sábado, 31 de outubro de 2009

Origem do dia de Finados: Tradição católica

O Dia dos Fiéis Defuntos, Dia dos Mortos ou Dia de Finados é celebrado pela Igreja Católica no dia 2 de Novembro, logo a seguir ao dia de Todos-os-Santos.

Desde o século II, alguns cristãos rezavam pelos falecidos, visitando os túmulos dos mártires para rezar pelos que morreram. No século V, a Igreja dedicava um dia do ano para rezar por todos os mortos, pelos quais ninguém rezava e dos quais ninguém lembrava. Também o abade de Cluny, santo Odilon, em 998 pedia aos monges que orassem pelos mortos. Desde o século XI os Papas Silvestre II (1009), João XVII (1009) e Leão IX (1015) obrigam a comunidade a dedicar um dia aos mortos. No século XIII esse dia anual passa a ser comemorado em 2 de novembro, porque 1 de novembro é a Festa de Todos os Santos. A doutrina católica evoca algumas passagens bíblicas para fundamentar sua posição (cf. Tobias 12,12; Jó 1,18-20; Mt 12,32 e II Macabeus 12,43-46), e se apóia em uma prática de quase dois mil anos.

Protestantes e evangélicos afirmam que a doutrina da Igreja Católica, que recomenda a oração pelos falecidos, é desprovida de fundamento bíblico. Segundo eles, a única referência a este tipo de prática estaria em II Macabeus 12,43-46. Porém os protestantes e evangélicos, pelo fato de serem, Ansinus in cathedra, não reconhecem a canonicidade deste livro e nem a legitimidade desta doutrina, uma vez que o Protestantismo não se submete às tradições católicas.

Segundo a interpretação protestante, a Bíblia diz que a salvação de uma pessoa depende única e exclusivamente da sua fé na graça salvadora que há em Cristo Jesus e que esta fé seja declarada durante sua vida na terra (Hebreus 7.24-27; Atos 4.12; 1 João 1.7-10) e que, após sua morte, a pessoa passa diretamente pelo juízo (Hebreus 9.27) e que vivos e mortos não podem comunicar-se de maneira alguma (Lucas 16.10-31).

Os Protestantes observam o dia de Finados para lembrar das coisas boas que os antepassados deixaram, como o legado de um caráter idôneo, por exemplo. Mas entendem que as pessoas precisam ser cuidadas enquanto estão vivas. Após a morte, nada mais resta senão o juízo.

Fonte: Wikipedia

Dia de Finados ou culto aos mortos

Perguntas e comentários bíblicos sobre o Dia de Finados por Pr Natanel Rinaldi.

1. No dia 2 de novembro se celebra o culto aos mortos ou o dia de Finados. Qual a origem do culto aos mortos ou do dia de Finados?

O dia de Finados só começou a existir a partir do ano 998 DC. Foi introduzido por Santo Odilon, ou Odílio, abade do mosteiro beneditino de Cluny na França. Ele determinou que os monges rezassem por todos os mortos, conhecidos e desconhecidos, religiosos ou leigos, de todos os lugares e de todos os tempos. Quatro séculos depois, o Papa, em Roma, na Itália, adotou o dia 2 de novembro como o dia de Finados, ou dia dos mortos, para a Igreja Católica.

2. Como chegou aqui no Brasil essa celebração de 2 de novembro ser celebrado o dia de Finados?

O costume de rezar pelos mortos nesse dia foi trazido para o Brasil pelos portugueses. As igrejas e os cemitérios são visitados, os túmulos são decorados com flores, e milhares de velas são acesas.

3. Tem apoio bíblico essa tradição de se rezar pelos mortos no dia 2 de novembro? Como um cristão bíblico deve posicionar-se no dia de Finados?

Nada de errado existe quando, movidos pelas saudades dos parentes ou pessoas conhecidas falecidas, se faz nesse dia visita os cemitérios e até mesmo se enfeitam os túmulos de pessoas saudosas e caras para nós. Entretanto, proceder como o faz a maioria, rezando pelos mortos e acendendo velas em favor das almas dos que partiram tal prática não encontra apoio bíblico.

4. A maioria das pessoas que visitam os cemitérios no dia de Finados está ligada à religião católica. Por que os católicos fazem essa celebração aos mortos com rezas e acendendo velas junto aos túmulos?

Porque segundo a doutrina católica, os mortos, na sua maioria estão no purgatório e para sair mais depressa desse lugar, pensam que estão agindo corretamente mandando fazer missas, rezas e acender velas. Crêem os católicos que quando a pessoa morre, sua alma comparece diante do arcanjo São Miguel, que pesa em sua balança as virtudes e os pecados feitos em vida pela pessoa. Quando a pessoa não praticou más ações, seu espírito vai imediatamente para o céu, onde não há dor, apenas paz e amor. Quando as más ações que a pessoa cometeu são erros pequenos, a alma vai se purificar no purgatório.

5. Existe base bíblica para se crer no purgatório, lugar intermediário entre o céu e o inferno?

Não existe. A Bíblia fala apenas de dois lugares: céu e inferno. Jesus ensinou a existência de apenas dois lugares. Falou do céu em Jo 14.2-3 e falou do inferno em Mt 25.41.

6. Segundo a Bíblia o que acontece com os seres humanos na hora da morte?

No livro de Hebreus 9.27 se lê que após a morte segue-se o juízo. E Jesus contou sobre a situação dos mortos Lc 16.19-31. Nessa parte bíblica destacamos quatro ensinos de Jesus: a) que há consciência após a morte; b) existe sofrimento e existe bem estar; c) não existe comunicação de mortos com os vivos; d) a situação dos mortos não permite mudança. Cada qual ficará no lugar da sua escolha em vida. Os que morrem no Senhor gozarão de felicidade eterna (Ap 14.13) e os que escolheram viver fora do propósito de Deus, que escolheram o caminho largo (Mt 7.13-14) irão para o lugar de tormento consciente de onde jamais poderão sair.

7. Fora a crença sobre o estado dos mortos de católicos e evangélicos, existem outras formas de crer sobre a situação dos mortos. Pode indicar algumas formas de crer?

Sim. A) os espíritas crêem na reencarnação. Reencarnam repetidamente até se tornarem espíritos puros. Não crêem na ressurreição dos mortos. B) os hinduístas crêem na transmigração das almas, que é a mesma doutrina da reencarnação. Só que os ensinam que o ser humano pode regredir noutra existência e assim voltar a este mundo como um animal ou até mesmo como um inseto: carrapato, piolho, barata, como um tigre, como uma cobra, etc. C) os budistas crêem no Nirvana, que é um tipo de aniquilamento. D) As testemunhas de Jeová crêem no aniquilamento. Morreu a pessoa está aniquilada. Simplesmente deixou de existir. Existem 3 classes de pessoas: os ímpios, os injustos e os justos. No caso dos ímpios não ressuscitam mais. Os injustos são todos os que morreram desde Adão. Irão ressuscitar 20 bilhões de mortos para terem uma nova chance de salvação durante o milênio. Se passarem pela última prova, poderão viver para sempre na terra. Dentre os justos, duas classes: os ungidos que irão para o céu, 144 mil. Os demais viverão para sempre na terra se passarem pela última prova depois de mil anos. Caso não passem serão aniquilados. E) os adventistas crêem no sono da alma. Morreu o homem, a alma ou o espírito, que para eles é apenas o ar que a pessoa respira, esse ar retorna à atmosfera. A pessoa dorme na sepultura inconsciente.

8. Como se dará a ressurreição de todos os mortos?

Jesus ensinou em Jo 5.28,29 que todos os mortos ressuscitarão. Só que haverá dois tipos de ressurreição; para a vida, que ocorrerá mil anos antes da ressurreição do Juízo Final. A primeira ressurreição se dará por ocasião da segunda vinda de Cristo, no arrebatamento. (1 Ts 4.16,17; 1 Co 15.51-53). E a ressurreição do Juízo Final como se lê em Apocalipse 20.11-15.

Fonte: Texto de autoria do Pr Natanael Rinaldi, 80 anos, um dos maiores apologistas cristãos brasileiros Via http://gutembergmaciel.blogspot.com/

Opinião: sobre oração

“A oração, entre outras, deve ser a nossa primeira ocupação da manhã e a última da noite. Saibamos defender-nos contra os pensamentos enganosos que nos dizem: 'Deixa para mais tarde, ocupa-te de tal ou tal negócio e orarás depois'. Desse modo, troca-se a oração pelas ocupações, e depois que estas lançam mão de nós, não nos largam mais. Quando no fim de vossa súplica dizeis 'Amém', acentuai bem esse amém e de modo algum duvidai de que Deus ponha toda a sua graça em ouvir-vos e não responda 'sim' a vossa oração. Um bom barbeiro tem constantemente os olhos e os pensamentos fixos na navalha. Cada coisa, para ser bem feita, requer o homem inteiro. A oração também, para ser sincera, exige o coração inteiro." (Martinho Lutero)

31 de Outubro: Dia da Reforma Protestante

Hoje é o dia da Reforma Protestante. Faz exatamente 492 anos que o monge Martinho Lutero afixou suas 95 teses na porta do Castelo de Wittenberg, na Alemanha. Faz quase cinco séculos que homens como João Calvino, Felipe Melanchton e Zwínglio, expuseram suas vidas por causa do evangelho. Porém, aquele que diz que a reforma protestante é obra acabada, é no mínimo, insensato. É claro que não dá para negar que aconteceu no século XVI foi o começo de algo maravilhoso, um despertar para doutrinas inegociáveis, verdades inalienáveis, uma revolução iniciada pelo Espírito que imbuiu os homens de coragem, mas convenhamos: foi apenas um começo.

