensão para a comunidade. Estamos fazendo isso por cerca de 10 anos. Costumamos trazer entre 1.000 a 2.000 crianças."

A Igreja Presbiteriana Trinity em Jackson, Mississippi, também tem um eventos "Truque ou Travessura," e ainda acrescenta uma lição bíblica em cada carro.

"Eu acho que é saudável e é seguro," comentou o pastor da Trinity, reverendo Ken Pierce, Clarion Ledger. "Não está acontecendo em torno de casas estranhas. é uma oportunidade que a cultura nos apresenta para compartilhar o evangelho com aqueles que não podem vir de outra forma para a Igreja."

Alguns, no entanto, se opõem a que os seus filhos participem com respeito devido aos tons escuros e às vezes horríveis do evento.

O Bispo Rosie O'Neal na Igreja Centro Cristão Koinonia de Greenville, Carolina do Norte, disse à sua estação de imprensa local que ela teve um problema com o Halloween desde que veio a saber mais sobre suas associações com coisas tais como o ocultismo.

"Eu me lembro de ser um garotinho e caminhar para fora e que querer apenas o saco de doces, mas à medida em que eu fiquei mais velha comecei a entender o foco da escuridão e do mal ... e eu me senti como um crente "Eu não quero fazer isso," observou ela.

Ainda outros dizem que são capazes de conciliar a celebração com a sua fé cristã à luz dos seus laços com o Dia de Todos os Santos, que cai no dia seguinte e é observado por alguns crentes como um dia para homenagear aqueles que morreram no ano passado ou todos os entes queridos que já morreram - particularmente os santos e mártires.

A Igreja Episcopal St. Alexix em Jackson vai realizar "All Hallow's Eve" uma vigília na noite de domingo, com aulas de oração e das Escrituras.

O pastor da Igreja, o reverendo Chuck Culpepper, disse que o serviço irá reconhecer e celebrar o Dia das Bruxas em seu próprio contexto enquanto se prepara para a congregação de Todos os Santos na segunda-feira.

Culpepper, como líderes cristãos, incluindo James Dobson, diz que não vê mal algum no Halloween e ainda disse ao Clarion Ledger que a noite pode até lembrar aos Cristãos "a vitória de Deus sobre os poderes do mal."

"Eu acho que o básico é que nós acreditemos que Deus está no comando, e com Cristo ganhou a vitória, então não há mal nenhum nisso," comentou.


Fonte: Christian Post
--------------------------

Salmo 148

Aleluia!
Louvem o Senhor desde os céus,
louvem-no nas alturas!
Louvem-no todos os seus anjos,

louvem-no todos os seus exércitos celestiais.
Louvem-no sol e lua,

louvem-no todas as estrelas cintilantes.
Louvem-no os mais altos céus

e as águas acima do firmamento.
Louvem todos eles o nome do Senhor,

pois ordenou, e eles foram criados.
Ele os estabeleceu em seus lugares para todo o sempre;

deu-lhes um decreto que jamais mudará.
Louvem o Senhor, vocês que estão na terra,

serpentes marinhas e todas as profundezas,
relâmpagos e granizo, neve e neblina,

vendavais que cumprem o que ele determina,
todas as montanhas e colinas,

árvores frutíferas e todos os cedros,
todos os animais selvagens e os rebanhos domésticos,

todos os demais seres vivos e as aves,
reis da terra e todas as nações,

todos os governantes e juízes da terra,
moços e moças, velhos e crianças.
Louvem todos o nome do Senhor,

pois somente o seu nome é exaltado;
a sua majestade está acima da terra e dos céus.
Ele concedeu poder ao seu povo,

e recebeu louvor de todos os seus fiéis,
dos israelitas, povo a quem tanto ama.
Aleluia!

----------------------------------

Tribunal da Finlândia multa pastor por recusar trabalhar junto com mulher pastora

O Supremo Tribunal da Finlândia impôs uma multa de 320 euros contra um pastor evangélico por causa da recusa dele de trabalhar com uma mulher pastora, chamando-o de um caso de “discriminação sexual”.

Ari Norro é pastor da Associação Evangélica Luterana da Finlândia e membro da Associação Evangélica Luterana na Finlândia (AELF), uma associação dentro da Igreja Evangélica Luterana da Finlândia que não aceita a ordenação de mulheres.

Na primavera de 2007, ele estava trabalhando como pastor visitante num culto de domingo numa igreja em Hyvinkää, sul da Finlândia, onde o culto era regularmente realizado por Petra Pohjanraitio, uma mulher pastora. Pohjanraitio havia sido escalada para distribuir a Santa Ceia; porém, antes do culto, ela foi avisada por Norro de que suas convicções apostólicas o impediam de trabalhar com uma mulher pastora no altar.

A decisão do Supremo Tribunal segue outras de tribunais de primeira instância que decidiram que a igreja é obrigada a cumprir as mesmas leis de “igualdade sexual” impostas em outros ambientes de trabalho.

“Atitudes decididas por convicções religiosas não podem ser usadas para levar à quebra de direitos humanos, tais como discriminação de natureza sexual”, declarou a decisão.


Fonte: Blog do Julio Severo
-------------------

sábado, 30 de outubro de 2010

Tá na Bíblia: Não Vacile!



"Se você vacila no dia da dificuldade, como será limitada a sua força!"
(Provérbios 24.10)

Jean-Pierre Langellier: Franceses destacam influência das Igrejas

As relações entre política e religião no Brasil chamam a atenção dos franceses, destaca Jean-Pierre Langellier (foto), no diário Le Monde.

Com 155 milhões de católicos, o país mais católico do mundo mantém estreitas relações entre política e religião, que vem desde a descoberta em 1500, pela cruz fixada na Bahia quando foi celebrada a primeira missa.

Langellier aludiu ao projeto colonial português e sua associação com a Igreja Católica ao dizer que era “espada e água benta misturadas, a serviço da colônia, do Império (1808) que se tornou independente (1822), depois na República (1889)”.

Esse será um dilema para cristãos conservadores em relação a Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), e José Serra, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), candidatos à eleição presidencial que terá seu segundo turno neste domingo.

Serra quando ministro da Saúde assinou nota normatizando o aborto em hospitais públicos, nos casos previstos em lei. Ainda assim, ele acusa a adversária de assumir compromissos públicos com o aborto. Dilma defende que aborto é assunto de saúde pública e defende o fim da morte de 40 a 50 mulheres por mês, desassistidas pelo Estado.

O colunista francês lembrou que a primeira Constituição republicana brasileira, proclamada em 1891, 14 anos antes da francesa, já consagrava a separação entre Igreja e Estado. A Igreja perdeu muitos direitos, especialmente o financiamento público para seus hospitais e escolas, recuperando-os 33 anos depois, no governo de Getúlio Vargas.

Mesmo sendo um Estado laico, escreveu Langellier, o poder da religiosidade católica popular ainda dá à Igreja poder de assumir seus valores, manifestando sua opinião sobre o aborto nos prazos eleitorais em que isso é proibido ao conjunto da sociedade.

Informou ainda que a própria Igreja Católica é perpassada por correntes politicamente diferentes, entre elas a "teologia da libertação", que defende a "força histórica dos pobres", a partir da leitura da Bíblia nas comunidades eclesiais de base, com educação popular, catequese e resistência. Muitos quadros do PT, incluído o próprio presidente Lula, têm seu destino político na família dos católicos de esquerda.

Na época do Segundo Reinado, o Conselho do Império, presidido pelo imperador Pedro II, mandou prender e endossou a condenação de dom Frei Vital Maria Gonçalves de Oliveira, da diocese de Olinda e Recife, e de dom Antonio de Macedo Costa, da diocese de Belém, no Pará, por entenderem que orientação do papa estava acima da imperial. Isso garantiu que por mais de três décadas a Igreja Católica não interferisse e nem desacatasse o governo.

A mudança começou a surgir com a chegada das igrejas pentecostais no início do século XX e sua explosão de crescimento nos anos 60, de traço conservador, inclusive na moral sexual. Reunidas em 23 grupos diversos, as igrejas evangélicas fizeram do Brasil o maior país pentecostal depois dos Estados Unidos.

Elas representam 20% da população, ou seja, cerca de 40 milhões de fiéis. Unem a um antigo devocionalismo protestante, fundado nas práticas de cura e de exorcismo, uma modernidade religiosa que coloca em primeiro lugar o fervor e o aspecto afetivo.

O neopentecostalismo, dos anos 80, defende uma ideologia de sucesso social batizada de "teologia da prosperidade", por meio da qual os pastores, muitas vezes sem formação teológica, prometem uma "felicidade imediata" às massas privadas de bens de consumo e convidadas a adquiri-los por meio de milagres a serem realizados.

Esse materialismo radical autoriza a Igreja Universal do Reino de Deus a garantir a seus fiéis a abertura "das portas do céu" a seu favor, com a condição de que se integrem à denominação e contribuam. A Universal tornou-se um império midiático e financeiro, liderada pelo bispo Edir Macedo.

Mas as novas igrejas também levam muitas vezes uma resposta calorosa e fraterna às famílias que pagam o seu "dízimo". Lá onde reina a pobreza, a violência, a prostituição e a droga, onde o Estado, ausente, não desempenha o seu papel em matéria de saúde e de educação, elas realizam uma rede de ajuda recíproca comunitária que oferece uma certa proteção baseada na confiança.

O grupo parlamentar evangélico cresceu 50% este ano: 63 deputados e três senadores foram eleitos no dia 3 de outubro, pertencentes a 14 partidos. Dilma Rousseff e José Serra não falam a respeito do aborto, mas falam da lei vigente que autoriza o aborto em caso de estupro e de ameaça à vida da mãe. Preferem exaltar "o direito à vida", o slogan curinga usado pelos partidos cristãos.


Fonte: ALC
-------------------------------

Olha o que acontece quando a mãe não dá comida pra criança...rs


Diante do Trono no Faustão: pastor afirma que Ana Paula Valadão agiu com hipocrisia

A apresentação do ministério de louvor e adoração Diante do Trono no programa Domingão do Faustão foi marcante para muitos cristãos. O programa teve picos de audiência e a hashtag #DTnoFaustao esteve entre os tópicos mais comentados do mundo no Twitter.

Contudo, nem todos concordaram com aquilo que Ana Paula Valadão, líder do ministério, disse ao apresentador Fausto Silva. O pastor Edmar Xavier de Souza escreveu uma carta aberta direcionada a Ana Paula discordando de vários pontos abordados por ela.

O pastor já havia feito um comentário no Gospel+ exponto seus pontos de discordância, o que foi recebido com muitas críticas e um elogio. Philip, usuário do site, comentou: “Quem é esse santo?? Acho que quem deveria ter ido no Faustão é ele. Afinal com as palavras dele, teria conquistado muito mais gente pra DeuS”. No mesmo sentido, Laide comentou: “irmão EDMAR, o que interessa que a mensagem foi passada,foi uma benção ja oportunidade de conseguir chegar ali”. Já Luiz Gonzaga concordou com Edmar: “Pastor Edmar, Parabéns e que Deus continue abençoando seu ministério da verdade. (…) Graças a Deus que não somos “crentes”, somos seguidores de Jesus e você, como eu (e muitos) não aceitamos utilizar de palavras anátemas, apócrifas, dizendo representar o ensinamento de Jesus. Levedo, não é coisa boa… Ainda mais ela dizendo que é perigoso ouvir suas músicas”. Já Maria opinou “Edmar, não sou seguidora do DT e nem consigo mais ouvir suas músicas, já enjoei a muito tempo por ser sempre a mesma coisa, mas os respeito e peço a Deus que os use e os mantenha no foco correto.”.

Esclarecemos que este texto não exprime a opinião do Gospel+ ou qualquer um de seus sites afiliados.

Leia abaixo a carta aberta:

Carta aberta à Pastora Ana Paula Valadão (e a quem interessar-se)

Pastora Ana Paula, quanta ignorância! Talvez seja proposital ou, como dizia Freud, um ato falho dizer as coisas que disse no Domingão do Faustão. Por exemplo, que o Evangelho é como “fermento que leveda toda massa”. Jesus nunca disse isto, senhora. Ele disse: “Guardai-vos do fermento dos fariseus que é a hipocrisia” (Mt 16.11ss; Lc 12.1). O Apóstolo Paulo, seu xará, advertiu que “Um pouco de fermento leveda toda a massa” (Gl 5.9) num contexto de apostasia da Igreja da Galácia. Se a senhora puder se lembrar de seus tempos de seminário, o fermento nunca foi usado em termos positivos pela Palavra de Deus. São 71 versículos e todos pejorativos em relação ao fermento. Pode ser que você saiba do que está falando. Hipocrisia é atuar, é viver no palco o que não se vive fora dele, é teatral, é mise-en-scéne, é encenação. Fermento e Evangelho não devem ser misturados, pois é pecado (Lv 2.11). Confundiu-se? Foi sem querer? Assim como aconteceu com a inusitada performance da “unção do leão”?

Outra questão em sua “mensagem” ao público do Faustão. Temos uma igreja para cada gosto? A “igreja que vai combinar com você!” está mesmo de acordo com o uso que a senhora faz de sua igreja? Ela deve ser uma igreja conformada com os gostos do homem, então. Sim, porque dizer que a igreja é um corpo e que “um é a cabeça e outro é a mão…” é de uma atrapalhada que não tem medida. Isto é, mais um ato falho: “outro é cabeça”. A senhora se referiu a quem? Esse “outro” não é “outro” senão Jesus que é a CABEÇA da igreja (Ef. 4.15). Por que não disse? Esqueceu-se? Mas a senhora não errou de todo. A igreja evangélica pós-moderna é realmente uma verdadeira Hidra. Muitos mandam, mas Jesus está de fora. Ou seja, tem muitas cabeças, mas é acéfala. Um verdadeiro monstro mitológico.

Infelizmente é esta a leitura que faço. Até porque a senhora não disse uma vez a palavra “Jesus” na entrevista. Saiba que “Deus” é um termo genérico num ambiente (eclético, para dizer o mínimo, e mundano, para dizer tudo) como o da TV Globo. Nem nas músicas escolhidas para o programa líder de audiência Jesus foi mencionado. Será que Ele está do lado de fora, batendo à porta do Teatro Fênix, querendo entrar na “festa”? “Festa, alegria, é um povo que se reúne aqui” enquanto Jesus está triste, lá fora, porque não foi convidado pela Som Livre, a verdadeira cabeça de suas ações “eclesio-econômicas”. Poupe-me, senhora Valadão, de sua presumida piedade. Piedade, esta, que é fonte de lucro (I Tm. 6.5).

Mas ainda há tempo de desfazer o pacto com Mamom e seus asseclas! Volte para sua congregação e deixe a porta larga e o caminho espaçoso que a senhora usa para supostamente pregar seu arremedo de Evangelho que não desafia seus fãs e público a deixarem a idolatria, a prostituição e seus maus caminhos. Ou a senhora não estava lá na f“unção” de pastora? Claro que não, é verdade. Lá a senhora era mera funcionária…

Sou invejoso, despeitado, julgador raivoso? Saiba que tenho plena consciência de que serei julgado por tudo que faço e penso. A senhora também, não se esqueça disso!

Questionado acerta do conteúdo, o ministério Diante do Trono não manifestou-se sobre o assunto.



Fonte: Gospel +
------------------------------

Cristãos no Sudão perdem posse do terreno da igreja

No dia 4 de outubro a polícia no Sudão expulsou a equipe da Igreja Evangélica Presbiteriana no Sudão (SPEC, sigla em inglês) do seu escritório localizada na capital Khartoum, o que ajudou um empresário muçulmano na tentativa de apossar-se da propriedade.

Cristãos da capital sudanesa contaram à Compass Direct News que a polícia entrou no complexo da SPEC e ordenou aos trabalhadores para sair, alegando que a terra pertencia ao negociante muçulmano Osman Al Tayeb.

A igreja assinou um contrato com Al Tayeb estipulando os termos sob o qual ele poderia obter a propriedade – incluindo fornecer documentos legais tal como uma construção permite, e então obter a aprovação final da SPEC – mas aqueles termos permaneceram não atendidos, segundo o oficial da igreja.

O líder da igreja, Deng Bol, disse que sob os termos do contrato não cumprido, a SPEC devolveria toda a propriedade para Al Tayeb para construir um centro de negócios no local, com a denominação para receber e repartir os lucros do comércio e recuperar a posse da propriedade após 80 anos.

Líderes da SPEC já tinham aprovado o projeto por causa do alto risco de perder a propriedade permanentemente e empreenderam ação legal para recuperá-la. A disputa é pelo terreno de 2.232 m2 que tem sido usado para reuniões cristãs e atividades relacionadas.

O reverendo Philip Akway, secretário geral da SPEC, disse à Compass que o governo pode ser contrariado já que as atividades cristãs têm crescido ali por muitas décadas. Os líderes da SPEC disseram que os muçulmanos têm assumido o controle de muitas outras propriedades cristãs através de estratagemas similares.

Ante a condição de anonimato, um presbítero disse que os líderes da igreja acreditam que a propriedade entrou na antecipação de proposta de divisão norte-sul do Sudão. Com menos de três meses até o referendo de separação do país de nove de janeiro, de acordo com o Acordo de Paz de 2005, líderes da SPEC tem diversas recursos para se defender contra a interferência do governo nos assuntos da igreja, como muitos sudaneses cristãos com medo de perder a cidadania caso o sul do Sudão votem a favor da secessão


Tradução: Portas Abertas
Fonte: Compass Direct
-------------------------------

Mark e Darlene Zschech deixam a Hillsong Church para assumir nova igreja


Famosa pastora e líder do ministério Hillsong, Darlene Zschech anunciou sua saída da Hillsong Church. Ela aceitou um convite para ser pastora presidente de outra igreja, a Church Unlimited.