Os anais da história humana atestam que os protestantes, que tanto se opuseram à violência física e teológica do clero católico, também usaram desta violência para manter a ordem religiosa e pia da Genebra calvinista. Em menor grau, é verdade, mas eles também fizeram. Vemos, portanto, que apesar de todo esforço e zelo, muitos destes protestantes ainda eram católicos em suas atitudes. A censura que fazemos aos evangélicos contemporâneos pode, em maior ou menor grau, ser aplicada também aos filhos da reforma: eles eram “protestantes de alma católica”. Sobejou-lhes ortodoxia e zelo; faltou-lhes, muitas vezes, o conhecimento menos teórico da Graça e do amor de Deus.

Caio Fábio, criticado por uns como louco e herege, reverenciado por outros como revolucionário, escreveu recentemente um artigo no qual apresenta 15 teses para a igreja contemporânea. Grosso modo, creio que ele foi feliz em suas colocações. Assim como ele, também creio que a reforma (ou regeneração, como ele chama) não é apenas um marco na história, e sim um ato contínuo, um trabalhar constante de Deus na alma humana. Reforma é a interação de Deus na história; aliás, penso que ela transcende a própria história: Reforma é heilsgeschichte, como diria Oscar Cullman. Reforma é movimento, é vida! Ecclesia reformata et sempre reformanda est...

O cristianismo tem perdido a identidade. Cada vez mais ele se transforma numa coisa amorfa, uma estrutura alienígena (e alienante), um credo simbiótico e sincrético que tudo mistura e a todos confunde. Ele é como um trem desgovernado, e cabe a nós assumirmos a “máquina” e trazê-la de volta aos trilhos.

O cristianismo precisa ser regenerado. Como movimento organizado, ele já morreu; portanto, precisa ser ressuscitado. Como organismo, no entanto, ele ainda existe em algumas igrejas locais, bem como no coração daqueles que abraçam uma fé pura, sem barganhas, sem xamanismo, sem negociatas com o todo poderoso.

Já é tempo de que se levantem, na esfera virtual e no mundo real, homens e mulheres que levem a sério a vocação eterna e soberana que receberam de Deus e se voltem para Ele e sua Palavra, confrontando por meio dela, toda religiosidade apócrifa contemporânea.

Eu aceito esse desafio. E você?... !Viva la Revolución!

Movimento pela Regenaração da Igreja na História

Nos dias da Reforma Protestante, 95 foram as teses. Hoje a tese é uma só: Se tudo é Graça de Deus, então, não há barganhas a serem nem propostas e nem aceitas, jamais.
Portanto, eis como segue:

1. Há um só Deus, que se revelou como Pai, Filho e Espírito Santo; sendo, no entanto, um só Deus; e tal realidade divina pode ser por nós apenas crida, mas jamais entendida. Ora, sem fé é impossível agradar a Deus!

2. Tudo e todos os que existem foram criados por Deus e para Deus; e Deus ama a todas as Suas criaturas e criações; posto que sendo amor a natureza de Deus, tudo o que Ele criou por amor o criou.

3. Deus é Amor; portanto, Deus é Graça; visto que somente no Amor há Graça; sendo também esta a razão de Deus haver feito o Sacrifício Eterno pela Sua criação e todas as Suas criaturas, antes mesmo de criar qualquer coisa; posto que o Cordeiro Eterno de Deus, que é também o Filho, entregou-se como Redenção e Remissão de pecados antes que qualquer coisa, ente, criatura ou dimensão tivessem sido criadas.

4. As transgressões que houve e há na criação, não demandaram de Deus um “improviso”, um remendo; posto que a Graça do amor de Deus revelado aos homens não seja um improviso, mas a consecução do amor que já se dispusera a tudo por amor à criação antes de haver mundo.

5. Deus é amor, é, portanto, Pessoa; pois não há amor sem pessoalidade. Por isto ao criar seres capazes da pessoalidade, Deus chamava a Sua criação a um vinculo de relacionalidade com Ele, em amor, verdade e graça.

6. Sendo Deus Eterno e Infinito, e o homem mortal e finito, não há meios de o homem ou qualquer criatura discernirem Quem Deus é a menos que Deus faça revelação de Si mesmo.

7. Portanto, tudo quanto de Deus possa ser sabido nos vem exclusivamente por revelação; seja a revelação Dele mediante a Natureza das coisas criadas, seja pela iluminação da consciência, seja pelas Escrituras que decorreram da fé de Abraão, seja pela ciência como apreensão da revelação livre que Deus faz de Si mesmo.

8. A Palavra de Deus, portanto, se manifesta de muitos modos; entretanto, uma só é a Palavra; e toda a sua revelação está manifesta em Jesus, que é o Verbo Eterno, a Palavra antes de qualquer Natureza, Consciência, Ciência ou Escritura; posto que somente em Jesus seja possível discernir Deus em Sua plenitude de revelação aos homens. Afinal, Jesus disse: “Quem me vê a mim, vê o Pai” “Eu e o Pai somos Um”.

9. Sendo Deus Eterno e totalmente transcendente ao homem, tudo o que Dele nos venha é Graça; e sem Graça, favor divino em todas as coisas, nada pode ser por nós apreendido como bem eterno em razão de nossa incapacidade de discernir o Eterno e Infinito, especialmente quanto a aprender a Sua vontade.

10. Além disso, pela mesma razão, somente se pode manter relação com Deus mediante a fé, posto que a fé se abra para todas as coisas, visíveis e invisíveis; e mais: somente a fé não conhece impossível; portanto, somente pela fé se pode manter vinculo com Aquele está para além de toda compreensão.

11. Ora, sendo Jesus o Cordeiro Eterno de Deus que se manifestou na História, o fez no mesmo espírito da Graça Eterna, a mesma concedida à criação e às criaturas antes que houvesse mundo. Por isto Jesus não é o Deus dos cristãos, nem de qualquer grupo humano, nem o fundador do Cristianismo, nem o Deus dos crentes que assim se confessem apenas pela filiação a uma agremiação religiosa... Antes pelo contrário, Ele é a verdadeira Luz que vinda ao mundo ilumina a todos os homens; posto que Jesus tenha sido apresentado a nós como pertencendo a uma Ordem Sacerdotal Superior, não religiosa, não humana, e que é descrita como sendo a Ordem de Melquizedeque, na qual todos os seres humanos, sabendo ou não de tamanha Graça a eles disponível em Cristo, nela estão incluídos por uma decisão unilateral do amor de Deus; posto que Deus estivesse em Cristo reconciliando consigo mesmo o mundo.

12. Desse modo, tudo quanto concerne ao homem como necessidade, surge de Deus como solução do amor na Graça; a saber: arrependimento, fé, salvação, redenção, perdão, justificação, alegria, santificação e esperança eterna. Assim, não há nada que seja essencial ao homem que seja provisão do homem para o homem; pelo contrário, tudo provém de Deus.

13. Por esta razão o povo de Deus é o Povo da Graça; pois, quem quer que esteja em Deus só o está em razão de ter sido incluído gratuitamente em tão grande salvação.

14. Além disso, esse Povo de Deus é chamado a tornar-se seguidor de Deus nos passos de Jesus; e, por isto, só é Povo de Deus [e, portanto, Igreja], aquele que se entregar a Deus apenas crendo que no Cordeiro Eterno, Cristo Jesus, Tudo Está Consumado; não restando ao homem nada a fazer a fim de completar o que já estava Feito antes de haver mundo.

15. É porque o Evangelho é assim, e porque Jesus assim ensina, e, além disso, por ter sido apenas este o Fundamento Apostólico sobre o qual a revelação da Nova Aliança se deu, é que afirmamos com temor e santo temor que:

15.1. O que se fez nesses 1700 anos de História Cristã Romana, da qual a própria Reforma Protestante não deixou de ser herdeira, rompendo com muitas coisas, mas não com todas, tornando-se assim, de certa forma, apenas uma Re-forma, mas não uma Revolução de sentidos, conteúdos, e, sobretudo, de simplificação não de formas, mas de espírito — é ainda algo totalmente insatisfatório; posto que seja ainda um reformar, mas não uma ruptura de conteúdos, de dogmas, de doutrinas humanas, de lógicas mundanas, todas elas criadas pelo Pai do Cristianismo e seus auxiliares históricos: o Imperador Constantino.

15.2. Que o que provocou a Reforma nos dias dos Reformadores do Século XVI, tornou-se algo revivido com ênfases e disfarces de maldade ainda maior entre nós, hoje; posto que agora tudo seja feito com máscaras do “nome de Jesus”, porém, com modos que fazem as vendas de Indulgências que deram pavio ao fogo da Reforma, tornarem-se temas inocentes de presépio infantil.

15.3. Que as barganhas, as negociatas, as campanhas de exploração da credulidade do povo, o uso perverso da Bíblia, o espírito de troca e comercio, as maldições e ameaças pronunciadas “em nome de Jesus”, os novos apóstolos do dinheiro e da prosperidade, o desenfreado comercio da fé como produto, a utilização de todos as formas de manipulação e engano, as inegáveis manifestações de ações criminosas em nome da fé, o uso político da igreja e do nome de Jesus, e tudo quanto entre nós hoje se define como “igreja” e sua prática histórica, não mais é que um estelionato sem tamanho e medida, e que faz a Igreja Católica do Século XVI uma entidade de bruxos aprendizes daqueles que entre nós hoje são pastores, bispos, apóstolos e candidatos diabólicos à divindade.

15.4. Que não é mais possível usar termos como “evangélico”, que deveria significar “aquilo que carrega a qualidade do Evangelho”, nem termos como “Igreja”, que deveria apenas ser a assembléia dos crentes no Jesus dos Evangelhos — posto que “evangélico” tenha se tornado aquilo que no Evangelho é descrito como sendo anti-evangélico, e “Igreja” tenha se tornado aquilo que no Evangelho é apenas uma multidão perdida e sem pastor, tamanho é o descaminho dos seus guias e condutores do engano.

15.5. Que não é mais possível conviver passivamente com tamanho engano blasfemo, sob pena de nos tornarmos indesculpáveis diante de Deus, desta geração, e das que ainda virão.

15.6. Que hoje se ouve a Voz de Deus, dizendo como fez antes muitas vezes, e no futuro ainda voltará a dizer: “Sai do meio dela, ó povo meu!” Sim, pois “o Senhor conhece os que Lhe pertencem”; e deseja separar Seu Povo do convívio perverso não no “mundo”, mas, sobretudo, no “ambiente chamado ‘igreja’”; posto que, pela anuência silenciosa, estamos corroborando o engano para aqueles que não sabem discernir entre a mão direita e a esquerda.

15.7. Portanto, convidamos a todo aquele que ainda crê em Jesus segundo a pureza do Evangelho, que assuma hoje, e para sempre, uma total ruptura com tudo aquilo que se disfarça sob o nome de Jesus, mas que nada mais é do que manifestação do engano, até que chegue o Dia quando todo “Senhor, Senhor” que não teve correspondência de obediência ao Evangelho, de Jesus ouvirá o terrível “Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim todos vós que praticais a iniqüidade”.

15.8. Aqui, sem alarde, com total sinceridade no Evangelho, convidamos você a abraçar a busca da Regeneração; pois, o que a “igreja” precisa a fim de se tornar Igreja, segundo Jesus, é de Regeneração, de conversão, de arrependimento e de iluminação do Evangelho na Graça de Deus.

15.9. Portanto, não temos barganhas a fazer com tudo aquilo que, mesmo sendo anunciado “em nome de Jesus”, nada tenha de Jesus e do Evangelho; e assim fazemos porque temos certeza de que seremos cobrados por Deus se nos mantivermos alheios, silenciosos, perversamente educados no nosso assistir da mentira na sua prevalência histórica contra a verdade e a simplicidade do Evangelho.

15.10. Estas são as teses puras e simples deste momento/tempo de Busca de Regeneração de nós mesmos no Evangelho. Quem diz amém ao Evangelho de Jesus, esse não temerá viver todas as implicações dessa decisão proposta não como Reforma, mas como Regeneração.

Fonte: http://www.caiofabio.com/

Opinião Libertos do Opressor: sobre halloween no Brasil

O Brasil importou o halloween (dia das bruxas) dos Estados Unidos, sendo este um ritual dos povos celtas concentrados na Irlanda, que acreditavam que os espíritos saíam dos cemitérios para tomar posse dos corpos dos vivos.

No Brasil chegou sutilmente por puro modismo nas escolas de língua estrangeira e vem sendo infiltrado goela abaixo nas escolas particulares e públicas para nossas crianças que não entendem o real significado do que estão comemorando.

Não bastasse nas escolas ainda nos deparamos com o tema invadindo shopping centers, restaurantes, clubes, lojas e vitrines decoradas com bruxas, caveiras, fantasmas e abóboras. Nada mais é do que uma cultura inútil imposta nos calendários de muitas escolas. Nossas crianças não precisam desse lixo americano, não precisam fantasiar-se de diabos, fantasmas, bruxas, caveiras, demônios e monstros.

Para que ensinar a prática da travessura?? Por que devemos comemorar o dia das bruxas?? Os pais deveriam empenhar-se em fazer um manifesto contra essa comemoração nas escolas, deveriam em protesto não mandar seus filhos para a escola nesse dia.

O halloween é uma festa satânica, sendo de origem macabra desde os tempos dos adoradores de Baal no Velho Testamento até o dia de hoje. Sabemos que muitas crianças são sacrificadas em oferecimento ao deus moloque nesses dias.

Pense: uma data que se destinava ao culto dos mortos agora se traduz em doces e festas??
Muitos crêem e utilizam a expressão “não há nada de mais”, frase perfeita para sustentar o pensamento alienado.

Cabe ressaltar o texto bíblico: “O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento” (Os 4.6).
Fonte: Libertos do Opressor
-------------------------------

Símbolos do Halloween

O halloween foi introduzido nos Estados Unidos pelos Irlandeses. Tudo no dia de halloween tem uma simbologia. As práticas relacionadas a esse dia identificam-se facilmente com o ocultismo. Vejamos algumas delas:

Abóbora com rosto: esta vem de uma lenda que um homem notório chamado Jack, morreu e foi-lhe negado a entrada tanto no céu como no inferno. Condenado a viver perambulando pela terra como uma alma penada, ele colocou uma brasa brilhante num grande nabo oco, para iluminar o seu caminho à noite. Este talismã virou abóbora que simboliza Jack.

Máscaras e fantasias: as máscaras têm sido um meio de supersticiosamente afastar espíritos maus ou mudar a personalidade do usuário e também de comunicação com o mundo dos espíritos. Acreditava-se enganar e assustar os espíritos malignos, quando vestidos com máscaras. Também em outras culturas pessoas tem usado máscaras para assustar demônios que acreditavam trazer desastres como epidemias, secas, etc. Grupos envolvidos com magia negra e bruxaria também usam máscaras para "criar uma ligação" com o mundo dos espíritos.

Bruxas: um dos principais simbologias desta festa. Conta a lenda que as bruxas participavam de festas realizadas pelo diabo que normalmente eram realizadas em 30 de abril e 31 de outubro. Tal crença chegou aos Estados Unidos por seus colonizadores e a partir daí se espalhou por todo o mundo tomando várias formas e estórias diferentes.

Vassoura: é um símbolo do poder feminino em limpar tudo aquilo que traz consequências negativas para a vida como eletricidade e pensamentos negativos.

Caldeirão: peça fundamental, na ornamentação, fazia parte da cultura, como mandaria a tradição. Dentro dele, os convidados devem atirar moedas e mensagens escritas com pedidos dirigidos aos espíritos.

Velas: indicam os caminhos para os espíritos do outro plano astral. Representam o poder de iluminação, trazendo luz para as trevas e para as almas e as mentes.

Maçãs: as maçãs ficam dentro de um tonel onde são pescadas, uma prática antiga usada para adivinhar o futuro. O participante que obtinha sucesso poderia contar com a ajuda dos espíritos para a realização amorosa com a pessoa amada.

Doces ou travessuras: esse costume veio da tradição irlandesa, de um homem que conduzia uma procissão para angariar contribuições dos agricultores, afim de que suas colheitas não fossem amaldiçoadas por demônios. Um paralelo que podemos fazer é que as crianças representam os demônios, porque elas saem pedindo doces e uma frase é dita: "Doces ou travessuras?". O que acontece se elas não conseguem os doces? Elas fazem as travessuras. Se você pensar um pouco, o agricultor pedia alguma coisa para dar de oferta aos demônios.

Bolos Triangulares: eram servidos bolos e vinho, uma obrigação depois de cada reunião, onde a sacerdotisa distribui pequenas fatias de bolos triangulares e biscoitos para a comunhão.


Sangue: as cenas de facas sangrentas estão comumente nos filmes de terror e também nas festas de Halloween mostrando o fascínio por sangue e violência. Os celtas, assim como outras culturas antigas, acreditavam que os deuses que controlavam as forças da natureza desejavam sacrifícios de sangue humano ou animal.
Fogo: tem simbolizado calor e proteção, bem como a morte e a destruição de culturas ao redor do mundo. Durante o Samhain, os druidas usavam para proteção contra espíritos maus e para sacrifícios rituais (tanto animal ou humano) a seus deuses.

Fantasmas: um símbolo universal de espíritos e ocultismo. Durante as celebrações são feitos doces em forma de fantasmas que podem ser bonitinho, mas para as inúmeras vítimas da escravidão e opressão demoníaca, o mundo espiritual não é brincadeira.

Lápide: cristãos podem vê-lo como um monumento para sepultar aos que morreram, mas outros a vêem como um excitante símbolo de morte e como o lugar onde o mundo dos vivos encontra o mundo dos espíritos.
Caveiras, ossos e esqueletos: Símbolos de morte, doença e a brevidade da vida terrena. O crânio e ossos cruzados se retratados em um frasco de veneno ou estampada sobre a bandeira negra de um navio pirata gerava medo da morte.

Gato preto: símbolo da capacidade de meditação e recolhimento espiritual, autoconfiança, independência e liberdade. os gatos eram objeto de adoração e estavam presentes nessa festividade. Acreditavam-se que após um período de silêncio com a busca da meditação, o próprio diabo aparecia na forma de um gato preto. O gato preto é constantemente associado às bruxas. Lendas dizem que bruxas podem transformar-se em gatos. Algumas pessoas acreditavam que os gatos eram os espíritos dos mortos.

Morcego: simbolizam a clarividência, pois que vêem além das formas e das aparências, sem necessidades da visão ocular. Captam os campos magnéticos pela força da própria energia e sensibilidade. Por ter uma visão aguçada, simboliza a visão que ultrapassa as aparências e consegue ver o íntimo das pessoas. Os morcegos voam ao redor na noite e assim acreditavam que tinham poderes mágicos. E, quando pendurado de cabeça para baixo para dormir envolvidos em suas asas, lembrando capas bruxas. Também foram associados a uma crença de que, se colocassem algumas gotas de sangue de morcego debaixo do travesseiro de uma mulher, então ela teria muitos filhos.