Darlene ficou famosa e levou sua igreja a ter reconhecimento mundial ao assumir a liderança do ministério de louvor. Com Darlene o Hillsong rodou o mundo e lançou enormes sucessos, a partir dessa fama nasceram outros ministérios de louvor dentro da igreja e suas filiais, com destaque para Hillsong United e Hillsong London.

O anúncio foi feito nesta semana em nota oficial dos pastores presidentes da Hillsong Church, Bobbie e Brian Houston:

Queridos amigos,

Hoje, Domingo 24 de Outubro, está sendo anunciado na Church Unlimited da Costa Central de NSW e simultaneamente na Hillsong Church, que Mark e Darlene Zschech foram convidados e que aceitaram os papéis de Pastores Seniors da Church Unlimited, iniciando no dia 23 de Janeiro, 2011.

Darlene e seu marido também divulgaram uma nota oficial:

Temos tido maravilhosos 25 anos na Hillsong Church e somos eternamente gratos por tudo o que Deus tem feito, por Brian e Bobbie e todo o time por sua liderança e amizade. Mas agora entramos num novo capítulo, estamos incrivelmente honrados e MUITO animados para tomar frente dessa ótima oportunidade de servir as pessoas da Costa Central e a todos da Church Unlimited. Estamos entrando no que acreditamos que seja uma maravilhosa e frutificante estação. Ainda que Darlene continuará em seus diversos papéis no ministério de louvor e eu em missões e meios de cominação em um mundo em desenvolvimento, temos sempre sido pessoas da igreja local. Sentimos que Deus foi antes de nós em todos os caminhos possíveis, há muitas estórias de milagres nessa jornada e nós não conseguimos acreditar o quão perfeitamente isso combina conosco e nossa família. Estamos cehios de uma esperança saudável e uma visão forte assim como ansiamos ver o propósito de Deus e planejamento para as pessoas nesse lugar. É modesto e sufocante ser parte disso.

Brian Houston, pastor presidente da Hillsong Church, também comentou a saída:

Mark e Darlene têm sido uma bênção enorme para a igreja Hillsong e eles vão se mudar para esse novo papel com o total apoio de ambos os presbíteros da Igreja Hillsong e Bobbie e eu, pessoalmente. Há 25 anos a família Zschech tem sido uma parte integral de nossa igreja e ao mesmo tempo que fará muita falta, sentimos como se este fosse um bom e oportuno passo para eles.

Chamamos Darlene para continuar sendo parte dos projetos no time Hillsong praise & worshipto com seu marido, Mark, a continuarem envolvidos com a Conferência Hillsong. Oramos para que coisas grandes aconteçam no futuro”.

Estamos animados sobre o futuro de ambas Church Unlimited e Hillsong Church e agradecemos a Deus pela parte que todos nós somos no Corpo de Cristo, em volta do mundo.

Ainda não foi anunciado se Darlene continuará com sua carreira solo como cantora, se irá lançar algum ministério de louvor na Church Unlimited ou se dedicará apenas ao pastorado.




Fonte: Portal DT
--------------------------------

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Andar com Deus

Escolher andar com Deus é desistir da minha própria vontade.
Escolher andar com Deus é ter o privilégio de amar como Ele ama.
Escolher andar com Deus é ter a possibilidade

de observar as situações da vida pelos olhos dEle.
Escolher andar com Deus é arrancar, a força, as “cartas na manga”
Escolher andar com Deus é ver o que ninguém vê,

sentir o que ninguém sente, ouvir o que ninguém ouve.
Escolher andar com Deus é sentir paz em meio a guerra,

ser luz em meio as trevas.
Escolher andar com Deus é viver os dias com os olhos

e o coração focados no GRANDE DIA.
Escolher andar com Deus é fugir da religiosidade

e de todo ativismo que nos “prende”.
Escolher andar com Deus é fazer do pecado seu maior inimigo.
Escolher andar com Deus é viver pela fé.
Escolher andar com Deus é restaurar sonhos,

viver planos e experimentar de vida abundante.
Escolher andar com Deus é afastar-se das “coisas” que não O agradam.
Escolher andar com Deus é viver com os pés na terra

e com o coração no céu.
Escolher andar com Deus é compreender que sou amado,

respeitado e valorizado por Ele.
Escolher andar com Deus é ter um coração pronto para servir.
Escolher andar com Deus é ser embaixador de Cristo, na terra.
Escolher andar com Deus é permitir-se ser remido

e lavado pelo precioso sangue do Cordeiro de Deus.


Autor: Junior Della Mea
--------------------------------

Evangélico penetra canta em velório de Romeu Tuma e é retirado

Um homem conhecido como "O Glória" pelos servidores da Assembleia Legislativa de São Paulo chamou a atenção no velório do senador Romeu Tuma (PTB) na manhã desta quarta-feira.

Ele invadiu a cerimônia com cantos religiosos. "Adeus, seja a glória. Amém", repetia.

Policiais militares pediram para o homem ter respeito com a família e com os amigos presentes. Após a conversa, o homem parou de cantarolar e saiu acompanhado pelos policiais. Fora do prédio, voltou a entoar o mesmo cântico.

Segundo responsáveis pelo cerimonial da Assembleia Legislativa, "O Glória" aparece em quase todos os eventos da casa, por onde transita pelos corredores, escadas e restaurante, sempre cantando.

"O Glória", cujo nome verdadeiro é Orlando Torres, é evangélico da Assembleia de Deus. "Faço isso para tocar o coração das pessoas", justificou o religioso, que disse fazer o mesmo ritual em "todo lugar onde tem eventos".

Fonte: Terra
-----------------------

Dica de Música: Donnie Mcclurkin - Holy

Erguerei minha voz e cantarei,
cantarei Santo, Santo
Ao meu Salvador, meu Deus e Rei
Cantarei Santo, Santo

Ao cordeiro que no trono está eu cantarei
E somente a Ele meu louvor eu cantarei
Ao que era é e há de vir
Em seu trono adorarei pra sempre, sempre

E os anjos protrados cantam e cantarão Santo, Santo
Nós, seus filhos e filhas, nós o exaltaremos cantando
Santo, Santo

Ao cordeiro que no trono está eu cantarei ...
Santo , Santo

Tá na Bíblia: É preciso ter fé para agradar a Deus


"Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que se torna galardoador dos que o buscam."
(Hebreus 11:6)

Grupo Pede que Receita Federal Investigue Guias do Eleitor Cristão

O grupo Cidadãos pela Responsabilidade e Ética em Washington (CREW) apresentou o pedido terça-feira, acusando o nome do projeto ‘Ore Em Nome de Jesus’ de apresentar classificação partidária dos políticos como os que tem simpatia pela fé ou aqueles que são anti-Jesus.

"A lei federal proíbe os pregadores da politicagem no púlpito, mas é exatamente isso que o projeto ‘Ore Em Nome de Jesus’ em todo o país está fazendo," disse a Diretora Executiva do CREW, Melanie Sloan, em um comunicado. "Ore Em Nome de Jesus está tentando usar as Igrejas para fazer avançar a sua agenda de políticas ostensivas; Quaisquer Igrejas que vão junto com este plano e distribuem as guias irão arriscar seu estatuto fiscal no processo."

O projeto ‘Ore Em Nome de Jesus’ fez "Choque e Pavor," disponibilizando guias do eleitor para os Cristãos que dizem como os operadores do Senado e do Congresso votaram em certas questões - sobre o aborto, a liberdade de expressão, de saúde e as questões da homossexualidade. O grupo deixa claro em seu site que "guias não-partidários são autorizados pela Receita Federal e aqueles que relatam como o Congresso votou estão totalmente autorizados pela Receita Federal para distribuição nas Igrejas."

Os Cristãos estão sendo incentivados a ajudarem a divulgar os guias do eleitor para 125.000 pastores em todos os 50 estados antes das eleições de 02 de novembro.

Em apoio ao projeto, Mathew Staver do Liberty Counsel, mantém que fora do endosso explícito de oposição ou de candidatos a cargos políticos, pastores e Igrejas podem realizar muitas outras atividades permitidas.

O CREW, no entanto, sustenta que o guia do eleitor "parece conter comentários partidários claros" e "enquanto não há votos para classificar os candidatos, é claro, através da designação ‘fé amigável’ qual candidato é apoiado."

"Os guias concentram-se em algumas questões selecionadas, incluindo orações públicas, aborto e questões legislativas que afetam os direitos dos cidadãos homossexuais," escreveu CREW em sua carta ao IRS. "Votos Incumbentes sobre estas questões estreitas são ainda mais caracterizados com rótulos tendenciosos como ‘pró-aborto,’ ‘pró-homossexual,’ ‘Anti-Jesus’ e ‘Anti-Liberdade de Expressão.’

O CREW solicitou que a Receita Federal tome medidas contra qualquer Igreja que distribui os guias.

"A Receita Federal deve investigar se Ore Em Nome de Jesus está violando o seu estatuto fiscal próprio e advertir as Igrejas que ao distribuir os guias do eleitor, eles estão colocando em risco o seu próprio status 501(c)(3)," disse Sloan. "Assim como 'uma rosa por qualquer outro nome ainda é uma rosa," a intervenção de campanha política disse que guias de eleitor ainda é a intervenção de campanha política."