Aranha: simboliza o destino e o fio que tecem suas teias, o meio, o suporte para seguir em frente.
Sapo: está ligado à simbologia do poder da sabedoria feminina, símbolo lunar e atributo dos mortos e de magia feminina.
Coruja: outro animal noturno, a coruja tem sido associada a várias deusas, bem como a sabedoria e mistério. Corujas estão associadas com as bruxas por acreditarem que na noite de Halloween comiam as almas dos moribundos. Mais tarde, a coruja foi relacionada a magia negra. Apesar de ser um símbolo clássico da sabedoria, as corujas estão relacionados com a feitiçaria, o silêncio, a morte e a capacidade de ver através da escuridão ou ilusão em razão de se esconder nas trevas e temer a luz.

As cores mais usadas na festa de halloween também possuem significados que fazem a diferença na noite dos santos:

Laranja: cor do fogo, que traz vitalidade, energia e força. Acreditam que os espíritos se aproximavam dos que estavam de laranja para lhe sugar as energias.

Preto: cor predominante dos magos, bruxas, feiticeiras e sacerdotes do mestre das trevas.

Roxo: simboliza a magia presente em toda a comemoração de halloween.

Halloween a luz da Palavra de Deus

Infelizmente o espaço é curto para muitas informações que poderíamos dar aqui, contudo quero levar você à luz da Palavra de Deus. Pessoas que participam dessas festas têm que se conscientizar que o Halloween traz à tona práticas pagãs. Nela encontramos a associação à comunicação com os mortos, dogma espírita que ensina que o morto pode dar um aviso, mensagem ou coisa parecida para os vivos. Então, você precisa entender que esta prática não condiz com o que as Sagradas Escrituras dizem, de que não há possibilidade de alguém que está morto entrar em contato com o mundo dos vivos.

Fonte: Google

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Estevam Hernandes: Cidadão Sorocabano

Na noite do dia 26 de outubro, Estevam Hernandes foi agraciado com o título de Cidadão Sorocabano. Veja a reportagem do jornal local:



A "grande" realização de Estevam pela cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo, pode ser vista abaixo:
Em entrevista no site IGospel, Estevam diz:

A colocação dessa placa, declarando que a cidade é do Senhor, me traz uma grande satisfação interior por ter sido a pessoa que Deus usou para que o prefeito Vitor Lippi fizesse esse monumento. Infelizmente, muitas cidades, do estado de São Paulo, quando você entra vê que são cidades consagradas por forças que imperaram durante muitos anos e, graças a Deus, hoje a realidade é que temos a igreja de Cristo se levantando. Então, eu tenho um carinho muito especial por Sorocaba, e eu louvo a Deus, porque quando recebi a notícia do título de cidadão eu me alegrei. E isso faz parte dessa relação, que eu creio vai aumentando a cada dia.

Fonte: Nani e a Teologia

Halloween Gospel

Em um ambiente marcado por poucas luzes, ao som de muito thrash metal, numa decoração onde abóboras se fazem presentes, dezenas de jovens vestidos de preto, dançam efusivamente naquilo que denominam de Festa de Elohin, vulgarmente conhecido como Halloween Gospel.

Ficou surpreso? Pois é, eu também! Parece que alguns dos evangélicos continuam teimando em se superar quanto as suas invencionices.

Infelizmente em nome da espiritualidade e do gospel, a fé bíblica-cristã tem sido comercializada de modo escandaloso. Ah! Preciso lhe confessar uma coisa: Estou cansado dessa coisa denominada “Gospel”! Estou farto de gente que se locupleta em nome de Deus! Estou cansado do mercantilismo evangélico, da prosperidade desprovida da ética, bem como dos profetas mercadores dessa geração.

Prezado leitor, sem sombra de dúvidas, as sandices cometidas por alguns que tomam o nome de Deus, nos deixam profundamente envergonhados. Ora, é imprescindível que entendamos que do ponto de vista bíblico não se é possível misturar o santo com o profano, até porque, o que está por trás do Halloween são pressupostos absolutamente demoníacos, os quais se contrapõem veementemente a todo conceito evangélico-cristão.

Por favor, pare e pense comigo:

“Os celtas acreditavam que na noite de 31 de outubro as leis do tempo e do espaço eram suspensas. Nesta data comemorava-se o ano novo dos feiticeiros. Por causa disto, os espíritos vagavam soltos e os mortos visitavam seus antigos lares para exigirem comida. Havia também no fim de outubro o festival da colheita, conhecido como "Samhain", também chamado de "O Senhor dos mortos", onde se faziam grandes fogueiras para assustar os espíritos. Para que estes fossem embora, as pessoas saiam pelas ruas carregando velas acesas e nabos esculpidos com rostos humanos, vestidos de modo mais assustador possível. Nos Estados Unidos o Halloween chegou no século 19, e o nabo foi substituído pela abóbora, fruto mais comum que o primeiro. Tanto o nabo quanto a abóbora são símbolos de imortalidade e juntando-se ao preto que significa a morte em muitas culturas, fazem o par perfeito para o ritualismo macabro e demoníaco. Na década de 20 a antiga tradição virou brincadeira e hoje é uma das principais festas do país. Crianças saem fantasiadas pelas ruas batendo nas portas, dizendo "trick or treat" literalmente travessuras ou bons tratos, para ganhar doces, tudo isto nos dia das bruxas.”

Com esse background histórico lhe pergunto: O que o santo evangelho de Cristo tem haver com isso? Claro que nada.

Amados, 31 de outubro não é dia para se comemorar ou celebrar o Halloween dos “evangeli-wicca”, antes pelo contrário, esta data obrigatoriamente deveria remeter-nos aos idos de 1517, quando o monge alemão Martinho Lutero afixou às portas do castelo de Wittenberg as 95 teses denunciando as indulgências e os excessos da Igreja Católica, dando inicio a Reforma Protestante.

Dia 31 de outubro se aproxima e com ele a possibilidade de refletirmos a luz da história sobre o significado e importância da Reforma. Acredito piamente que os conceitos pregados pelos reformadores precisam ser resgatados e proclamados a quantos pudermos, até porque, somente assim, poderemos novamente sair deste momento preocupante e patológico da Igreja evangélica.

Uma nova reforma Já!

Corpo de evangélica está há 3 dias aguardando ressurreição

Uma senhora de 66 anos de idade, há vinte anos não andava em decorrência de Artrite e Artrose. Evangélica desde criança, a irmã Neide teve uma revelação antes de morrer e fez um pedido aos familiares. Para os mais próximos e familiares ela foi arrebatada e esperam um milagre.

Entenda o caso

Ao tomar café na manhã do sábado, a senhora começou a orar em ministério e proferindo as seguintes palavras – “vou ser arrebatada e muitos vão pensar que estou morta, mas estou viva”.

Com a voz fraca pediu que não mexessem em seu corpo em três dias. E foi o que aconteceu. Na manhã de terça-feira (27) completaram-se três dias que o corpo da Irmã estava na sala da sua residência, sem aplicação de nenhum produto. O impressionante é que o corpo não sofreu nenhuma alteração e não exala mau cheiro. Este fato foi constatado por vários médicos. No laudo, a causa-morte foi parada cardíaca.

A família em um ato de fé e respeito ao pedido da evangélica abriu as portas da residência, localizada no bairro de Jaguaribe, àqueles que desejam conhecer o caso que chama a atenção de todos desde o fim de semana. Nossa equipe esteve e constatou a presença do corpo.“Que Deus possa trazer a vida dela de volta”, essas são as palavras de um presente no velório, lembrando da felicidade da irmã Neide.Mesmo acreditando na ressurreição, familiares já providenciaram toda documentação do sepultamento, que estava previsto para as 9h de hoje, mas foi novamente adiado o enterro. Todos aguardam a ressurreição.

Fonte : Notícias Cristãs

Concessão de título especial ao Apóstolo Estevam Hernandes gera polêmica e discussão

O apóstolo Estevam Hernandes Filho, fundador da Igreja Apostólica Renascer em Cristo, preso – ao lado da esposa a bispa Sônia Hernandes – e condenado nos EUA por conspiração e contrabando de dinheiro, além de responder no Brasil pelas acusações de lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e estelionato, foi agraciado pela Câmara Municipal como o título de “Cidadão Sorocabano”.

A homenagem foi proposta pelo vereador Carlos Cezar da Silva (PSC), que é pastor da Igreja Quadrangular, justificando que a entrega do título é motivo de ‘honra para a cidade’. A reportagem tentou ouvir o apóstolo, mas sua assessoria informou que desde que saiu da prisão não tem concedido entrevistas. A iniciativa não agradou parte dos vereadores. Na Câmara tramita proposta que modifica os critérios de concessão de títulos de cidadania.

De acordo com o Regimento Interno da Casa, cada parlamentar tem direito a apresentar oito projetos por ano referente à concessão de título de cidadão. O artigo 1.º da resolução 241, de 1995, destaca que a Câmara Municipal poderá conceder o título de “Cidadão Sorocabano” a ser concedido a todas as pessoas de ambos os sexos, que distinguirem pela sua atuação nos diversos campos do saber ou das atividades humanas e que, de qualquer maneira, estejam ligadas à cidade.

Questionado quais os motivos que o levaram a conceder o título ao apóstolo da Renascer, Carlos Cezar argumentou que tal homenagem se deve ao fato de “tudo o que fez por Sorocaba”. “Ele foi o idealizador da Marcha para Jesus no Brasil. A Igreja Renascer tem mais de 20 anos e, em Sorocaba, desenvolve trabalho social, mantendo a Casa Lar Abrigo. Só existe graças ao apóstolo Estevam. São pessoas de Deus”, disse. Sobre as acusações e ao fato de ter sido preso nos EUA, o vereador limitou-se: “nós não podemos julgar as pessoas. Quem julga é a Justiça”.

Na Câmara, parte dos vereadores se manifestou contra a concessão da honraria. Entre eles a bancada do PT. O líder do partido, Francisco França, divulgou nota afirmando que apesar de o projeto ter sido aprovado em 2006, antes dos fatos envolvendo o apóstolo, o título não deveria ser conferido. “Sorocaba, principalmente agora, que está enfrentando uma série de fatos que denigrem sua imagem, precisa agregar como filhos e filhas, pessoas honradas, honestas que buscam enaltecer seu nome com realizações significativas e atitudes dignas”, ressaltou o petista.
Dinheiro escondido

Os fundadores da Renascer vivem hoje nos Estados Unidos e fazem cultos via satélite. Em janeiro de 2007, Sônia e Estevam entraram nos EUA alegando que não portavam mais do que US$ 10 mil em moeda americana. Mas, na bagagem da família, durante uma revista, foram encontrados US$ 56.467 dólares. Parte do dinheiro estava escondida na capa de uma bíblia e num porta CDs. Condenados por conspiração e contrabando de dinheiro, eles cumpriram 140 dias de prisão em regime fechado, seguida de cinco meses de prisão domiciliar.

Fonte: Cruzeiro do Sul / Gospel+Via: Notícias Cristãs

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

10% dos portugueses já leram a Bíblia completa

A maior parte dos portugueses já leu a Bíblia - toda ou em partes - mas os católicos não-praticantes e os ateus e agnósticos são os que menos leem o texto sagrado de judeus e cristãos.
As conclusões constam de um estudo encomendado pela Sociedade Bíblica Portuguesa (SBP), editora que se dedica ao estudo e difusão da Bíblia, à Novadir, empresa do grupo Marktest.
Se aquelas três categorias sócio-religiosas estão juntas neste índice de leitura, há mesmo assim uma diferença substancial: são 37 % os católicos não-praticantes e 36 % os agnósticos que não lêem a Bíblia, enquanto no caso dos que se definem como ateus (10 % dos inquiridos) esse número sobe para os 65 %.

Numa outra resposta, entre os que nunca leram, apenas 17 % dizem que não o irão fazer em nenhuma circunstância. O que pode indiciar algum preconceito contra o texto, nota Alfredo Abreu, responsável da Sociedade Bíblica e da apresentação do estudo, feita em Lisboa.
Entre quem diz que lê a Bíblia (71 % dos inquiridos), há 9,7 % de pessoas que dizem já ter lido todo o texto. As mulheres (74 %) fazem-no mais que os homens (67). E em termos religiosos, os protestantes/evangélicos e as testemunhas de Jeová são os que mais lêem o texto: todos dizem que o fazem. Na categoria dos católicos praticantes, 83 % dizem que lêem a Bíblia.

Protestantes/evangélicos e testemunhas de Jeová representam apenas 2,3 % da população. Mas são também eles que lideram quando se pergunta quem tem uma Bíblia em casa: 93 % dos protestantes e evangélicos, 100 % entre as testemunhas de Jeová.
A sondagem identificou 86 % da população como católica, metade da qual não-praticante, número que coincide com outros estudos recentes.

Apesar dos números, é provável que nem toda a gente tenha identificado outras ocasiões em que lê ou ouve ler a Bíblia. Perguntados sobre locais em que lêem, só 14,7 % das pessoas diz que o faz na igreja ou em lugares de culto. Mas quer na missa católica, quer nos cultos protestantes e evangélicos ou ainda nas assembléias das testemunhas de Jeová são sempre lidas várias passagens bíblicas.

"Provavelmente, as pessoas não identificam o fato de ouvir ler o texto em voz alta na missa ou no culto como leitura da Bíblia", adianta Alfredo Abreu. A casa (79 %) é o local onde as pessoas mais lêem a Bíblia. A seguir, muito longe, está a catequese (18 %).
Quanto ao ritmo de leitura, a maior parte (56 %) das pessoas que lê só o faz ocasionalmente, enquanto sete por cento lê o texto todos os dias. E há quem diga que não lê a Bíblia por falta de tempo (19 % entre os que nunca leram).

Meio milhão

Os responsáveis da Sociedade Bíblica querem agora que os números deste inquérito, o primeiro do género em Portugal, possam ser trabalhados e cruzados nas diferentes variantes. Até porque verificam, pelas iniciativas que têm promovido nos últimos anos em Portugal, que há um interesse à volta da Bíblia que talvez nunca tenha existido no país.

Na Bíblia manuscrita, iniciativa que em 2004 pôs cem mil portugueses a copiar o texto bíblico à mão, em exposições e em outras iniciativas, a editora calcula em cerca de meio milhão o número de pessoas envolvidas. Mais de 60 conselhos, cerca de 400 escolas, além de bibliotecas públicas, hospitais e três dezenas de autarquias colaboraram ou pediram à Sociedade Bíblica a organização de iniciativas relacionadas com a Bíblia. Na maior parte dos casos, trata-se mesmo de entidades não-religiosas, diz Alfredo Abreu.

O responsável da editora dá alguns exemplos: em Portugal, a SBP calcula em cerca de 100 mil exemplares da Bíblia vendidos anualmente, nas diferentes edições existentes. Só as Sociedades Bíblicas Unidas vendem 400 a 500 milhões de bíblias por ano, em todo o mundo. E o site http://www.biblegateway.com, um dos mais conhecidos na utilização da Bíblia e onde podem ser consultadas muitas versões e traduções diferentes, tem oito milhões de visitas por mês.

O inquérito da Novadir foi realizado entre 28 de Agosto e 13 de Outubro do ano passado. A amostra é constituída por 1618 indivíduos, com idades compreendidas entre os 15 e os 75 anos, que representam a população de Portugal continental e que foram inquiridos por entrevista pessoal ou telefone.

Fonte: Jornal Público - Portugal
Via: Portal Gospel TV

Erros ortográficos em placas


Deus costuma usar...

Deus costuma usar a solidão
para nos ensinar sobre a convivência.
Às vezes, usa a raiva,
para que possamos compreender
o infinito valor da paz.
Outras vezes usa o tédio,
quando quer nos mostrar a importância
da aventura e do abandono.
Deus costuma usar o silêncio
para nos ensinar
sobre a responsabilidade do que dizemos.
Às vezes usa o cansaço,
para que possamos compreender
o valor do despertar.
Outras vezes usa doença,
quando quer nos mostrar
a importância da saúde.
Deus costuma usar o fogo,
para nos ensinar sobre água.
Às vezes, usa a terra,
para que possamos compreender
o valor do ar.
Outras vezes usa a morte,
quando quer nos mostrar
a importância da vida.

Autor: Fernando Pessoa

Humor: O Filho Roqueiro

O filho roqueiro de um pastor da igreja está prestes a completar 18 anos. Louco pra dirigir, o rapaz resolve pedir o carro emprestado ao pai. Depois de pensar um pouco, o pastor responde:
- Filho, vamos fazer o seguinte: você melhora suas notas na escola, estuda a bíblia todos os dias e corta esse cabelo. E aí voltamos a conversar.
Um mês depois, o rapaz volta a perguntar ao pai se pode usar o carro.
- Filho, eu estou realmente orgulhoso: você dobrou suas notas na escola e estudou bem a bíblia, mas não cortou o cabelo! E como fica o nosso trato?
- Papai, lendo a bíblia, percebi que Sansão e Noé e até Jesus tinham cabelos compridos!
- É verdade filho e todos eles andavam a pé!

Fonte: http://recebiliegostei.com/

Igreja Luterana Alemã elege bispa divorciada

Uma divorciada de 51 anos, mãe de quatro filhos, já descrita em tempos pela imprensa como uma “mistura entre Madre Teresa e Demi Moore”, tornou-se hoje a primeira mulher a liderar a Igreja Protestante Alemã, que reúne cerca de 25 milhões de luteranos e calvinistas.

Margot Kässmann, bispo de Hanôver (noroeste da Alemanha), torna-se, assim, a terceira mulher a liderar uma das mais importantes igrejas cristãs, recorda a Reuters. As outras são Katharine Jefferts Schori, da Igreja Episcopal dos Estados Unidos, e Susan Johnson, da Igreja Evangélica Luterana no Canadá

Kässmann sucede, num mandato de seis anos, ao bispo de Berlim, Wolfgang Huber, 67 anos – e é a mais nova de sempre no cargo. Tem a missão de recuperar a saída de muitos crentes – quase 300 mil em dois anos deixaram de afectar o imposto eclesiástico à Igreja Luterana.

Com presença regular na televisão, Margot Kässmann é conhecida como “bispo pop”. A sua eleição era uma hipótese controversa, mas recolheu 132 dos 142 votos do sínodo – a assembleia decisória da Igreja.

“A eleição é um sinal para a Igreja em todo o mundo de que Deus nos chama à liderança, sem consideração de género, cor ou origem”, afirmou Ishmael Noko, secretário-geral da Federação Luterana Mundial, citado pela agência Notícias Ecuménicas Internacionais, do Conselho Mundial de Igrejas.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Ninguém pode tirar de você

Ninguém pode tirar de você:

A graça de se sentir querido.
A fé no amor, mesmo em tempos de guerra.
A força para transformar a vida.
A esperança de realizar seus sonhos.
A liberdade de mudar de idéia.
A vitória de ter resistido a uma tentação.
A coragem de ser simplesmente você.
A honestidade de assumir as suas limitações.
A disposição de tentar mais uma vez.
A vontade de enfrentar desafios.
A capacidade de pedir ajuda.
A sensação de dever bem cumprido.
A certeza de que a vida sempre vale à pena.
Se ao nosso lado Deus estiver conosco!
E Ele está contigo sempre!
Por isso a vitória é certa!

DEUS TE ABENÇOE!