A solicitação de sondagem surge semanas depois de dezenas de pastores de todo o país desafiaram a regra IRS 1954 – de impedir as organizações com isenção fiscal de participarem de uma campanha política - e aprovou os candidatos políticos no púlpito, no domingo. O Púlpito Livre domingo foi organizado pela Alliance Defense Fund, uma firma jurídica cristã, que acredita que os pastores têm o direito de usar os ensinamentos da Bíblia para falarem sobre as posições dos candidatos eleitorais e autoridades do governo atual.

O evento foi destinado a tirar o governo do púlpito mais do que obter a política para o púlpito.

"Os pastores e as Igrejas não devem viver com medo de serem punidos ou penalizados pelo governo - neste caso, a Receita Federal," disse o consultor sênior legal da FDA, Erik Stanley. "As Igrejas devem ser autorizadas a decidirem por si próprios o que querem falar."

Enquanto isso, o projeto Ore Em Nome de Jesus afirma que orienta o seu eleitor a não endossar nem se opor a qualquer candidato a um cargo.

Com o objetivo de "Retomar o Congresso" e "Tirar a votação da Igreja," afirma o grupo em sua website: "Se nós simplesmente dissermos aos pastores sem viés, como o Senado de Harry Reid votou para confirmar o juiz Anti-Jesus, David Hamilton, como votará o povo cristão? Se nós simplesmente relatarmos o histórico de votação não-partidária do Congresso, Nancy Pelosi, que votou para pagar abortos com os nossos dólares de impostos no projeto da "saúde" Obamacare, como votará o povo cristão?

"Pastores, não devemos temer o governo. É hora de o governo ter medo da Igreja de Jesus Cristo."

O Projeto Ore Em Nome de Jesus foi iniciado pelo capelão James Gordon Klingenschmitt, um graduado da Academia da Força Aérea e ex-capelão da Marinha dos EUA, que ficou com os direitos dos capelães militares para orarem publicamente em nome de Jesus.


Fonte: Christian Post
-----------------------

Pesquisa Eleitoral no Éden


-----------------------------

Capitão Nascimento, o senhor conhece a milícia religiosa?

Quem já assistiu o filme tropa de elite 2 vai entender melhor. Quem não assistiu, assista! O filme é espetacular, todo brasileiro deve assistir. Como o próprio slogan diz, o inimigo agora é outro. A milícia. Ela é um grupo criminoso formado principalmente por policias para controlar as favelas através de contribuições da população. Alegam que estão defendendo a população do tráfico, mas fazem o mesmo que os traficantes. Extorquem, matam e manipulam o povo. Existem sempre alguns políticos por trás das milícias. Eles fazem dos morros seus currais eleitorais, comprando votos e ameaçando os eleitores. Aqueles que deveriam livrar o povo da opressão do tráfico são os que mais oprimem a população. Foi ai que eu percebi uma mera coincidência com a igreja que se diz cristã, mas de cristã não tem nada.

Existem milícias fantasiadas de igrejas. Descobriram que a extorsão pela fé é mais fácil e limpa. Não precisa de violência e com certeza ninguém corre o risco de ser preso. Viram no cristianismo uma forma de manipular e enriquecer pregando a oferta, a cura e a prosperidade.

Principalmente a última. De novo, aqueles que deveriam levar o perdão de Cristo, paz, amor, conforto e esperança são aqueles que oprimem e cobram pela graça. Já parou para pensar nisso?

Se sua igreja cobra por algo que é de graça, ela está lhe roubando! E é isso que as milícias fazem. Cobram por aquilo que deveria ser de graça. Analise seu pastor e sua igreja. Leia a palavra. Saiba tudo que Deus oferece pela graça. E se algumas dessas coisas estiverem sendo “vendidas” saia correndo, pois ali não está um pastor de ovelhas, mas um lobo tentando devorá-las.

Cobram pela sua salvação. Cobram pela sua cura. Cobram pela sua felicidade. Cobram pela sua prosperidade. Cobram por aquilo que Jesus já pagou. Estão extorquindo os fiéis como os traficantes e policiais corruptos. Clique aqui para ver alguns vídeos já postados sobre isso. É uma verdadeira sujeira feita em nome de Deus. O assunto é repetitivo, mas enquanto houver milícias dentro da Igreja temos que lutar contra ela. O sistema, como diz o capitão nascimento, é grande e antigo. Vem desde a época da legalização do cristianismo no império romano. Vários homens já se levantaram contra ele e nós não podemos ficar parados sendo coniventes. Falsos ensinamentos precisam ser combatidos com a verdade e os falsos mestres identificados, julgados e condenados pelo que fizeram com a população. E mesmo que eles saiam impunes dessa vida, não passaram na eternidade.

Nessas eleições outro aspecto da milícia eclesiástica é muito percebido. Usam da influência, da mídia e do nome de Deus para apoiar políticos. E na maioria das vezes políticos que nada tem com os valores cristãos. São pastores se posicionando aqui e ali, buscando aqueles que melhor atendem seus interesses. Uma vergonha que precisa ser duramente combatida! Então, se você já assistiu ou ainda vai assistir o filme, analise as semelhanças com o que acontece hoje nas igrejas. E lembrem-se sempre, para escapar da milícia e dos opressores só precisamos de uma coisa. Da palavra de Deus. Conheçam a verdade e ela vos libertará! (João 8:32).

Quem compraria algo que poderia ter de graça? Quem frequentaria um lugar assim? Existem muitas igrejas honestas e santas. Leia a palavra e procure essas igrejas. Não fique em nenhum lugar onde vendem coisas que são de graça.

Fiquem atentos.


Fonte: Blog do Pedro Pamplona
---------------------------------

Moço, onde tu estás trepando?

Fonte: PavaBlog

---------------------

As eleições brasileiras têm um grande ganhador: os evangélicos, diz Wall Street Journal

O jornal “The Wall Street Journal Americas”, uma versão do diário nova-iorquino voltada para a América Latina, debruçou-se sobre pesquisas eleitorais e constatou que “as eleições brasileiras já têm um vencedor: os evangélicos”.

Segundo a reportagem, publicada em espanhol, dados de levantamento Datafolha mostram que, “no dia da eleição [no primeiro turno], cerca de um milhão de eleitores abandonaram Dilma Rousseff (PT) por razões religiosas”. Ainda, outros três milhões citaram como motivo da mudança do voto acusações de corrupções envolvendo Erenice Guerra, ex-ministra da Casa Civil, sucessor da petista no cargo.

O jornal reconhece que “muitos eleitores evangélicos, que normalmente provêm da classe operária, apoiam Dilma por motivos econômicos. Confiam em seu esquerdista Partido dos Trabalhadores por prover serviços em suas regiões há muito tempo descuidadas”.

No entanto, na medida em que as propostas de Dilma e José Serra (PSDB) para as áreas econômica e social se apresentam de forma similar, na opinião da reportagem, os eleitores passaram a se preocupar com possíveis diferenças apresentadas em relação temas de caráter moral, como o aborto e a união de homossexuais.

Outro ponto a fato dos evangélicos é o aumento do número de representantes no Congresso. “Este ano foi um ponto de inflexão: candidatos que se definem como protestantes ganharam 50% mais cadeiras, 71 de quase 600 em disputa”.

Aborto

É verdade que muitos evangélicos se posicionaram contra Dilma depois que os assuntos aborto e união entre homossexuais entrou na agenda eleitoral. Mas há outros três fatos que o “Wall Street Journal Americas” não cita.

Primeiro, o de que expoentes da Igreja Católica também criticaram a candidata petista, direta ou indiretamente. D. Luiz Gonzaga Bergonzini, bispo diocesano de Guarulhos (SP), disse que o PT é “o partido da morte” porque, segundo ele, “aceita o aborto até o nono mês de gravidez”. A Polícia Federal chegou a confiscar, por ordem do Tribunal Superior eleitoral, 1 milhão de folhetos ligados a essa questão, acolhendo ação do PT.

Dias depois, o Papa Bento XVI “entra na campanha no Brasil”, como disse o “Jornal da Tarde“. O pontífice divulgou carta na qual orienta bispos brasileiros a pregarem contra candidatos que são a favor do aborto.

O segundo fato não citado pelo “Journal” é o de que a discussão sobre aborto atingiu não somente Dilma, mas também Serra. A jornalista Mônica Bergamo publicou na “Folha de S.Paulo” reportagem em que ex-alunas de Mônica Serra, mulher do tucano, afirmam que a tutora contou, em aula, ter feito aborto quando vivia no Chile. A campanha do candidato nega.

Outro fato que o “Journal” ignora é o de que, mesmo entre evangélicos, há divergências eom relação a apoiar ou não Dilma por causa da questão do aborto. O bispo Edir Macedo, por exemplo, distribuiu exemplares do jornal “Folha Universal”, da Igreja Universal do Reino de Deus, com reportagens defendendo Dilma e atacando a Igreja Católica e Serra, acusando a campanha tucana de radicalizar a discussão religiosa para angariar votos.


Fonte: Radar Econômico
-------------------------

Eu e meu Deus!

Diante de ti, fecham-se meus olhos, abre meu coração.
Sinto-te tão perto…posso sentir teu olhar.
Não posso guardar o que desejei pra mim. São teus os meus planos.
que eu aspire a tua vontade.

Tens me ensinado que o que tens reservado é o melhor.
Se dói o coração, é assim que tu queres amar.

Meu Senhor, as consequências da entrega a ti
ultrapassam os limites e inspiram a alma a te amar.
Tenho sede de ti, e troco o que tenho pelo que tu queres me dar.
Se vem do teu coração, é minha melhor escolha!

Quero me entregar e aceitar a forma certa de te amar!
Conheces o meu coração e sabes o que deves mudar.
Que seja tua a liberdade que tanto tomei pra mim…
Que minh’alma carregue apenas o que vem de tuas mãos.
Que eu não encontre espaço pra fazer o que quero.
Que eu colha, no desejo do céu, a força pra não desistir.
Que na tua misericórdia eu encontre a salvação
e bonança pro meu coração.

Que tu possas também sentir meu olhar.
Minha vida é pra ti, e mesmo falha,
meu coração só deseja te amar.
Mais do que tudo o que vem dos homens,
minha alma deseja ser tua.
E para sempre ser tua,
e para sempre cada vez mais tua!


Autor: Charlene CODU
----------------------------------

Igrejas psicológicas

Por Marcos Batista Lopes

Estamos vivendo um momento muito critico da Igreja de Cristo na Terra.

Alguns líderes para reafirmarem que estão atualizados e que procuram saber as últimas novidades do mundo usam e abusam da psicologia em suas pregações. Há aproximadamente duas décadas atrás era muito difícil ouvir pregações nos púlpitos em que se falava sobre – Transtorno desafiador opositivo, Transtorno de , transtorno Bipolar, dentre outras doenças. O Manual de Diagnóstico e estatística da Associação de Psiquiatria Americana, era algo desconhecido e suas inúmeras doenças da mente.

Recentemente li um artigo em uma revista de conselhos à pastores brasileiros que tinha por titulo, “A saúde mental dos pastores”. Dizia o artigo:

“Na verdade, é provável que os pastores, devido às pressões que os atingem no desempenho de seu oficio, apresentem mais transtornos psicológicos do que a média da população…os resultados indicam que 47% dos pastores sofriam ou haviam sofrido de algum transtorno mental, contra a média de 31% encontrada na população em geral.”

O que se lê em muita literatura evangélica nos dias de hoje são os integracionistas, afirmando que as pesquisas psicológicas não são teóricas mas cientificas. O que eles se esquecem é que o que chamam de transtornos, são na maioria dos casos, simplesmente, pecados. Na verdade não são doenças e sim os inúmeros pecados que envolvem o homem (Rm 3.23). Começamos a acreditar depois de lermos tantas matérias que apóiam a psicologia e psicoterapia que a Bíblia parece não ser suficiente para ajudar o homem a corrigir qualquer problema comportamental (não –orgânico) em nossos dias.

O pastor norteamericano Lou Priolo que faz Aconselhamento Bíblico por muitos anos comenta sobre a suficiência das Escrituras para nossa era:

“Por mais de dezenove séculos a Igreja de Jesus Cristo não teve o “beneficio” da psicologia clínica “ajudando-a” na tarefa de criar filhos. Mesmo assim, os pais cristãos foram capazes de obedecer a ordem de Deus para “criar” seus filhos “na disciplina e na admoestação do Senhor” (Ef 6.4). A Bíblia fornece tudo o que você precisa para educar seus filhos “na disciplina e na instrução do Senhor”.

Acredito como Lou Pirolo, que não somente a Bíblia é atual na questão de criação de filhos, como é suficiente para ajudar em todo tipo de transtornos comportamentais do homem moderno. Imagine que quando aocnselhar uma pessoa da igreja que busca ajuda, que o seu problema é – Transtorno Desafiador Opositivo. E depois ter que explicar a ele o que quer dizer esta terminologia, usar métodos terapêuticos para sanar o seu problema. Não seria mais razoável, além de ser honesto, dizer a ele que tem permitido que o pecado da ira, da rebelião e da insubordinação tem sido uma realidade em sua vida ( PV 14.29; Ef 4.26; etc).

Acredito que o caminho da Bíblia é bem melhor, pois as realidades da natureza humana são expostas e também são apresentadas as soluções pelas Escrituras como podemos mudar de direção e atitudes para conosco e com o próximo. Algo que devemos raciocinar e pensar é que a Igreja de Cristo durante séculos dependeu inteiramente do Espírito Santo e da Palavra de Deus para ajudar inúmeros cristãos desconsolados. Hoje a Igreja moderna recorre as soluções da psicologia para ajudar os pastores, cristãos e toda pessoa que precisa de conselhos para a vida.

Que possamos pensar biblicamente e não psicologicamente quando formos ajudar as pessoas que solicitarem conselhos para a sua vida. Será que a Bíblia não é suficiente para termos que adotarmos técnicas de teorias humanas?


Fonte: Napec
--------------

Pensamento


“Aprendemos a amar, não quando encontramos a pessoa perfeita, mas quando conseguimos ver de maneira perfeita uma pessoa imperfeita.”

(Sam Keen)

Alguém Nasce Homossexual?


quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Mulher é afastada de igreja após fazer comercial de disfunção erétil

Uma australiana foi proibida de frequentar uma igreja após ter aparecido em um comercial sobre disfunção erétil. No comercial, a mulher usa o parceiro de “escada” para pegar um pote no armário.

“Eles me disseram que não retornaria até que o comericial saísse do ar”, contou Libby Ashby, que é mãe solteira em Melbourne.

Libby contou que, ao gravar o comercial, sabia que ele era de “mau gosto”. Mas topou participar porque precisava de dinheiro.

“A Bíblia fala de sexo bem abertamente e de uma forma honrada, mas não acho que o comercial seja honrado. Ofende muitas pessoas”, lamentou a mulher, segundo reportagem do “Herald Sun”.




Fonte: Page not found
--------------------

Tá na Bíblia: "Há um tempo para todo propósito" Eclesiastes 3

Para tudo há uma ocasião e um tempo
para cada propósito debaixo do céu:
tempo de nascer e tempo de morrer,
tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou,
tempo de matar e tempo de curar,

tempo de derrubar e tempo de construir,
tempo de chorar e tempo de rir,

tempo de prantear e tempo de dançar,
tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las,

tempo de abraçar e tempo de se conter,
tempo de procurar e tempo de desistir,

tempo de guardar e tempo de lançar fora,
tempo de rasgar e tempo de costurar,

tempo de calar e tempo de falar,
tempo de amar e tempo de odiar,

tempo de lutar e tempo de viver em paz.
O que ganha o trabalhador com todo o seu esforço?
Tenho visto o fardo que Deus impôs aos homens.
Ele fez tudo apropriado a seu tempo.

Também pôs no coração do homem o anseio pela eternidade;
mesmo assim este não consegue compreender inteiramente o que Deus fez.
Descobri que não há nada melhor para o homem do que ser feliz

e praticar o bem enquanto vive.
Descobri também que poder comer, beber

e ser recompensado pelo seu trabalho, é um presente de Deus.
Sei que tudo o que Deus faz permanecerá para sempre;

a isso nada se pode acrescentar, e disso nada se pode tirar.
Deus assim faz para que os homens o temam.
Aquilo que é, já foi, e o que será já foi anteriormente;

Deus investigará o passado.
Descobri também que debaixo do sol:

No lugar da justiça havia impiedade,
no lugar da retidão, ainda mais impiedade.
Pensei comigo mesmo:

O justo e o ímpio, Deus julgará a ambos,
pois há um tempo para todo propósito,
um tempo para tudo o que acontece.
Também pensei: Deus prova os homens

para que vejam que são como os animais.
O destino do homem é o mesmo do animal;

o mesmo destino os aguarda.
Assim como morre um, também morre o outro.
Todos têm o mesmo fôlego de vida;
o homem não tem vantagem alguma sobre o animal.
Nada faz sentido!
Todos vão para o mesmo lugar;

vieram todos do pó, e ao pó todos retornarão.
Quem pode dizer se o fôlego do homem sobe às alturas

e se o fôlego do animal desce para a terra?
Por isso concluí que não há nada melhor para o homem

do que desfrutar do seu trabalho, porque esta é a sua recompensa.
Pois, quem poderá fazê-lo ver o que acontecerá depois de morto?

----------------------------

Mano Menezes barra manifestações religiosas entre os jogadores: “Seleção não é lugar para pregação”

O técnico Mano Menezes comentou em entrevista exclusiva ao Terra sobre o assunto religião dentro da Seleção Brasileira. O treinador afirmou que não proibirá que os jogadores cultuem suas crenças, mas que não aceitará imposições de crenças no grupo.

Durante a Copa do Mundo de 2010, o pastor Anselmo Alves, 51 anos, espécie de guru oficial do time nacional desde a Copa de 2002, esteve presente dentro do grupo de Dunga.