Autor: desconhecido

Garoto de 11 anos faz sucesso como pregador evangélico

Com apenas 11 anos, o garoto Nezareth Casti Rey leva multidões ao delírio como aspirante a pastor pregando palavras da Bíblia em cultos evangélicos. Defende com fervor teorias criacionista contrariando a teoria da evolução afirmando: “Não sou parente de macacos!”, “Macacos e macacas têm macaquinhos”.



Fonte: ADIBERJ

Manual do pastor bem sucedido

Devido ao grande boom das igrejas evangélicas no Brasil, principalmente as pentecostais e neopentecostais, estou lançando aqui no blog um guia prático para o pastor iniciante. Você que está começando agora ou pretende seguir essa carreira leia e divulgue esse manual. Essa é a verdadeira Bíblia do "Mega Empresário da Fé".

CONSTRUINDO SUA IGREJA

1. Não monte sua igreja do nada, isso é trabalhoso demais. É muito mais fácil você pescar no “aquário dos outros”. Entre em uma igreja já estruturada, tente penetrar na liderança e quando você conseguir conquistar a confiança de todos, rache a igreja. Isso não é errado, mesmo porque grande parte dessas igrejas é formada de “rachas”. Lembre-se: “Pastor que rouba Pastor, tem 100 anos de perdão”.
2. Depois que você levantar o motim, alugue uma loja bem simples e consiga algumas cadeiras, crie um nome bem chamativo para sua igreja e reúna os amotinados. Pronto, você está no caminho certo.

ARRECADANDO PARA O CRESCIMENTO

1. Mostre as deficiências estruturais da igreja e a necessidade de pagar o aluguel. No começo da “empreitada” não compre microfone, comece a berrar(mesmo sem necessidade), os fiéis vão perceber que você está ficando sem voz e vão compadecer de seu sofrimento, isso significa mais coração aberto para as ofertas e dízimos.
2. Faça “desafios” para a grei, isso os motiva a doar mais. Mostre que por causa do seu empenho na obra sua família está passando necessidade.
3. O povo gosta de ter a casa própria, então faça a campanha do “Lote Próprio” para a construção da sede.
4. "Evangelize", evangelize muito. Quem planta colhe.


A HOMILÉTICA NO CULTO


1. É necessário um pouco de desconhecimento da língua portuguesa. Fale errado, não faça a conjugação verbal certa. Ex: “Nós VAI” OU “A gente VAMOS”. Isso chama a atenção das pessoas, confesso que não sei o porquê, mas tenho certeza que funciona.
2. Grite, grite e grite, pois todos nós sabemos que o demônio é surdo.
3. Sapateie, faça marabales com o microfone, não fique parado na hora da pregação. O povo gosta de ver o Pastor dá o sangue e suor pela igreja.
4. Importante, jogue toda a responsabilidade dos erros e fracassos do povo nos ombros do capeta. Isso é eficaz, a pessoa vai se sentir mais confiante, mais aberta a ofertar. As pessoas não gostam de assumir a responsabilidade por sua incompetência seja em que área for, jogue toda culpa pro demônio.

HERMÊNEUTICA

1. Invente um monte de proibição e fale que está na Bíblia. Isso levará o povo a te respeitar mais. Ficará conhecido como “homem de princípios”.
2. Tudo que fizer e pregar ponha à “culpa” em Deus. Isso mesmo, tudo está na Santa Bíblia.
3. Invente casos para ilustrar seu sermão. Faça uma lavagem cerebral sadia no povo.

CAMPANHAS E MAIS CAMPANHAS

1. Faça campanhas. Ex: “A Prosperidade”, “Quebrando Maldição”.
2. As campanhas são uma bela desculpa para fazer desafios e barganhar com Deus. Peça as pessoas para fazer sacrifícios ($$$) para Deus em troca de seus anseios.
3. Um grande exemplo é o pastor Marco Feliciano, ele lançou uma campanha onde você deposita em sua conta R$ 7,00 e ele ora por você. Genial!
4. Lembre-se, tudo que você for fazer na Igreja diga que foi Deus que te ordenou.E o mais importante, mentir e omitir fatos são necessários para preservação do “rebanho”. Agora você já está mais do que preparado para montar a sua Igreja e faturar uma boa grana.

AO MESTRE COM CARINHO


P.S.: O único problema desse manual é que no final vem outro e faz o mesmo com você:

Dica de livro: Evangélicos em Crise

A população evangélica do Brasil vem crescendo vertiginosamente. Já somos a terceira maior população evangélica do mundo. Damos graças a Deus por isso. No entanto, esta multiplicação explosiva traz consequências preocupantes. A igreja passa a ser vista por alguns como um “grande negócio”. Isto suscita oportunistas, enganadores e aqueles que Cristo tachava de “falsos profetas”. Estimula também os bem-itencionados que, mal preparados teologicamente, lotam e ensinam doutrinas estranhas e destrutivas. Há grandes exageros em alguns ensinamentos relativos à maldição hereditária, por exemplo, assim como nas áreas da guerra espiritual, da teologia do domínio, da teologia da prosperidade, das curas e dos milagres etc. As vítimas desses ensinamentos são milhões de novos convertidos que mal conseguem discernir entre ortodoxia e heresia.

Neste livro elucidativo, Paulo Romeiro apresenta uma mensagem urgente para o evangélico que se preocupa com a qualidade de sua crença. No espírito de amor cristão, ele aponta e documenta dezenas de ensinamentos questionáveis, e sugere o caminho da sensatez espiritual. Inclui um guia de discernimento para aqueles que questionam o que ouvem. Evangélicos em crise é leitura obrigatória para todos que se importam com o crescimento da Igreja no Brasil.

Autor: Paulo Romeiro - Editora Mundo Cristão

Cantor evangélico brasileiro entra para o Livro dos Recordes

O cantor evangélico Feliciano Amaral, que completou 89 anos, anunciou que fará uma turnê em Massachusetts em 2010, como parte da comemoração de seu 90º aniversário e pelos 62 anos de carreira.

Ele está no Guiness Book, o Livro dos Recordes, como o cantor evangélico que está há mais tempo em atividade no mundo. As homenagens em Boston começaram na noite de segunda-feira da semana passada, quando o programa Louvor e Saudade (650AM), apresentado pelo filho dele, Gaspar dos Reis, iniciou a série de especiais sobre o artista.
Feliciano gravou o primeiro disco em 1948 – ainda em 78 rotações – e rompeu a barreira do tempo, chegando no século 21 com diversos CDs no mercado e um DVD gravado ao vivo em Recife no ano passado.

Em 2003 o cantor recebeu uma Moção de Aplausos e Congratulações da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, uma espécie de reconhecimento público pela dedicação do artista à obra de Deus e á música cristã.

“Meu pai já lançou 49 discos ao longo da carreira e não há uma igreja que não admire a sua obra. No próximo ano ele vem aos Estados Unidos para uma série de apresentações que vão coroar seus 90 anos de idade e uma carreira inteira dedicada a Deus?, disse o radialista Gaspar dos Reis.

Em seu programa de rádio, Louvor e Saudades (segundas e terças-feiras das 19 às 20 horas na 650 AM), Reis iniciou na segunda-feira os especiais sobre Feliciano Amaral.
“Claro que sendo meu pai as pessoas poderiam pensar que seria a razão para os especiais. Mas no meio evangélico todos reconhecem o seu valor. Por isso, desde a segunda-feira não paro de receber emails parabenizando a medida e de pessoas querendo saber e reservar lugar nas apresentações”, afirma Reis.

No programa estão sendo apresentadas canções de Feliciano Amaral e gravações de diversos cantores e pastores são mostradas a cada 10 minutos. Todos eles falam da importância do artista para o mundo evangélico.

O pastor Benedito Santa Rosa, de Londrina, gravou uma mensagem onde deixa claro que Feliciano Sodré: “é um patrimônio da humanidade e não apenas dos evangélicos?.
Confira hino “Junto a mim” Cantor Feliciano Amaral



Fonte: Rádio Criciúma - por: Felipe Pinheiro – Via Guia-me

Jesus Cristo teria que se aliar a Judas no Brasil, diz Lula

Presidente deu entrevista em que fala sobre alianças políticas. Lula chamou de correta a classificação de ‘marolinha’ sobre a crise.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que “no Brasil, Jesus teria de fazer aliança com Judas”, em entrevista para o jornal “Folha de S.Paulo” desta quinta-feira (22), se referindo aos acordos eleitorais.

“Nunca me senti incomodado. Nunca fiz concessão política. Faço acordo. Uma forma de evitar a montagem do governo é ficar dizendo que vai encher de petista. O que a oposição quer dizer com isso. Era para deixar quem estava. O PSDB e o PFL (hoje DEM) queriam deixar nos cargos quem já estava lá. Quem vier para cá não montará governo fora da realidade política. Se Jesus Cristo viesse para cá, e Judas tivesse a votação num partido qualquer, Jesus teria de chamar Judas para fazer coalizão”.

Na mesma entrevista, Lula também falou sobre vários outros assuntos, como as eleições de 2010 e a crise econômica.

Fonte: G1 / Gospel Prime

Pensamento

"Momentos felizes, louve a Deus.
Momentos difíceis, busque a Deus.
Momentos silenciosos, adore a Deus. Momentos dolorosos, confie em Deus. Cada momento, agradeça a Deus"


Ladrão interrompe assalto para orar com vítima

Gregory Smith estava assaltando uma agência do banco Advance America em Indianápolis (EUA) quando uma funcionária começou a chorar e a orar. Sensibilizado, o ladrão abraçou a vítima, ajoelhou-se e rezou durante dez minutos com ela. Após a oração, ele continuou o serviço e levou o dinheiro. A cena foi captada pelo circuito interno de vídeo.