“Recebi por interesse de ir atrás do que tinha se passado (em 2010). Tem que se cuidar muito com quem você vai buscar essas informações. Mas eu tenho uma linha de conduzir nesse assunto delicado de maneira muito clara. Nem no clube nem na Seleção é lugar de pregação”, disse Mano.

“Pode cultuar a sua crença dentro do respeito e limite de cada um. Não vai lá convencer ninguém. Você respeita e cultua a sua”, completou o treinador da equipe verde e amarela.

O assunto sempre foi um tema que gerou polêmica. Em 2002, diversos jogadores comemoraram o título mundial com camisas em que exaltavam Jesus. A Fifa, inclusive, determinou a proibição de manifestações religiosas nas comemorações de suas competições.

Depois da Copa do Mundo de 2006, houve alguns boatos que teria acontecido um racha durante o Mundial entre os jogadores evangélicos e o resto do grupo. Fato desmentido pelo zagueiro Lúcio antes da Copa na África do Sul.


Fonte: Terra
-------------------------

A Bíblia não é um manual sexual, mas...

Entrevista do click família com Pr Gilson sobre sexualidade dos casais no meio evangélico.

Como um casal evangélico pode saber qual é o limite entre o prazer e o pecado?

Pr. Gilson - Creio, em primeiro lugar, que o instrumento pelo qual devemos estipular nossos limites é a Palavra de Deus. A Bíblia não é um manual de sexo, mas com certeza nos dá parâmetros para fixar os limites da sexualidade humana. Por exemplo, a Bíblia deixa claro que a relação sexual deve acontecer somente entre um homem e uma mulher (Gn 2.24), no contexto do casamento(Hb 13.14).

Se uma pessoa procura prazer para sua sexualidade fora dos parâmetros traçados por Deus, então podemos dizer que está cometendo pecado. Pois pecado, originalmente falando, significa errar o alvo. Nesse caso, o alvo de Deus para o sexo é sempre heterossexual (Lv 18.22) no contexto do casamento (Hb 13.14), para gerar filhos (Gn 1.28) e proporcionar prazer tanto ao homem quanto para a mulher (Pv 5.18 e 1 Co 7.3,4).

Um casal evangélico pode, por exemplo, lançar mão de "artifícios" para apimentar a vida sexual?


Pr. Gilson - Creio que uma vida sexual feliz no casamento independe de artifícios, mas por outro lado, precisamos transmitir ao casais que não é pecado e é até recomendável os casais procurarem enriquecer o cenário para que sejam mais realizados e satisfeitos nessa área. Por exemplo, todos devem saber que o homem tem sua libido despertada a partir da visão e a mulher através da audição, principalmente.

Nesse sentido, os casais podem tomar certos cuidados para que, dentro da ética cristã, a libido de ambos seja despertada. Para ser bem prático: Devemos ensinar as mulheres a investirem de quando em quando na compra de uma camisola nova e sensual. Sensualidade, quando é usada para despertar o desejo do marido, não é errado.

O homem precisa entender que a mulher se desperta para a relação quando ouve palavras amáveis do marido e que para ela a relação sexual começa antes mesmo das preliminares.

Outra dica: Gotas de perfumes ou pétalas de rosas sobre o lençol, luz vermelha indireta, uma vela, uma música romântica não vão fazer nenhum mal ao casal. Muito pelo contrário, enriquecerão a relação. Isso é fantasia, e esse tipo de fantasia é saudável para o relacionamento sexual do casal.

Os casais cristão precisam ler mais Cantares de Salomão e extraírem dicas preciosas para uma realização plena na vida sexual. Cantares de Salomão fala de música, beijos, carícias e muitas coisas aprovadas por Deus para os casais serem felizes.

A utilização de filmes pornográficos, apetrechos de "sex-shop", ou "fantasias" podem ser adotados por casais evangélicos?

Pr. Gilson -
Oriento os casais que tenho ministrado a se afastarem de filmes pornográficos. Além de incluir outras pessoas, nesse caso, através de imagens, filmes pornográficos reduzem algo belo que Deus criou em imagens falsas e irreais.

Quanto aos apetrechos de “sex-shop” como eu disse, algumas atitudes bem menos onerosas e que não ferem a sensibilidade pessoal podem ser usadas para esquentar a relação.

Quanto as fantasias, elas podem ser usadas, desde que não firam o princípio da heterossexualidade, da monogamia, do respeito mútuo, da fidelidade conjugal, da privacidade, da liberdade individual, da saúde do cônjuge e que proporcionem prazer a ambos.

Cantares de Salomão 7.12 há um registro de uma fantasia. Quando ela disse: “Vamos até às vinhas e ali te darei o meu amor”, você acha que estava convidando o seu amado para irem até à vinha contar uvinhas?

Outra coisa importante. Quando um casal cristão está em comunhão com Deus, o Espírito Santo, com certeza, falará ao coração de ambos quando algo estive errado, fora dos planos de Deus e ferindo o coração e a liberdade do outro.

Como não se render aos apelos dos meios de comunicação que mostram que é interessante trair, adotar "aventuras" para melhorar a vida sexual do casal?


Pr. Gilson - A mídia tem procurado passar a mensagem que o casamento é uma espécie de túmulo do sexo. Mas, quando lemos a Palavra de Deus, podemos verificar vários textos que nos apontam que as relações sexuais, de acordo com os princípios cristãos, podem ser gratificante e prazeroso para um homem e uma mulher. E com isso não será preciso recorrer a relações extra-conjugais. Uma noite de sexo extra-conjugal poderá resultar em uma vida inteira de choro.

Precisamos alertar aos casais cristãos que devem se afastar de imagens que incentivem a obscenidade, a promiscuidade. A televisão, as revistas chamadas masculinas e a internet estão cheias de apelos que podem arruinar a vida sexual de um casal cristão. Infelizmente muitos casais estão sendo levados cativos pelo vício da pornografia.

O que é saudável dentro de uma vida sexual de acordo com a Palavra de Deus?

Pr. Gilson - Eu daria os seguintes conselhos:

Primeiro: Convide Deus para fazer parte desta área da vida conjugal. Deus não quer os casais cristãos o expulsem do quarto quando estão tendo relações sexuais.

Segundo: Procurem conversar sobre a vida sexual. Não tenham medo de falar sobre esse assunto. Digam o que gosta e o que não gosta. Digam o que traz prazer e o que inibe.

Terceiro: Não deixem se influenciar pelos padrões do mundo. Os padrões do mundo estão distantes dos padrões de Deus.

Quarto: Quando enfrentarem problemas nessa área (disfunções sexuais, enfermidades) não tenham medo de procurar ajuda de profissionais comprometidos com os valores do evangelho.

Quinto: Não deixem que nada (filhos, trabalho, parentes, igreja) prejudiquem a vida sexual. Tanto em termos de quantidade nas relações como na qualidade das mesmas.

Sexto: Sexo não está somente restrito ao binômio (pênis e vagina). Sexo é muito mais do que a junção desses dois órgãos criados por Deus. Uma boa vida sexual está ligada aos cinco sentidos do corpo humano.

Sétimo: Procurem ler livros cristãos que tratam desse tema. Existem muitos livros nas livrarias evangélicas que abordam o assunto.

Oitavo: Orem exclusivamente sobre a vida sexual. Agradeçam a Deus pelos filhos que vieram, pelo prazer e a intimidade que o sexo oferece.


Fonte: Click Família
------------------------

Olhe para Deus

Olhe para trás...
Veja os obstáculos que você superou.
Veja o quanto você já aprendeu nesta vida
e quanto você cresceu...

Olhe para frente...

Não fique parado,
levante-se quando tropeçar e cair.
Estabeleça metas,
tenha planos e prossiga com firmeza.

Olhe para dentro...
Conheça seu coração e analise seus projetos,
mantenha puros seus sentimentos,
não deixe que o orgulho, a vaidade e a inveja
dominem seus pensamentos e seu coração.

Olhe para o lado...
Socorra quem precisa de você.
Ame o próximo
e seja sensível para perceber
as necessidades daqueles que o cercam.

Olhe para baixo...
Não pise em ninguém,
perceba as pequenas coisas
e aprenda a valorizá-las

Olhe para cima...
Há um Deus maior do que você
que te ama muito
e cuida para que você
tenha tudo aquilo que necessitar.

Olhe para Deus...
Perceba a profundidade, a riqueza
e o poder da bondade divina.
Sinta esse Deus que olha por você
em todos os dias de sua vida...

Seja feliz...


Autor: Desconhecido
-------------------------

Pastor da Igreja Mundial é preso durante culto

O culto da Igreja Mundial, no Jardim das Palmeiras, em Sumaré (SP), foi interrompido pela Polícia Militar. O pastor Jaime Martiniano dos Santos, de 33 anos, que lia versículos da Bíblia a um grupo de pelo menos 30 pessoas, recebeu voz de prisão e foi levado, com as mãos algemadas, para a Delegacia da Polícia Civil, onde ficou preso. Segundo a polícia, ele está condenado a 23 anos e 4 meses por um latrocínio (roubo seguido de morte) em 2002 na Vila Matilde, na Capital.