Durante a oração, a caixa tentou convencer o ladrão de que ele poderia se arrepender naquele momento e recomeçar a vida, desistindo do roubo. Não adiantou muito. O assaltante alegou que precisava alimentar o filho de 2 anos em casa. Mas ressaltou que pediu a Deus que iluminasse o caminho dele para que pudesse superar as dificuldades.

O criminoso decidiu se entregar à polícia depois que a sua mãe o viu na TV e o repreendeu pelo assalto.



Fonte: O Globo

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Corinhos Inesquecíveis: Sonda-me

Senhor Tu me Sondas e Me Conheces......De longe entendes o meu pensamento. Esquadrinhas o meu andar e o meu deitar...Conheces todos os meus caminhos...Sem que haja uma palavra na minha língua... Ó Senhor... tudo conheces...

Missões Portas Abertas

Você conhece o Ministério Portas Abertas? Ele é um ministérios de apoio aos cristãos perseguidos em todo o mundo. Possue mais de 300 organizações pelo mundo, atendendo pelo menos 50 nações. Segue abaixo um pequeno descritivo retirado do site, que muitas vezes usamos como fonte de notícias de missionários cristãos.

Apoiamos comunidades cristãs perseguidas
Não evangelizamos, mas equipamos os cristãos para que resistam e assim tenham condições para evangelizar.

Não enviamos missionários
Mas, nos preocupamos com missionários e sobretudo com as igrejas locais em lugares onde há perseguição, pois estas não têm condições de deixar o país quando a pressão aumenta.

Nossa filosofia é jamais atuar por conta própria
Nossos projetos nem começam se não há contatos consistentes com a igreja local. Atuamos em parcerias com outras missões e agências em muitos casos.

Critérios de atuação
Não atuamos em todos os 90 países em que há perseguição. Nós operamos diretamente em cerca de 50.

Nossos critérios são:

• Igreja local pode extinguir-se caso não haja ajuda externa.
• Não há outra agência missionária operando no país.
• Não há outra forma de obter Bíblias se não for pelo contrabando.
• Possibilidade logística.• Posição estratégica do país.
• Solicitação dos irmãos do local.

Ao chegar em um país, Portas Abertas procura os pastores e diz:
Aqui estamos. O que podemos fazer para ajudá-los?” Não chega com uma receita do que os pastores devem fazer, mas ouve deles o que querem que a Missão faça.

Em 95% dos casos, os pastores dizem: “Por favor, orem”. Muitas vezes começam a chorar e dizer: “Estamos lutando e perdendo a batalha, porque achamos que ninguém está orando a nosso favor”.

O segundo pedido sempre é por Bíblias, materiais de estudo e treinamento. Coisas que precisam em seu ambiente particular para poderem enfrentar o desafio e resistir às ameaças e à pressão.
Além disso, com a participação da missão, o evangelho tem sido propagado de forma vigorosa em muitos países.

Veja algumas metas e resultados do trabalho:

No Mundo Muçulmano, suas ofertas estão possibilitando Portas Abertas a:

Distribuir pessoalmente cerca de 280.000 Bíblias e materiais cristãos.
Treinar individualmente cerca de 38.000 pastores e líderes cristãos.
Ajudar jovens cristãos a freqüentar escola bíblica.
Ensinar os cristãos a ler e a estudar a Bíblia.
Dar coleções de livros de estudo para pastores.

Na África, você ajuda Portas Abertas a:

Distribuir pessoalmente perto de 100.000 Bíblias e materiais cristãos.
Treinar individualmente cerca de 3.600 pastores e líderes cristãos.
Levar a Palavra de Deus a países em guerra.
Encorajar professores de Escolas Dominicais a inspirar uma nova geração.
Mostrar aos cristãos como testemunhar a seus vizinhos muçulmanos.

Na América Latina, com a sua ajuda, Portas Abertas pode:

Distribuir pessoalmente perto de 320.000 Bíblias e materiais cristãos.
Treinar individualmente perto de 6.500 pastores e líderes cristãos.
Dar apoio material e amor a viúvas e órfãos.
Visitar os cristãos presos injustamente.
Encorajar os líderes de igrejas que estão sendo atacados.

O seu apoio à Ásia através de Portas Abertas inclui:

Distribuir pessoalmente perto de 2,3 milhões de Bíblias e materiais cristãos.
Treinar individualmente perto de 20.000 pastores e líderes cristãos.
Dar estudos bíblicos a pastores e Bíblias ilustradas para crianças.
Treinar líderes das igrejas domésticas que estão sob intensa perseguição.
Entregar hinários para colocar uma canção nos corações dos cristãos.

Como começou a Portas Abertas

Em 1955, André um jovem evangelista holandês, é convidado para o Festival da Juventude Comunista na Polônia. Ele sente-se impressionado ao ver o entusiasmo e a devoção de moços a um credo sem deus. O sentimento dele é que Deus o estava chamando para um trabalho: servir a cristãos em países sob restrição e discriminação, oficial ou informal. Hoje, o ministério é chamado Portas Abertas com o irmão André. Conta com o apoio de milhares de cristãos e tem escritórios em todo o mundo.

Novos Caminhos

Hoje em dia o Ministério tem tido alguma iniciativas muito interessantes, como atuar de forma específica no apoio a mulheres perseguidas e a jovens e crianças. Para isso existem ministérios específicos, sendo eles:
Underground
Mulheres do Caminho

Lembro que todos esses trabalhos citados, são para a propagação do evangelho de Jesus Cristo por todo o mundo, e muitos tem feito o trabalho onde infelizmente não podemos chegar.

Fonte: Portas Abertas

Pedido de Oração: Oriente Médio

Ore pelas mulheres com quem a missionária Quézia tem se encontrado. Ela já teve a oportunidade de compartilhar sua fé com duas delas. Interceda para que Deus aja no coração delas.
(Sara Campos – Angola)

Fonte: JMM

Ex paquito Alexandre Canhoni hoje é missionário

Alexandre Canhoni, conhecido como Xand, é ex paquito que afirmou que Xuxa tinha pacto com o Diabo e era satanista, hoje vive no Niger e concedeu uma entrevista exclusiva a Globo, confira:
O objetivo de Alexandre Canhoni era ajudar as pessoas que vivem no pior lugar do mundo. Depois de ter atuado na TV como paquito Xand do “Xou da Xuxa” e de ter deixado a carreira musical de lado para se tornar evangélico, ele tinha se decidido a viajar para algum lugar como Iraque, Paquistão, Serra Leoa, países em conflito em que a população sofria, e fazer trabalho humanitário. Foi quando ouviu falar do Níger, último colocado do ranking de Índice de Desenvolvimento Humano da ONU, pela primeira vez. “Perguntei o que tinha por lá, e me disseram que ‘nada’”, contou, em entrevista ao G1, por telefone. Então, ele decidiu se mudar para Niamey, capital do país africano com a pior qualidade de vida do mundo, onde vive há oito anos.

“O país não tinha realmente nada”, contou. “Só agora chegaram detectores de metais no aeroporto, a previsão é de que chegue cartão de crédito daqui a cinco anos, há apenas três restaurantes e a cultura muçulmana é bem radical. Não tem cinema, são pouquíssimas as televisões, que normalmente têm uso comunitário e o que mais passa são programas religiosos islâmicos”, disse. Na capital, segundo ele, que hoje tem 38 anos, há algumas avenidas de asfalto e dois lugares com internet, como lan houses. A energia elétrica vem da Nigéria e muitas vezes falta. “Uma vez ficamos dois dias sem energia elétrica e perdemos muita comida que tínhamos em nossa geladeira.”

Localizado no oeste africano, logo abaixo do deserto do Saara (parte do território fica no deserto), o Níger ficou em 182º lugar no ranking de qualidade de vida, com IDH de 0,34, pior que o do Afeganistão, palco de uma ação militar comandada pelos Estados Unidos. A população de 15,3 milhões de nigerinos tem uma expectativa de vida de apenas 52 anos, e apenas 28% deles são alfabetizados. Trata-se de um dos países mais pobres do mundo, com Produto Interno Bruto per capita anual de apenas US$ 700 (cerca de R$ 1.200) (o do Brasil é de US$ 10.200, quase R$ 17.500, segundo a mesma fonte, a CIA).

Apesar da pobreza, segundo Canhoni, há também pessoas muito ricas no país, que vivem da exploração de urânio e petróleo e que chegam a serviço de multinacionais que, segundo Canhoni, não ajudam no desenvolvimento local. O problema é que há um abismo entre os ricos e os pobres, sem uma classe média, e o preço das coisas à venda é muito alto. “Um litro de leite nos dois únicos mercados custa o equivalente a R$ 6, um quilo de tomate pode chegar a R$ 25. Quanto mais pobre é o país, mais caras são as coisas. Não adianta levar dinheiro e a gente leva do Brasil o máximo de coisa que a gente pode. As pessoas são ou muito pobres ou muito ricas. Vivemos em um dos melhores bairros, mas em frente a nossa casa há barracos em que vivem muitas pessoas que ajudamos. É um contraste muito pior de que o tradicional de prédio de luxo e favela, que se vê no Brasil”, disse.