A informação de que o pastor da igreja deveria ser preso chegou à PM por intermédio do Serviço Disque-Denúncia. Os policiais foram até o templo, na Avenida Ivo Trevisan, na noite de sábado, e anunciaram ao pastor que ele estava preso. Santos não reagiu. Ele interrompeu a palavra, entregou a Bíblia a outro obreiro e seguiu com os policiais na viatura.

Uma pesquisa feita por policiais civis revelou que Santos, atualmente morador na Vila São Pedro, em Hortolândia, era procurado pela Justiça. Foi condenado pelo assassinato de um comerciante em 30 de agosto de 2002, na Capital, durante um assalto. A condenação é da 30ª Vara Criminal de São Paulo e a sentença foi proferida em 11 de abril de 2006. O pastor também está condenado por furto. Conforme informações da polícia, ele estava morando em Hortolândia desde 2005.

Na madrugada de domingo, Santos foi encaminhado para a Cadeia de Sumaré e ontem, transferido para uma das seis unidades do Complexo Penitenciário Campinas-Hortolândia. Ele deve cumprir a pena em regime fechado, conforme determina a sentença. Representantes da igreja e pessoas da família do pastor não foram encontradas ontem pela reportagem.


Fonte: Guia me
------------------

O Sacrifício

Minhas mãos dilaceraram seu corpo,
Meus olhos feriram sua face,
Minhas palavras lhe deram vinho e fel,
Meus pés sujaram sua santidade,
Meu coração lhe coroou com espinhos,
Minha alma perfurou seus pés e mãos,
Meu espírito lhe envergonhou,
Meu pecado lhe matou!
Mas quando estava na cruz,
Me via sendo renovado e perdoado,
Santificado pelo seu sangue,
E retornando para os braços do Pai!
Pela graça de seu sacrifício,
E agora...
Estou prostrado em amor!


Autor: Israel Stellute
----------------------------

Conselho de igrejas cristãs quer legalizar a maconha na Califórnia

Para o Conselho de Igrejas da Califórnia, fumar maconha não é pecado. Mais que isso: o grupo, que reúne 51 denominações, a maioria evangélicas, apoia a Proposição 19, para legalizar o uso e comercialização de maconha no Estado americano.

Para Elizabeth Sholis, que disse já ter fumado maconha “apenas uma vez”, o conselho não incentiva os fieis a usar nenhum tipo de entorpecente. A questão, segundo ela, é que a atual política de guerra às drogas não funciona.

Elizabeth diz que, em vez de expor os jovens ao mundo do crime e dos traficantes, é melhor regular o consumo das drogas.

R7 - Por que vocês resolveram apoiar a legalização?

Elizabeth Sholis -
Nós avaliamos várias questões. Primeiro, nós consideramos o comportamento ético de muitos políticos, e vários tentam transformar a questão num caso moral. Além disso, o consumo de álcool é permitido, e a maconha tem efeitos semelhantes. Mas a principal questão é que a repressão ao uso de maconha simplesmente não funciona. O que vemos é o crescimento da violência em comunidades mais pobres, em virtude do narcotráfico. E isso também tem reflexos no México [que vive uma guerra entre narcotraficantes]. Diante disso, concluímos que o melhor é regular o uso da maconha.

R7 - Vocês representam 51 igrejas cristãs. Para muitos religiosos, o uso de drogas é considerado pecado. Vocês ouvem esse tipo de argumento ao defenderem a legalização?

Elizabeth -
O ponto é que as pessoas consomem maconha. Obviamente, temos reservas quanto ao uso. Mas nossa tradição é de autorregulação. Isso serve até para a comida. É preciso consumir com prudência. O ponto é que o problema existe e a gente precisa lidar com isso. E a guerra contra as drogas não está funcionando. Não vamos dizer para ninguém: ‘Vá e fume sua maconha’. O que queremos é que o uso da maconha tenha o mesmo tratamento que o uso de álcool. Queremos é dar um novo peso às coisas. Adianta prender um rapaz porque ele fuma?

R7 - Mas a legalização também não traz riscos?

Elizabeth -
É claro que haverá quem vá sonegar a lei e os impostos. Mas o que queremos é que, se alguém resolver consumir, não compre isso de um traficante e fique exposto a uma situação de insegurança e violência.

R7 - Outros Estados podem seguir o exemplo da Califórnia?

Elizabeth -
Pode ser. A Califórnia é vanguardista em várias questões. Se funcionar por aqui, é possível que outros lugares mudem suas leis.

R7 - A senhora já fumou maconha?

Elizabeth -
Uma vez, apenas uma vez. Mas não estou defendendo o uso e, sim, a mudança na legislação.


Fonte: R7
---------------------

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Disputa por sucessão e dívida tomam conta de megaigreja americana

Catedral de Cristal, em Garden Grove, Califórnia, está envolta em disputa familiar e possui dívida de US$ 43 milhões.

As 10.664 janelas da Catedral de Cristal, a famosa igreja de vidro fundada pelo Reverendo Robert H. Schuller como uma das primeiras empresas de radiodifusão religiosa, não foram lavadas este ano. Voluntários cuidam dos 40 hectares de jardins da igreja, agora que os jardineiros foram despedidos. O império que Schuller construiu pode estar em perigo, manchado por uma disputa familiar e uma dívida de US$ 43 milhões que, mesmo para os padrões de uma megaigreja, é grave.

Quando a Catedral de Cristal pediu proteção contra falência na semana passada, Sheila Schuller Coleman, pastora sênior e filha mais velha de Schuller, culpou a crise econômica.

Mas a igreja estava com problemas muito antes da crise econômica, de acordo com fiéis e membros da família entrevistados na semana passada. A instituição já estava sofrendo com a sucessão fracassada de Schuller, projetos de construção vaidosos demais e mudanças na indústria de radiodifusão religiosa.

Quando Schuller anunciou em 2006 que entregaria o púlpito para seu único filho, o reverendo Robert A. Schuller, a igreja já tinha uma enorme dívida por conta de seu projeto de construção. Mas, em pouco mais de dois anos, o filho foi descartado antes que realmente tomasse as rédeas da igreja e algumas de suas irmãs tomaram conta com seus maridos.

Briga de família

A briga de família deixou a igreja sem uma liderança clara no momento em que seus programas precisavam urgentemente de uma reforma para atrair uma nova geração de seguidores.

Em risco está o legado de Schuller sênior, que aos 84 anos ainda prega seus sermões com sua famosa marca de otimismo e inspiração cristã. Seu programa de domingo, A Hora do Poder, foi transmitido por 40 anos e foi o programa religioso semanal mais assistido por mais de uma década nos Estados Unidos.

Quando o jovem Schuller tomou as rédeas em 2006, o público da igreja estava diminuindo, obscurecido por pregadores com um formato mais contemporâneo. Enquanto isso, a audiência de A Hora do Poder – responsável pela maior parte da renda do ministério – também encolhia.

Os problemas pioraram quando o jovem Schuller tentou instituir regras básicas de bom gerenciamento usadas por muitas organizações sem fins lucrativos. Ele queria tirar qualquer um com conflito de interesse da diretoria. Isso significava derrubar alguns dos seus familiares.

Golpe

O golpe veio em julho de 2008. Schuller disse que foi informado que sua pregação não era "abençoada". Um trio de presidência – do qual dois membros eram seus cunhados – foi criado para liderar a megaigreja. Ele recebeu o papel limitado de pastor da congregação local e foi removido da pregação de A Hora do Poder. E se demitiu.

O papel principal de pregação de A Hora do Poder é agora preenchido por um elenco de convidados. Em 2009, Schuller Coleman foi feito pastor titular da Catedral de Cristal.

Eles planejam em breve transmitir um programa de pregação com um novo membro da terceira geração de Schullers no ministério: Robert V. Schuller, neto do fundador da Catedral de Cristal e filho de Robert A. Schuller. O neto lidera uma congregação em crescimento voltada para um público mais jovem.


Fonte: Último Segundo
--------------------

Pensamento





"Se não tornarmos clara nossa posição, com palavras e obras em favor da verdade e contra as falsas doutrinas, estaremos edificando um muro entre a próxima geração e o evangelho."
(Francis Schaeffer)

Ex-muçulmana: Proposta de que o Islã é tolerante é falacioso, perigoso

Ativista e autor bem conhecido, Ayaan Hirsi Ali, fez o argumento de segunda-feira no National Press Club, enquanto guardas de segurança estavam na parte de trás do salão. Um crítico ferrenho do Islã, Hirsi Ali tem vivido sob uma fatwa, um decreto religioso ou neste caso uma ordem para matar, por anos.

O nativo da Somália abordou a questão "O Islã é uma religião da tolerância?" para destacar a dimensão política da fé amplamente praticada.

"Estou frustrado com a crença contínua e, penso, a auto-ilusão de que o Islã é apenas uma religião," disse ela. "O Islã é mais que uma religião Ela tem uma dimensão espiritual ... mas há uma outra dimensão ao Islamismo - ... Uma dimensão política."