Segundo ele, os empregos são raríssimos. As pessoas normalmente trabalham como guardas na frente da casa de estrangeiros e ganhando muito pouco, que dá no máximo para comer. Alguns oferecem serviços de turismo, também, levando as pessoas para conhecer o deserto do Saara. “Gostaríamos de incentivar a formação de emprego atraindo empresas para lá, e com algo como uma central de reciclagem de lixo.”
Alexandre Canhoni e crianças nigerinas que recebem apoio no país de pior qualidade de vida do mundo

Brasileiros e ajuda

Canhoni é um dos criadores do grupo Ministério Guerreiros de Deus, que diz ser uma ONG aberta à participação de todos que queiram ajudar a população em dificuldade, não apenas uma instituição religiosa. No apoio que oferece à população carente, ele trabalha a nutrição e a formação de crianças e mulheres, sempre com trabalho religioso e leitura de mensagens bíblicas, contou. Esse tipo de ação em um país majoritariamente muçulmano (80%, segundo a CIA), faz com que sejam alvo de ataques e ameaças. “Chegaram a apedrejar nossa casa”, contou.

O grupo mora na capital, em uma casa alugada. Comprar imóvel por lá é muito caro, segundo ele. A casa é usada como moradia e abriga projetos de nutrição, aulas de músicas, marcenaria, cultos e atividades esportivas. O grupo também ensina mulheres a costurar, pintar e fazer artesanato. Canhoni disse que há também uma série de grupos internacionais que fazem projetos humanitários também. “Alguns só distribuem comidas, outras traduzem a Bíblia, mas somos pioneiros em dar uma apoio total de alimentação, lazer e formação de crianças carentes”, disse.
Entre as pessoas que atuam no trabalho humanitário, ele disse haver nove brasileiros. O país não tem uma representação oficial do Itamaraty, e a embaixada que cuida das relações com o Níger fica localizada na Nigéria – a região tem registro de 270 brasileiros entre os dois países, além de Burkina Faso. “Temos um conselho brasileiro de missionários no Níger. Sentimos falta de uma representação do Brasil, que está se tornando conhecido pelo nosso trabalho. Eles têm visto nossa bandeira, nossa cultura, mas falta representação oficial”, disse.
Coisas boas no pior lugar

Em um país sem “nada”, Canhoni disse ver o lado positivo nas pessoas, os nigerinos, que são receptivos e buscam melhorar um pouco sua vida. “Elas são pobres, não têm muita expectativa, mas são boas, se aproximam dos estrangeiros, buscam sair dessa situação horrível em que se encontram.” Pela pobreza, a corrupção é evidente, e maior de que no Brasil, segundo ele. “Mas não tem problemas de roubo como no Brasil. A lei islâmica é muito rigorosa, então é raro ver as pessoas fazerem isso. Elas têm uma consciência de não pegar o que não é delas, mesmo com toda a pobreza. As pessoas param para rezar, deixam o dinheiro de lado, mas não ocorre roubo.”
Canhoni conta que quem está no Níger para trabalhar com ajuda humanitária acaba não tendo tempo livre para lazer, então não sente falta disso. “Desde as 7h da manhã estamos ajudando eles, e trabalhamos até a noite.”

Depois de oito anos vivendo assim, ele diz que sua expectativa é ficar lá até que o país saia da lista dos dez últimos países do mundo. “Ainda queremos montar escolas, centros esportivos, continuar desenvolvendo este trabalho para ajudar na vida difícil deles.”

Fonte: G1 / Gospel+

Revelações sobre Xuxa

Alexandre (Xand), ex-paquito, (esse com um circulo vermelho) contou sobre suas experiências com satanismo e como foi um período de aproximadamente quatro anos, no qual queria sucesso, fama e dinheiro, e não gostava tampouco de criança e nem do que fazia (hoje em dia ele é evangélico). Por isso pede perdão por ter enganado, junto com uma grande equipe, muitas pessoas. Ele diz que sentia insatisfação de fazer algo que não gostava. Em segundo, queria ter uma equipe própria, pois não via nada artístico em Maria da Graça: não cantava, não dançava, não tocava nenhum instrumento, enfim, só tinha carisma. Conta que em primeiro lugar, passou por um vasto campo satânico. Iniciou na mesa branca com bestialidade (sexo com animais), com quatro para cinco anos de idade. Depois, pela Umbanda, Candomblé e Quimbanda. Mais tarde, ganhou uma Bíblia Satânica e partiu para o vudu, magia negra e missa negra. Logo depois, entrou para a maçonaria e LBV, Legião da Boa Vontade. E ainda, para terminar, experiências com OVNIS, discos voadores. Segundo ele as pessoas não mostram e também não falam os pactos secretos, pois se a pessoa quer ser melhor que a outra, ela não vai falar o secreto que esta embasando o seu pacto. Mas a bíblia fala algo sobre isso, que é a abominação a Deus. Qualquer tipo de consulta a mortos, espiritismo em geral, magia, adivinhação e feitiçaria; e outra, ela não é rainha de nada. Quem entitulou ela rainha? Foi Deus? Repense um pouco mais sobre isso e você vai ver que tem que ser amante somente do Rei dos Reis. Cada um tinha os seus deuses. Hoje mesmo é notável no programa dela a aparição do zodíaco e signos, Jezabel trabalhando por de trás da sensualidade. Não bastasse o "You Can Dance" ter saído numa revista gay, me inventaram agora os paquitos, que é muito esquisito.




O ex-paquito Alexandre quando se converteu colocou fogo em tudo: troféus, discos de ouro, roupas de shows, lembranças de fãs etc.
A imprensa
A imprensa tem publicado notícias sobre essas gravações invertidas, suas mensagens satânicas ou corruptoras. Até se noticiou que em um disco de uma apresentadora de programas infantis, Xuxa, gravado em castelhano, no Chile, se ouviria dizer que "El diablo es magnífico". E tal apresentadora não contestou o fato, embora procurasse eximir-se de culpa. Alguns afirmam - um pouco imaginativamente - que tais mensagens teriam um efeito subliminar, mesmo quando se ouve o disco tocado em sentido normal.

Relatos do Ex-Paquito

A presença do ex-paquito (Xand) reuniu um dos maiores públicos da Filadélfia. Só nesse dia, cerca de 1,2 mil pessoas estiveram reunidas no templo. Com uma história de vida marcante, sobretudo no que se relaciona às histórias vividas pela apresentadora da Rede Globo de Televisão.
Segundo relato de Xand, vários rituais macabros eram realizados "em favor" de Xuxa, alguns inclusive com a presença da apresentadora. De acordo com o testemunho, o nome Xuxa é a união de outros dois nomes: "exu-mirim" (abaixo veremos o que significa "exu") e "xangô" (eXU + XAngô). Neste nome estão depositado todos os trabalhos feitos para Xuxa, que fez questão de inserir o apelido em todos os seus documentos oficiais.
Para se ter noção, esse é o motivo pelo qual Xuxa não pode se quer pronunciar o nome de Jesus, tragicamente, referindo-se ao Rei dos Reis somente como "o cara lá de cima". Todo esse mal se reflete na vida da apresentadora que, apesar da fama e dos milhões, em recente entrevista ao Programa do Jô, quando foi perguntada sobre qual o maior desejo de sua vida, a resposta foi imediata: "eu quero ter felicidade".

Xuxa sentada na posição de lotus, durante um ritual.
Xuxa no Criança Esperança 2005: Colar com cruz invertida e decoração com luas e estrelas. Obs: a imagem das crianças foi "embaçada" propositalmente, para preservá-las.
Em rituais de Satanismo, estrela de 5 pontas e meia lua são símbolos usados para fazer supostos pactos e reverências ao diabo; e no filme "Lua de Cristal" de Xuxa, essas figuras são facilmente encontradas.
No filme Popstar, a estrela de 5 pontas também aparece, veja abaixo:
Nos EUA Xuxa também causou polêmica com seus beijinhos, roupas, músicas e modo de falar; ela era considerada sexy demais para apresentar um programa infantil, recebendo assimo apelido de "A rainha dos grandinhos".
Xuxa também fez filmes pornográficos, um deles com um menino de apenas 10 anos (ver foto abaixo). Mas infelizmente essas "pérolas" não podem ser mais encontradas, pois Xuxa pagou ao governo para retirarem suas fitas das locadoras. Esse contrato vai até 2005.
Cena do filme pornográfico que Xuxa fez onde vemos um menino de apenas 10 anos.
Mensagens Subliminares em músicas de Xuxa como Doce Mel, Meu Cãozinho Xuxo e marquei um X, também são encontradas:
Na música "Meu Cãozinho Xuxo", quando executada ao contrário, ouve-se a seguinte mensagem: "Meu anjo é o diabo... esse seu amor que recebo".
Na música "Marquei um X", observe que ela fala três vezes o X (Xis), ou seja, Xis, Xis e Xis, considerando que Xis invertido é Six (Seis em inglês), teremos Six, Six e Six (o numero da besta). Esta mesma música quando executado ao contrário, ouve-se a seguinte mensagem: "I found exu, exu, exu é rei" ("I found" = "eu encontrei" em inglês).
Na música "Doce Mel", quando executada ao contrário, ouve-se a seguinte mensagem: "Agora amarei Xuxa afronte Javé". Javé é um profeta!
Exu: entidade poderosa, escravo de Omulu; seus fetiches são um crânio com duas tíbias cruzadas (símbolo encontrado em muitos lugares, como bandeiras de navios piratas nos filmes), um tridente e um bastão de ferro ou de aço; o seu dia é segunda-feira, suas cores são o preto e o vermelho, considerado um orixá poderoso e defensor do bem e do mal.
Xangô: cores vermelho e branco.
"Coincidentemente" este disco se chama "Luz No Meu Caminho", e tem as cores de exu e xangô, os dois nomes que supostamente formam o nome de Xuxa segundo Xand, seu ex-paquito. Veja a foto do disco (à esquerda):

O da esquerda é o "Luz no meu caminho", e o da direita é o "Xuxa 10 anos".
Além dos discos com as mesmas cores, a boneca da Xuxa (uma das últimas lançadas) é vestida de vermelho, preto e branco.