Em termos gerais, a tolerância religiosa é entendida como a vontade de reconhecer e respeitar as crenças e as práticas dos outros, observou ela. Mas existem diferentes níveis de tolerância, acrescentou.

"Por exemplo, se você se opõe à fumar você pode pensar em si mesmo como tolerante com os fumadores, mas é diferente quando você permite um fumante em sua casa ... de fumar," apontou o agora ateu.

O Profeta Muhammad definiu o estado de paz e tolerância como um momento em que o mundo todo se submeta a Deus e abrace o Islã, disse Hirsi Ali, que fugiu de sua família muçulmana e um casamento arranjado na casa dos vinte anos e buscou asilo na Holanda.

"Essa palavra 'Paz,' ‘tolerante’ não é definida no Islã como você a define no Ocidente," explicou. "Isso não significa cessar-fogo ou compromisso. Isso é temporário.

No Islã, o caminho para alcançar a paz é através de assentamento, jihad, e a instituição da sharia (lei islâmica), explicou.

E antes a afirmação de islamização universal, "é dever de todos os homens muçulmanos travar guerra" - e não apenas pelo porte de armas, mas pela pregação e persuasão," acrescentou.

"A proposição de que o Islã é tolerante não é apenas falaciosa, mas também é perigosa," ressaltou Hirsi Ali.

Citando quatro principais fontes da jurisprudência islâmica, incluindo o Alcorão e o Hadith, o ex-muçulmano disse que encontrou comandos explícitos para conquistar e orientações de como proceder para isso. As fontes também descrevem em detalhes como Muhammad, que realizou mais de 60 campanhas militares, derrotou seus inimigos. Ela também encontrou táticas de guerra, o conceito de decepção, a legislação sobre prevenção do crime, a punição de comportamento, como o enforcamento de apóstatas e o apedrejamento de adúlteros, e leis que regem a matéria de família, como divórcio e casamento.

Enquanto os políticos dos EUA centram sua atenção nas milícias armadas, como a Al-Qaeda e o Hamas, outros grupos como a Irmandade Muçulmana e organizações não-governamentais - que "adiaram" a violência e escolheram um método de pregação, assentando-se e infiltrando-se lentamente - estão sendo negligenciados, observou ela.

"A idéia de que o Islã é [de paz], tolerante e compatível com a teoria política ocidental e os valores, eu acho, parece ser mais útil como uma estratégia e não como uma busca da verdade," ressaltou.

Essa estratégia, explicou, é a seguinte: Dado o fato de que há mais de um bilhão de Muçulmanos no mundo, que o mundo está se globalizando a um ritmo acelerado, e que a América é um império modelo (que não acaba com os inimigos), nós (os EUA) devemos praticar auto-contenção e usar suas habilidades políticas, diplomacia e ferramentas de persuasão, até sermos capazes de contornar o conflito.

"A esperança é que seremos capazes de pacificar o Islã."

Nada, disse ela, ira mais as elites muçulmanas do que a crítica ao Islã. Diferentemente de outros grupos religiosos, os Muçulmanos não apreciam o questionamento da perfeição moral do Alcorão e Maomé.

Embora ateu, Hirsi Ali tenha defendido a conversão dos Muçulmanos ao Cristianismo. Esclarecendo a sua posição na segunda-feira, ela disse que apoia "a abertura da competição."

"[Os Muçulmanos] querem ter o monopólio completo sobre os imigrantes muçulmanos que vieram para os EUA não para espalhar o Islã, e não para assentar ou infiltrar, mas para levar uma vida normal e pacífica," disse ela. "Para eles incorporarem todos os diversos grupos étnicos, eles precisam obter ... para eles rapidamente e convencê-los da agenda sharia."

"O que podemos fazer é abrir a concorrência," continuou ela. "Em um país como os Estados Unidos, você é livre para vender sua teoria política ou filosofia. Nós estamos indo para ir para essas mesmas comunidades e informá-los sobre outros concorrentes ... filosofias e desafio [do] os princípios do Islã. Você pode iniciar a concorrência como um Cristão, como um humanista, como uma feminista."

Hirsi Ali é aberto a Cristãos converterem Muçulmanos porque o Cristianismo "evoluiu do absolutismo para a tolerância, a compaixão, a paz," disse ela.

Ela descobriu que a maioria das pessoas não querem ser um ateu.

"Estou apenas reconhecendo que o Deus cristão passou pela reforma, passou pelo Iluminismo," acrescentou. "Em geral, as coisas têm evoluído ao ponto onde eu acho que a religião cristã, especialmente como ela é praticada no Ocidente, é muito mais atraente e muito menos perigosa do que o deus islâmico.

"Dado o fato de que isso é quase uma batalha perdida, porque não estamos tendo eles (os muçulmanos), em ... e dado o fato de que há Cristãos muito moderados, que oferecem a combinação de uma satisfação espiritual com a modernidade e respeito e sacralidade da vida, a liberdade e os direitos humanos, eu acho que seria errado e negligente não envolver os Cristãos a irem além da demografia de 1,57 bilhão de Muçulmanos que hoje, penso eu, muitos deles estão buscando um conceito de Deus e agora estão apenas começando a Deus."

A aparência de Hirsi Ali vem apenas semanas depois que ela participou de um debate sobre se o Islã é uma religião de paz, no Skirball, Centro de Artes Performáticas da Universidade de New York. Seu último livro, Nômade: Do Islã para a América - Uma Jornada Pessoal Através do Choque de Civilizações (From Islam to America – A Personal Journey Through the Clash of Civilizations ), foi lançado este ano.


Fonte: Christian Post
---------------------------------

Humor: Crepúslucro




Globo rebate acusação da Record sobre caso que envolve Universal

A Rede Globo divulgou nota dizendo que não tinha nada para publicar pois "a ação não foi arquivada, apenas mudou de tribunal"

A Rede Globo divulgou ontem nota para rebater acusações feitas pelo programa "Domingo Espetacular", da Rede Record, de que a emissora teria ignorado a anulação de processo do Ministério Público contra a Igreja Universal do Reino de Deus.

O programa da Record, que foi ao ar no domingo, afirmou que, "embora a denúncia [contra a Igreja Universal] tenha sido repercutida à exaustão no ano passado por parte da imprensa, a maioria dos veículos de comunicação, como a TV Globo e o jornal Folha de S.Paulo, ignorou o desfecho do caso".

A anulação do processo contra bispos da Igreja Universal foi noticiada pela Folha.com no dia 20 deste mês, um dia após o Tribunal de Justiça de São Paulo decidir que a tramitação do caso deveria correr na Justiça Federal, e não na estadual.

No processo, o líder da Igreja Universal, Edir Macedo, é acusado de envolvimento em crimes de lavagem de dinheiro por meio do envio de recursos para o exterior.
Com a decisão do TJ-SP, a Justiça Federal deverá recomeçar tudo da estaca zero.

A nota da Rede Globo diz que "a ação não foi arquivada, apenas mudou de tribunal".

Além disso, a emissora afirma, na nota, que "não dá o passo a passo de processos, mas as suas conclusões. Como a investigação apenas mudou de mãos, não há nada de substantivo a publicar".


Fonte: Folha de São Paulo
------------------------------

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Se isso é Evangelizar...Eu Não Evangelizo!

Se evangelizar é encontrar uma pessoa na rua e com toda cara de pau dizer "Jesus te ama" e dar as costas, eu não evangelizo.

Se evangelizar é tocar hino nas praças e ir para casa se achando o máximo, eu não evangelizo.

Se evangelizar é ir numa marcha para fazer propaganda de igreja e cantores, eu não evangelizo.

Se evangelizar servir para arrastar pessoas para igreja quando tem festinhas com comida e montar esquemas para ela se sentir bem-vinda somente naquele momento, eu não evangelizo.

Se evangelizar é entregar folhetos que serão jogados no chão e criará mais sujeira nas ruas, eu não evangelizo.

Se evangelizar é pregar com base para embutir culpa nas pessoas bombardeando-as com idéias de pecado e conseqüentemente o inferno para os maus e céu para os bons, eu não evangelizo.

Se evangelizar é convencer as pessoas a se protegerem do mundo dentro de uma igreja que acaba se tornando um bunker contra toda guerra espiritual e ofensivas do diabo, eu não evangelizo.

Se evangelizar é sistematizar o Evangelho, eu não evangelizo.

Agora se evangelizar é caminhar junto, estar presente na vida das pessoas, ser ombro amigo, chorar e rir em vários momentos, então eu creio que eu evangelizo.

Afinal entendo que o maior evangelismo de Cristo, foi estar ao lado, foi comer junto e presenciar toda a aflição e alegria do teu próximo.

Creio que evangelizar é sinônimo de relacionamento. O verdadeiro evangelho não é feito de seguidores e sim de amigos.

Portanto, se evangelizar é partilhar o pão nosso de cada dia, eu evangelizo.


Fonte: Marco Finito, no blog Lion of Zion.
--------------------------------------